Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Promessa Cap 5

Um conto erótico de Rafael
Categoria: Homossexual
Data: 09/08/2016 19:14:41
Última revisão: 10/08/2016 15:05:50
Nota 10.00

Leia os contos anteriores

João reclamou a viagem inteira, e eu estava quase matando ele....chegamos no fim da tarde no destino

Eu: graças a deus.... não aguentava mais ouvir o João reclamar - bati com a cabeça no volante

João: lugarzinho medíocre esse em, é aqui que vamos acampar

Mika: não vamos ter que andar um pouco antes de chegar

Eu: vamos deixar o carro aqui ?

Mika: vamos esperar o tales chegar pra não ter problema

João: acho melhor... não que eu me importe mas aqui é um ótimo lugar para roubar carros - ele olhava pela janela

Rodolfo: o João tem razão

Não demorou muito para o tales chegar e nos dar toda a informação sobre o lugar

Tales: então vamos deixar os carros em um sítio que tem aqui perto.... eu já até conversei com o dono

Raquel: ta mais eu quero saber onde vamos acampar ?

Naty: dentro da floresta tem um campinho aberto com uma Cachoeira perto - ela estava encostada no carro

Marina: Cachoeira é o babado

Tales: vocês não vão se arrepender quando chegar lá

Mika: vamos logo então, antes que anoiteça - ele estava abraçado comigo

Entramos no carro e fomos para o sítio estacionar, e logo após entramos na caminhada, que meio que dava medo porque quando estávamos no meio da trilha, já estava de noite

João: ainda está longe moleque estranho, porque não é bom ficar no meio do Mato de noite

Tales: olha meu nome é tales e respondendo sua pergunta, já estamos quase lá - estávamos em fila indiana

Mika: mor quer que eu leve sua mala pra você

Eu: não me trate como se eu fosse fraco Mika - olhei para ele que estava atrás de mim

Mika: desculpa mor, é força do hábito

Raquel: olha eu deixo você levar a minha primo - ela dá as bolsas dela para o Mika e ficou apenas com uma lixa de unha

Quando chegamos ao campo aberto não era possível descrever o quão lindo era aquele lugar, a luz da lua iluminava levemente tudo e dava pra ver claramente a Cachoeira no fundo, pedras grandes e flores em quase toda nossa volta

Tales: oque acharam ?

Eu: é realmente lindo o lugar Tales

Tales: vai ficar mais lindo amanhã quando o Sol aparecer

Rodolfo: estou impressionado, as energias deste lugar sao ótimas

Marina: desde quando você entende de energias ?

Rodolfo: desde sempre, você nunca me perguntou nada

Marina: é.. . isso você tem razão - sorriu

João: Mika vamo montar nossa barraca logo, e acender uma fogueira - colocou a mala no chão

Eu: como assim nossa barraca ?

Mika: a barraca que eu trouxe é minha e dele, então ele vai dormir conosco na barraca

Naty: migo fica de boa, você vai ter dois homens por uma semana inteira

Raquel: eu e o Igor vamos dormir na barraca do tales e da Naty, então estamos todos no mesmo barco

Rodolfo: eu e a marina vamos dormir sozinhos na nossa barraca, então não estamos no mesmo barco

Marina: porque nos podemos

João: acha que eu gosto da ideia de dormir ao lado de dois gays.... seu imbecil - ele olhou para mim

Eu: animal, que tal calar a boca e fazer o seu trabalho - olhei para ele e fechei a cara

Igor: alguém tem que acender a fogueira - ele começou a montar a barraca dele

Eu: deixa comigo já fui escoteiro, então sei montar uma fogueira

Raquel: eu te ajudo

Tales: eu também te ajudo cara

Fomos nos três em busca de todo tipo de madeira e tronco seco e a Raquel meio que me impressionou pois pegava Madeiras Grandes e sujas e não reclamava, enquanto isso a turma montava as barracas e arrumava as coisas no campo.

Após umas duas horas eu e o tales começamos a montar a fogueira enquanto o resto do pessoal colocava as coisas dentro da barraca

Tales: sabe rafa, depois do ocorrido na sua casa o sexo com a Naty não é mais o mesmo

Eu: oque quer dizer com isso ?

Tales: sei lá parece que agora não é suficiente eu ser apenas o que fode - ele arrumava os gravetos em formar de pirâmide

Raquel: não pude deixar de te ouvir tales - ela aparece atrás dele

Eu: você é pior que fantasma garota - olhei para ela é voltei a arrumar a fogueira

Raquel: eu também me sinto assim agora tales.... tipo sexo com homem é ótimo, mas sinto falta dos toques da Naty

Eu: olha vocês vão dormir com eles hoje, então só vocês darem o primeiro passo e deixar o tesão conduzir o resto - estou dando Conselho de uma coisa que nunca fiz

Raquel: você deixa tales ?

Tales: claro que sim, mas tenho que admitir que é estranho estarmos conversando sobre isso

Eu: tudo puta vocês - peguei um pouco de gasolina e coloquei no Centro da pirâmide é acendi com um fósforo

Raquel: e você é o João, me conta ta rolando alguma coisa - ele se sentou ao meu lado

Eu: não nunca, o João é o garoto mais idiota entre todos aqui

Tales: ele implica mais com você do que com o resto da turma, e alguma coisa tem ai

Eu: acho que ele sente que eu tornei o Mika gay e me odeia por isso

Raquel: sei não acho que tem algo mais ai

Tales: concordo com a Raquel, ninguém odeia por nada - ele se levantou

Raquel: acho que ele te odeia pois você faz ele se apaixonar por você

Eu: não consigo fazer ninguém se apaixonar por mim, então descarte essa ideia

Tales: você fez o Mika se apaixonar por você

Eu: Mika ter se apaixonado por mim foi pura sorte, pois oque tenho a oferecer a alguém ? - olhei para o chão

Tales: olha rafa você é uma das pessoas mais incríveis que já conheci, você é tipo inteligente, bonito, atencioso e super fofo algumas vezes - ele falava sorrindo

Raquel: mesmo não termos aquela amizade ainda, eu também te acho super fofo, você as vezes é muito inocente e isso triplica a sua fofura natural

Eu: vocês apenas estão sendo gentis - fiquei super vermelho e sorri sem graça

Tales: é disso que estamos falando

Eu: estão me deixando sem graça

Quando término de falar, o Mika aparece e senta atrás de mim e me agarra

Mika: do que estão falando ?

Raquel: de como o Rafael é fofo

Mika: tenho sorte de ter ele do meu lado, afinal um garoto como ele é super raro de achar - ele me dá um beijo no rosto

Igor: trouxe os marshmallow e palitos

Naty: pois como seria um acampamento sem marshmallow no espeto - ela se senta do lado da Raquel

Rodolfo: olha já trouxe conhaque e a marina coca

Marina: pois como seria uma suruba sem bebida alcoólica - eles chegaram e se sentaram em volta da fogueira

Eu: amo muito tudo isso - sorri

Mika: achei que me amava mais que bebida e comida - ele fez cara de triste

Eu: o negócio é que são maneiras de amar diferentes

João: não falem de amar por favor, ouvir dois homens falar isso me enjoa- ele se senta ao lado do Mika

Enquanto comíamos e conversávamos de coisas aleatórias a Raquel puxa um assunto peculiar

Raquel: gente oque deixa vocês excitado.... porque tipo ver o Mika e rafa a um tempo atrás me deixou super excitada - ela sorriu e fez cara de safada para a Naty

Rodolfo: olha passar as mãos em certas parte do meu corpo me excita muito..... a marina sabe disso - ele olhou para a marina

Marina: e como sei ele vira uma pedra de tão duro que fica....oque me excita é me bater na hora do vamo ver - um olhava para o outro de forma safada

Naty: eu amo ver alguém fazendo sexo.... por isso que eu tenho vários filmes pornôs

Tales: ser dominado - ele ficou sem graça e vi o Igor morder o lábio quando ele falou

Igor: me excita ser dominador e ter a pessoa em minhas mãos

Mika: olha só o toque do Rafa no meu rosto já me excita, imagina com o beijo dele - ele me olhou

João: quando a pessoa passa as unhas pelo meu corpo e arranha, isso me deixa super excitado

Eu: não tenho certeza, mais mãos bobas me excitam - sorri

As conversas estavam cada vez mais aleatória, mas quando chegou em história de terror empacou ali mesmo. Não que eu não goste de histórias de terror, mas tipo histórias de fantasmas e outras coisas me dão medo, um medo que não posso nem descrever.

Tipo 9 adolescente em meio a floresta contando histórias de terror, só faltou um fantasma ou um mutante deformado pra completar o filme de terror. Apenas me levantei e disse que iria dormir

Mika: pode ir lá mor, daqui a pouco vou dormir também

Eu: ta bom

Já na barraca tiro minha roupa ficando apenas de cueca, pego minha coberta e travesseiro e me deito, pouco tempo depois estou dormindo.

Eu: onde eu estou - estava no meio do escuro

Mulher: sabe filho, você vai sofrer ainda muito - olho para trás e vejo minha mãe linda com os cabelos compridos

Eu: vo.....você está linda

Mãe: filho, se prepare pois seu caminho daqui em diante não será fácil

Eu: oque quer dizer com isso

Mãe: quero dizer que você vai ter que superar vários obstáculos antes de ser feliz - ela chegou mais perto

Eu: mais sou feliz, não entendo oque quer dizer

Mãe: filho isso é apenas uma pausa..... por favor seja forte - ela foi indo embora e eu tentei alcançar ela

Eu: espera mãe, espera! - quando comecei a correr atrás dela o chão se tornou lama e eu comecei a afundar nela e em um piscar de olhos vejo Mika em minha frente com dois caixões em seu lado

Mika: a culpa foi sua - o olhar de desprezo nele era evidente

Eu: me ajuda Mika - tentei esticar a mão para ele mas foi em vão

Mika: você merece oque está acontecendo com você.... não sei como me apaixonei por você.... um garoto inútil

Eu: oque eu fiz ?! - chorava já desesperado, estava até os ombros já dentro do barro negro

Em volta de mim apareceu o resto do pessoal

Naty e tales: por sua causa eles morreram

Marina: sabe confiava em você

Rodrigo: estava te considerando um amigo sabia

Raquel: por sua causa nos separamos, por sua causa eles morreram.... sabe eu já esperava isso de você - ela se virou de costas

Quando ele termina de falar o caixão se abre devagar, e lá estava meu pai e a dona Lúcia

Pai: você era meu orgulho filho - era aparente que já ele estava morto, sua pele já estava podre

Eu: não fiz nada, porque estão agindo assim comigo - chorava

Lúcia: jovem, você não fez nada ainda

Quando ela termina de falar eu sou completamente engolido pelo lama, e no fundo da lama só havia escuridão e eu me sentia vazio. Então enquanto afundava cada vez mais na lama eu sinto uma mão me puxando para cima e outra para baixo

Voz: não desista, vou te tirar dai - não tenho ideia que voz era aquela, mas era de quem me puxava para fora da lama

Voz: ele merece oque está acontecendo com ele - quando ela termina de falar sou puxado completamente para o fundo e a pessoa ou coisa que me puxava me abraça

Eu: Não.... não.....NÃOOOOOO !!! - acordo gritando e todo suado

João: você está bem, o estranho - ele estava deitado ao meu lado esquerdo,mas se senta e olha pra mim

O Mika nem me ouviu gritar e continuava a roncar

Eu: estou bem sim, só tive um pesadelo - eu olhei para ele assustado e ainda ofegante

João: olha que você teve um pesadelo eu percebi idiota - ele me olhava de forma estranha

Eu: sinto muito se te acordei João - me levantei e fui pegar meus cigarros na bolsa

João: deve ter sido tenso o pesadelo, já que nem retrucar você retrucou

Eu: foi mesmo - me levanto e saio para fora e ele me segue

João: me arruma um cigarro também

Vou até uma pedra Grande perto da Cachoeira e me sento lá e ele se senta do meu lado e acende seu cigarro

João: não quer conversar sobre oque sonhou - ele olhava a paisagem

Eu: quem é você e oque fez com o João chato e brigão - também olhava para a paisagem

João: sei que sou chato mais estou sendo gentil agora porque você está tenso demais

Eu: só não quero lembrar - acabei me lembrando da coisa me puxando para o fundo e senti uma angústia

João: sabe, sonhos são apenas sonhos, não são reais - olhei para ele é percebi que ele também estava apenas de cueca

Eu: realmente quem é você ? - sorri

João: a cara não sou o mostro que vocês acham, eu só não sou muito bem de socializar.... e ando me sentindo culpado pelo que fiz com a marina e por ter puxado a faca pra você - ele olhou pra mim e abaixou a cabeça

Eu: então é por isso você implica conosco - volto a olhar a paisagem

João: só faço isso para ter um motivo para falar com vocês, porque sinto que não faço parte do seu grupo.... da sua família

Eu: então pare de se sentir assim, você é nosso amigo agora - coloco a mão em seu ombro

João: não consigo pensar desta maneira, sou um intruso entre vocês

Eu: você é cabeça dura mesmo em - sorri

Ficamos conversando sobre muitas coisas como jogos, animes, filmes e livros. Quando percebemos, já estava amanhecendo então resolvemos ir dormir.

João: seu gatinho medroso, eu vou estar aqui caso tenha um pesadelo novamente - foi nesse momento que percebi que eu o Mika e ele estávamos com a mesma coberta

Eu: ata valeu João, e quem diria que você é uma pessoa legal - sorri e me deitei

Foi a primeira vez que vejo o João daquela forma e que reparo nele, João tinha o corpo parecido com o corpo do Mika, só que seu cabelo era castanho a mesma cor que seus olhos, ele tinha tatuagens em seus braços, pecoço e peito e usava seu cabelo com um leve topete

João: não precisa agradecer, afinal tinha um dívida com você - ele mostrou a cicatriz dele na barrica e logo após deitou e virou para seu canto

Eu: boa noite

João: bom dia seu lesado do caralho

Eu: esse é o João que eu conheço

Desta vez não tive nenhum pesadelo na verdade não sonhei com nada, acordo meio que amassado pois Mika ainda dormia e ele e o João estavam praticamente em cima de mim, eu era o travesseiro humano para eles. Tipo a cabeça do Mika estava no meu peito, sua mão em cima das minhas partes intimas e sua perna entrelaçada com minha perna direita, já o João estava com o braço esticado em cima de mim e do Mika a perna esquerda dobrada em cima da minha barriga e sobre a mão do mika enquanto a outra esticada. Podia sentir o volume do João na minha cintura e a do Mika na minha perna

Igor: vamos acordar eles com um susto ? - ele sussurrou para alguém

Rodolfo: vamos, vou contar até três e você aciona a busina.... quando o Rodolfo para de contar o Igor liga a busina que faz o Mika e o João pularem literalmente

Eles levantam e olham um para o outro e vão brigar/ brincar com os outros

2 dias depois...

O acampamento estava tudo de bom fizemos trilhas pela Mata, pulamos na Cachoeira e bebemos bastante... mas como a comida e a bebida estava acabando o João,Rodolfo,Tales, Igor e Marina saíram para comprar mais coisas e buscar meu primo Luan e um tal de Leonardo amigo do luan

Raquel: seu primo é gay rafa, não minta para mim - ela veio cheio de curiosidade

Eu: não até onde eu sei - estava sentado ouvindo música

Naty: ótimo

Eu: pôr que a pergunta ?

Raquel: a Naty e o tales estão dando um tempo, então queremos fazer sexo a três com um homem

Eu: e porque não usa o tales ?

Naty: porque ele ultimamente só está dando o buraco dele e socando no buraco do Igor

Eu: Tales virou gay ? - comecei a rir

Naty: acho que sim, ele é o Igor sempre que estão na barraca fazem sexo

Eu: então querem meu primo pra satisfazer o apetite de vocês ?

Raquel: exatamente

Eu: mais tem um hetero no grupo, sem ser meu primo e o amigo dele

Naty: o João não quer já perguntamos, acho que ele quer fazer com você e com o Mika - ela sorriu

Eu: acho que tenho que conseguir amizades melhores, pois so tenho vadia safada em minha volta

Raquel: bom valeu pela informação, agora vou aproveitar o tempo que eles saíram com a Naty

Naty: até daqui a pouco - elas foram para barraca delas

Me levanto e vou para minha barraca pegar minhas roupas e vou para a Cachoeira tomar banho e aproveitar que ninguém estava ali para ver, fico totalmente pelado e entro na agua que por sinal estava muito gelada. A água pegava até minha cintura e ela era super clara então dava para ver tudo

Mika: olha oque temos aqui - o Mika me viu e veio correndo em minha direção, minha única reação foi esconder minhas partes íntimas

Eu: não me deixe sem graça Mika - virei de costas

Mika: posso me juntar a você amor ?

Eu: pode lógico - em pouco tempo Mika entra na água e me abraça por trás me fazendo sentir sua bengala

Mika: te Amo muito sabia - ele beijava meu pescoço

Eu: também te Amo - me viro para ele e olho em seus olhos e o beijo de forma calma

Mika: é a primeira vez que te vejo assim todo desprotegido - ele colocou a mão em meu rosto e volta a me beijar agora de forma mais intensa

Eu: a última vez que eu te vi assim foi quando éramos crianças - voltei a beijar ele

( sério neste tempo que namoramos não vi ele pelado nenhuma vez )

Mika: você me quer - sussurrou no meu ouvido

Eu: você já é meu - voltei a beijar ele

Mika: sou é - ele pega minha mão e leva até seu pau que devia ter uns 20 cm e isso me arrepia todo, ele pega meu pau também e começa a bater uma para mim e eu faço o mesmo para ele. Empurro ele para um pedra perto dali e começo a beijar cada parte do seu corpo até chegar no seu brinquedo

Mika: me coloca na sua boca vai - não me fiz de difícil e tentei colocar ele todo na minha boca mas a tentativa foi em vão pois engasgo, então passo a apenas chupar a cabeça a cada chupada o Mika gemia e mais e mais forte, chupava as bolas e passava a língua por todo o comprimento

Mika: vai.... assim mesmo..... vai - ele falava entre gemidos e do nada sinto minha boca encher de porra, e para não engasgar eu engulo tudo. Para minha surpresa Mika me puxa e me beija, ele sem dizer nada troca de lugar comigo e me abocanha sem avisar

Eu: meu deus....mika.... vai - sentir a boca molhadinha do Mika me chupando me deixou louco, como instinto começo a foder devagar sua boca e ele acompanha o ritmo do vai e vem. Ele chupava a cabeça e lambia minhas bolas, Mika era um Mestre na arte do boquete

Mika: vai deixar eu te comer mor - ele me olhou com uma cara de safado

Eu: lógico....mas agora continua- ele começou a me punhetar e chupar o a mesmo tempo de forma rápida, não aguentei muito e enfiei meu pau no fundo da sua garganta e começo a gozar o fazendo engasgar

Mika: cara quer me matar - falava tomando ar

Eu: desculpa - sorri

Mika: cala boca - ele me vira e cuspe na mão e passa no meu cú e coloca a cabeça na portinha

Eu: Mika, só com um pouco de cuspe não vai entrar

Mika: confia em mim, se doer eu tiro - ele começou a forçar o seu pau contra minha entrada e quando entrou a cabeça parecia que eu havia colocado um ferro quente pois ardia muito, ele nem esperou eu me acostumar com a cabeça e já socou tudo dentro, minha única reação foi morder os lábios para não gritar

Eu: tira Mika ta doendo.... tira - eu falava entre gemidos de dor

Mika: me desculpa mas antes você sofrer de uma vez, do que aos poucos - ele me abraçou e começou a beijar meus pescoço e morder minha orelha

Após uns 9 minutos naquela posição eu dou sinal Verde e ele começa a socar devagar e a cada socada eu suspirava forte, Mika passava as mão em meus cabelos enquanto aumentava a forças das suas estocadas...

Eu: me fode...... vai..... Mikaeu podia ver o pau dele entrando e saindo pelo reflexo d'água

Mika: fazer..... sexo com você... está sendo especial - ele colocou a mão na minha cintura e a outra puxou meu cabelo com força e começou a socar com toda sua força, estava começando a me machucar, até que ele começa a urrar de tesão e sinto ele gozar dentro de mim e eu gozo na pedra sem a ou menos me tocar

Eu: oque foi isso ? Queria me rachar ao meio ? - falava ainda meio sem fôlego

Mika: estamos quites - ele tirou o pau de dentro de mim

Após o sexo tomamos banho na Cachoeira e fomos dormir, pois como foi minha primeira vez eu havia ficado exausto.

Horas depois sou acordado pelo meu primo

Luan: acorda dorminhoco

Eu: não quero... deixa eu dormir

Luan: todos estão lá fora comendo, vamos levanta logo - ele dava tapinhas no meu rosto

Eu: para chato - me sento e sinto um desconforto no meu traseiro

Luan: chama o Mika aqui para mim

Eu: ta chamo sim - ele sai e instantes depois o Mika aparece

Mika: fala mor - ele entrou na barraca

Eu: Mika minha região traseira está doendo é normal - olho para ele

Mika: lógico que sim mor, afinal eu entrei em você mor - ele sorriu

Eu: você não entrou, voce arrombou a porta - olhei sério para ele

Mika: já sei quem entende disso, calma ai - ele sai e volta com o tales

Tales: fala qual o problema cara?

Eu: minha bunda dói - falei sem graça

Tales: a isso é normal, quando dei para o Igor ela doeu pra caralho

Eu: certeza

Tales: tenho sim, você me chamou aqui só para isso ?

Mika: foi sim porque tipo, nunca havia comido um cuzinho e ele nunca havia dado o cú

Eu: pare de falar esta palavra Mika

Mika: que palavra

Eu: cú - ouvir toda hora a mesma palavra me incomodava, pois o cú que ele falava era o meu

Mika: como quiser amor

Tales: fica tranquilo, amanhã você vai poder dar o broga novamente

Eu: seu idiota - fiquei vermelho

Mika: então amanhã, vamos poder fazer outra vez - ele mordeu os lábios

Eu: aff - me levantei e sai da barraca andando duro como Madeira

Saímos da barraca e fomos encontrar os outros que estavam fazendo churrasco

Eu: isso não é cheiro de churrasco, isso é cheiro de maconha - olhei para o Luan que estava com um saquinho de maconha

Tales: ele trouxe um pouco para curtimos o resto da semana

Eu: usar droga é a maneira de vocês curtirem ? - o encarei sério

Mika: mas maconha também é medicinal

Eu: vocês são idiotas por acaso? - olhei para eles e fechei a cara

Mika: calma mor, e só um pouco de maconha

Eu: cara, Eu só concordei em vir porque vocês prometeram que não ia ter nenhum tipo de droga

Tales: maconha não é droga - não havia percebido,mas os olhos deles estavam vermelhos

Eu: se não é droga, é oque... salada.... fruta

Mika: mor se acalma, um pouco de maconha não faz mal a ninguém - eu olhei para ele e sai de perto

Eu: você se esqueceu que meu primo acabou de sair da reabilitação, ele usava todo tipo de droga e quase morreu se a mãe dele não o ajuda-se

Tales: seu primo não parece um drogado

Eu: não falo nada para vocês - fui até a turma e peguei o saco de maconha

Luan: oque você está fazendo ? - o olho dele já estava vermelho

Eu: oque eu estou fazendo Luan... você se esqueceu o quanto sua família sofreu por causa desta merda - estava nervoso com ele

Luan: um pouco não faz mal - ele abria um sorriso enorme

Igor: vai mesmo acabar com nossa brisa Rafael - ele se levantou

Eu: quem comprou isso para você ? - ignorei o Igor

Leonardo: fui eu que comprei, porque ? - ele também era outro que estava com os olhos pequenos

Eu: olha cara não sei quem você é e não tenho vontade de saber, mas é melhor você não falar mais com o Luan

Luan: sai do meu pé Rafa, maconha não faz mal nenhum

Raquel: rafa porque você está assim todo nervosinho - ela estava abraçada com a Naty

Eu: porque não faz, nem um semana que esse moleque saiu da reabilitação e já está fumando maconha de novo

Mika: mor devolve a maconha para ele, e para de dar piti

Eu: sério isso que você está falando Mika, então se preocupar com a porra do meu primo é dar piti

Marina: migo se acalma e se acha que tem que esconder, esconda a maconha

Rodolfo: mas por favor não esconda

Leonardo: me dá a maconha logo cara

Eu: você quer esta merda - mostrei o saquinho

Luan: não pedi pra se preocupar comigo rafa, devolve logo a maconha antes que eu pegue a força - ele se levantou

Fui até perto da Cachoeira e todos me seguiram e lá estava o João sentado

Eu: quer saber oque vou fazer Luan com esta merda - peguei e joguei na água e o saco foi levado pela correnteza

Leonardo: você está doido garoto - ele me empurra para trás

João: vamos parar por ai - ele se levanta e entra na minha frente

Mika: mor porque jogou o bagulho do cara fora.... eu em - aff o Mika tava do lado deles

Leonardo: você realmente é muito folgado em truta - ele me encarava com ódio

Eu: olha aqui o Playboy, não tente pagar de malandro pois você não é.... e outra acho melhor se afastar de mim - eu sorri enquanto o encarava

Tales: volta pra sua barraca Rafa, você já fez demais por hoje - a maioria concordou com o tales o que doeu foi que até o Mika concordou

Eu: pois bem eu volto para minha barraca - olhei o Mika e balanço a cabeça de forma negativa

Mika: rafa

Eu: se vier atrás de mim agora Mika, vamos brigar feio

Chegando na minha barraca eu pego minha bolsa e começo a arrumar minhas coisas

João: oque você pensa que está fazendo ?

Eu: indo embora - terminei de pegar minhas coisas e pego a chave do meu carro

João: já vai escurecer, então vai ficar difícil para você ir embora

Eu: tenho uma boa memória lembra, sei o caminho de voltar para casa

João: não vou deixa e você ir embora sozinho, calma ai vou com você - João arruma as coisas dele rapidamente

Eu: não precisa ir comigo cara

João: já estou cansado de acampar e também preciso de um banho quente

Eu: você que sabe - acendi um cigarro e sai de fininho apenas deixando um recado para o Mika

Quando estávamos na metade do caminho começa a chover e chovia realmente forte

João: não lembro qual é a trilha certa - ele estava encharcado

Eu: tenho quase certeza que é esta - estávamos andando do lado de uma ladeira enquando andava olhei para o chão e vi a lama preta e fique paralisado me lembrando do meu sonho

João: porque parou Rafael - a voz do João parecia distante

Ouço um estrondo alto e sinto o João me puxando para trás e uma árvore cai onde eu estava, João me puxou tão forte que eu acabei caindo em cima dele o derrumando, caímos ladeira a baixo rolando

Enquando rolava eu sinto uma enorme dor na perna e volto a mim, minutos depois paramos de rolar

João: você está bem ? - ele se levanta com alguns machucados e todo sujo

Eu: minha perna - quando olho para ela havia um graveto fino mas parecia ser grande no cumprimento perfurando ela

João: vamos não podemos ficar aqui - ele pega minha mochila e me ajuda a caminhar

Andamos no meio da chuva por uns 15 min e quando olho para ele novamente vejo que estava exausto e que ele estava muito machucado

João: olha la tem um barraquino aos pedaços, podemos ficar lá até a chuva parar - havia uma casa meio que abandonada, pois a Madeira estava meio que podre e havia musgos crescendo nela

Chegando na casinha o João me encosta na parede e a primeira coisa que faço é tratar a minha ferida

Eu: quando eu contar até três puxa o graveto, mas por favor tenta não quebrar - olhava para o João que estava nervoso

João: ok

Eu:quando terminei de falar dois o João puxa o graveto e eu grito de dor e a única reação dele foi fechar os olhos

João: você vai ficar bem ? - ele não olhava para minha ferida

Eu: a parte mais fácil já passou, agora vem a parte difícil - peguei um pouco de vodka que estava na bolsa do João e coloquei uma camisa na boca. Respirei fundo e joguei a vodka na minha ferida que queimou muito e eu serro os dentes de tanta dor.

João: toma - ele tira uma caixa pequena de primeiros socorros da minha bolsa

Pego a pomada e passo em cima da ferida, coloco gases e passo a faixa

Eu: o pior já foi agora vem mais perto para eu cuidar das suas feridas João - enquanto eu me tratava o João não olhava para mim

João: não precisa, o principal aqui é você - me arrasto para perto dele e usando a vodka, limpo as suas feridas

Eu: desculpa, eu fazer você passar por isso - limpava o rosto dele

João: ta brincando, isso foi meio que cena de filme

Eu: tira suas roupa e coloca outras, se continuar com essa vai pergar uma gripe - disse já tirando minha camisa

João: se fosse a dois meses atrás eu te mataria por dizer isso, mas agora não ligo sabia

Eu: bem isso prova que todo Pokémon evolui

João: apenas o Pikachu não evolui

Eu: mas você está mais para um eve

Eu olhava para ele que me encarava enquanto tirava as suas roupas

Mais um capítulo e desculpa pela demora.

Então oque estão achando do conto, deixa seu comentário assim posso saber se ele está bom e a vocês que já comentam o conto saibam que vocês me incentivam a escrever

Então oque será que o sonho do rafa significa ?

Será que o João começou a gostar do rafa ou será que ele gosta do Mika ?

E o futuro do primo do Rafael como será ?

A eu ia me esquecendo... amo vcs

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/08/2016 12:30:54
Ta muito top o conto fiquei com raiva do mika afffss 😠 adorando o conto 😍😍😍😘
14/08/2016 17:17:50
🖒
11/08/2016 08:07:11
Nossa, Rafa vai ficar com o João? 💔💔💔 Laços se desfazendo é tão triste. 😢
10/08/2016 17:35:21
AMANDO, ESSES AMIGIS DO RAFA FORAM UNS BABACAS. ANSIOSA PELA CONTINUAÇÃO CONTINUA LOGO
10/08/2016 16:01:18
Ñ acredito que todos os amigos preferiram ficar do lado de Leonardo, ainda mais o Mika! Se eu fosse o Rafa ficava um bom tempo sem falar com eles! Acho que a mudança de João mto legal e que ele tá gostando do Rafa! acho que esse Leonardo vai aprontar mto! Abraços!
10/08/2016 14:04:19
O Mika foi meio babaca assim como o grupo todo, João tá gostando do Rafael, acho que quem vai acabar com o grupinho vai ser o Leonardo,Mika ae mostrou um tanto infantil.
10/08/2016 10:28:06
Gostando
10/08/2016 02:31:34
Acredito que o Rafael muda as pessoas. O Mika (esse nome me lembrou um anime) não entender o lado do Rafa foi ruim. Talvez o jogo esteja mesmo virando. Rs
10/08/2016 00:47:39
nossa num só dia os amigos e mika conseguiram me fazerem desgostar deles.... João saindo melhor que encomenda... ansiosa por mais....
09/08/2016 22:56:28
Amando quero mais
09/08/2016 22:56:07
Amando
09/08/2016 20:14:08
estou gostando muito
09/08/2016 19:36:45
Me chamem para conversar, trocar nudes, essas coisa. Homem - 16 anos - Whats como apelido!




Online porn video at mobile phone


contos eroticos feminizaçao do garotinho maeentre uma foda e outra minha esposa beijando acariciando seu macholiberalina puta vídeo proibidoofereceu a filha pro caralhudo gigante xvideosela "abriu a porta" pelado meu pau banheiro "minha tia"contos eróticos da esposa pegou a amante na cama e castigouvideo eróticospapai me ensinando tudocontos eroticos com viuvas ricas e mulheres sedutoras ricasPorno conto mae no msnContos sogra safada e fogoza seduz e se apaixona por seu genro e trasa elevi minha namorada branquinha virgem sendo fodida por um velho pauzudo/contos eróticosvideo porno denovinha enfrento pau grandechantageou a coroa para se dar bemconto no cinepornominha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigosmulher transando com convidado do marido por baixo da mesanovinhas safda.encheu a buceta.de sabao liquido.para se sartisfazerchantagiei a freira contoxvideo contos sexual espiando atras da portaeu vir a minha meia irmã tranzando e eu nao aquenteiquero ver os de gravações de atrizes pornô que param de transar com dorirma com tesão no quarto do irmão1minuto xvideosTio arroba o cu da sobrinha conto eróticosporno novinha foi cariciada na escola contosO dinha que comi o cu da minhA mae bebAda contos,wattpad contos eroticos pai e filhascontos eroticos seduzi professor na aula vaga e ele me chupousSexo animal cachorro emrola pito na bucetinha da puda taradonaContos eroticos a gozada incetuosa e mais gostoza que quaque outra gozando dentro da irma cem camisinhaTranzando com as velilhas tetudas debicos grandecontos de novinhas iniciada na webBoquete gay com marginal agressivomulher matematica com pau no cu e pedindo mais pornoreymer ,eroticocomi a xana zeradacontos anal c cavalos e tourosMe manda o vídeo pornô Adão de armas sedosa só gosta de dar a homem bem dotadocolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidoVideo de duas mulheres tomando banho de biquini e se chupando e gritando de prazerconto erotico primeiro boqueteconto erótico flagrei minha mãe chifrando meu pai e ela me humilhou muitosexocazeiro onibomaoate ganasexo com maria mulambo fodapornô doido de cetona de mini saia sem calcinha sentando na rolaquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidaspunhetamdo no cinema boafodapasando a mào na buçta da gostosaver mulher preta encurta uma chupando a buceta da outra cima do dente queiroquero assistir vídeo de sexo de patricinha filha de empresário rico trepando com namoradoFui encoxada e iniciada por um roludovideos porno negao so os tapas estralandocontos eróticos chorei gritei esperneei mas aguentei tudo no c*viu a fofinha dormindo pelada e arrombou ela pornojovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videosminha mulher resolveu comer meu cucontos a.freira viu meu pauContos novinha perdeu cabaço do cu com roludao tremmeninas que gota de gozada na boca pornovideo. caseiro. de. sexo. mulher. covida. omarido. pra ir. na. casa. duma. amiga. muito. gostosa. ela. provoca. omarido. da. amiga. e. rola. sexo. com. os tres. gratismas o porquê que não me permitam baixar videos da zoofilia?contos eróticos mulher transando com negãoContos eróticos a gordinha e personal trainermeu corninho, fotosbaixinha chupadora de espermaxxvideo mae fazendo gimatica e filho comi elarapaz com pau enorme na prai de nudismo no brasil e gostosa nao resiste e da p elexvidio confusão em família pai gosou dentro da bucetameu namorado botou o dedo minha vagina e sanfrei nao sou mas virgem videobucetaazedinhae já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoraquero ver mulher g****** gostoso monografia g****** gostoso XVídeosContos d casada com cu arrombad por negroes traficantcontos eróticos dei pra estranhos pelo buraco na paredexvıdeo novınha gozando muıtocobtoseroticos uma pequena apostaas coroa que fumo um maço de cigarro pornôGostosas peladas com silicone na bumda que fazen os guri bate punhetacontos ineditos de sexo entre primas primos e tiascontos eroticos estuprada pelo garipornô doido corno Deixou o cara comer sua esposa e seu cuzinho na sequênciacasa do contos eróticos publicadoshttp://www.bookess.com/read/15804-coletanea-ele-ele-primeiras-vezes/ ComentáriosBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAler contos eróticos primo com prima gordinha gostosa d********* para o primo bem dotado história realtrabalhadora chote curto pornocasadas sirrricasloirinha perguntava se fodia gostoso xvideosWww xvideo.com depiladora ñ resistiu a picacalça legui caladinha na casada xvideovídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadoContos eroticos cunhada cdzinhaxvedeo as 20 mehores gozada