Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Fui Abusada por meu pai e acabei gostando ... *-*

Um conto erótico de Camilly Sapeca
Categoria: Heterossexual
Data: 04/10/2016 20:04:46
Última revisão: 05/12/2016 14:37:29
Nota 9.33

Oque vou contar aqui e Real aconteceu mesmo comigo e com meu pai desde meus 14 anos ate quase meus 19 anos, sou de itaquaquecetuba SP tenho 22 anos, vamos la !

Quando eu estava com 14 anos, eu estudava de manha, minha mae sai as 5:30 pra trabalhar e eu acordava as 06:00 pra me arrumar e ir pra escola, meu pai tinha que acordar 06:30 pra vender doce na porta da escola pois essa epoca ele estava desempregado, eu acordava me arrumava e chamava ele, quando ele levantava eu sai pra ir pra escola, chamava meu primo que morava no mesmo quintal que agente e ia com ele pra escola que era na mesma rua aonde moravamos, depois da escola na hora da saida la estava ele dinovo vendendo os doces na saida de um periodo e esperava a entrada do periodo da tarde, nesse intervalo eu ia pra casa e fazia o almoço e limpava a casa e fazia minhas tarefas da escola ate a hora que minha mae cheva por volta de 14:30 a 15:00 esssa era minha rotina, um dia acordei e ele ja estava acordado, tomando cafe na cozinha, ai quando me viu fez uma cara de bravo e disse que precisava falar comigo uma coisa muito seria, eu assutada achando que iria apanhar ou que ia tomar alguma bronca disse que sim todo bem, eu tinha acabado de acordar ai lembro ate a roupa que estava um camisão e um short leggy, estava indo pra o banheiro, ai ele se levantou da mesa venho em minha direção e me pegou pelo braço forte e me levou pra o quarto dele e da minha mae, nao teve nem esforço ja que ele e bem mais forte que eu e as fortas são quase uma do lado da outra, entrando no quarto ele encostou a por todo bravo e me perguntou :

- Oque voce ainda fazendo que seus peitos estão tão grandes ? e sua bcta tmb esta muito grande pra sua idade !

- Nada eu nao fiz nada ue sempre foram assim ...

- Mentira, voce anda aprontando sua safada, ta virando puta da vila ? vou contar pra sua mae, mais antes disse quero ia saber um negocio !

Ai ele baixou meu short, nessa hora me assustei, ai ele me empurrou na cama e veio por cima de mim, so que nessa hora em exato meu primo chamou na porta pra irmos pra escola, ao ouvi meu primo julio chamando meu pai se assustou e saiu de cima de mim dizendo que se eu contase pra alguem eu iria tomar uma baita surra, eu nao entendi muito bem oque tinha acontecido ali e nao iria perguntar ainda mais pra ele, mesmo assim fiquei assustada, alias muito assustada, rapidamente me arrumei e fui pra escola preocupada e pensativa e assim passei o dia, quando cheguei em casa ele mal falou comigo, estava frio e arredio, ate a hora que minha mae chegar, e eu obdecendo seu pedido nao disse nada a ela, passou algum tempo ele voltou a tentar saber aquilo e sempre tentava sempre do mesmo jeito, quando nao tinha ninguem em casa, ele me pegava me jogava no quarto e tentava me pegar meio que a força, mais nao sei oque era sempre algo o atrapalhava sempre na hora H sabe, ou minha mae chegava ou alguem chamava no portão sempre tinha alguma coisa pra atrapalhar, nesse meio tempo fui tentanto me informar, cheguei a conversar ate com Policial e ele me disse que sempre provas nao poderia fazer nada contrar ele, ai começei a tentar gravar ou sempre estar perto do meu celular, ele percendo isso deu uma parada passou alguns meses sem tentar, e começou a esperar eu colocar o celular parar carregar e nao ter ninguem em casa pra me obsservar .

Ele tinha um amigo que sempre chamava ele pra pescar, ele sempre ia as vezes de manha, as vezes de tarde nos fds, e muita vezes sai de madrugada, ele sempre arrumava as coisas e chamava minha mae pra abrir e fechar o portão para ele sai com o carro, uma vez minha mae nao quiz ir reclmando do frio pediu pra ele me acordar e eu abrir e fechar o portão nas primeiras vezes era sober tranquilo ele colocava as coisas no carro, eu abria o portão ele me abraça e entrava no carro, eu fechava o portão e ele ia embora, ate ai todo normal, so que começei a sentir uma certa maldade no abraço de despedida dele, tendo vezes dele segurar na minha bunda ao me abraçar, dai pra frente ele ficou mais ousado nessas saida, começou a caprichar quando ia me acordar pra abrir o portão, começei a acordar com ele passando a mão em mim, te que eu um dia por puro desespero, eu pensei em deixar el agir pra ver aonde aonde ele iria m fingindo durmi profundamente ai ele aproveitou sempre tentava passar a mao no meu peito ou na minha bunda e eu la firme tentando fingir que dormia, mesmo assim curiosa pra saber ate aonde ele iria continue com essa de deixar ele ir, fica quieta nas tentativas noturnas, fingindo dormir, ai ele começou a conseguir pegar no meu peito, fazer carinho nesses, apertava minha bunda, passava a mao na minha ppk por cima do short, e ate passar o pau na minha coxa comigo fingindo dormir, nas primeiras vezes eu fiquei ate com nojo, mais com o tempo eu nao sentia nada, nem de ruim nem de bom, eu simplimente nao sentia nada, nessa ficamos quase 6 meses, ele nao fazia nada durante o dia pois um bico que ele tinha arrumado como pedreiro nao tinha mais oportunidade sozinho comigo, ate que uma dia ele caiu de um andaime e se machucou, foi obrigado pelo patrão a passar umas semanas em casa .

Ele ficava em casa e quando eu chegava da escola tinha que ficar sozinha com ele por volta de 3 horas ate minha mae chegar, os primeiros dias foram bem sossegados ele nao tentou acho que estava dolorido pelo queda que tinha sofrido no trabalho, ate que uma noite ele e minha mae brigaram e nao sei porque, ela empurrou ele e nisso quebrou o a porta do banheiro fazendo com que minha mae colocasse uma coberta imporovisando uma porta, quando foi no outro dia ela foi trabalhar e eu acorde pra ir pra escola, escultei ele levantar mais tmb nao falou nada comigo, usou o banheiro e tmb nao falou nada, so que quando ele saiu, ele mesmo me disse que tinha tido que tirar a sabonete que tinha acabado e se eu poderia por outro no lugar, disse que sim ai ele me entregou o sabonete e ficou me olhando eu pedi pra ele sair que eu queria tomar meu banho, ai ele disse que so sairia se eu desse uma voltinha pra ele com a maior cara lisa, disse que nao que nao iria se mostrar pra ninguem, ele saiu numa boa, rapidamente sai do banho e fui pra escola com raiva, quando cheguei em casa a tarde ele estava la a casa toda quase sem luz, ele disse que tinha dado curto na rede eletrica e que ja tinha ligado pra virem arrumar, quando entrei ele veio atraz de mim me pegou pelos cabelos, e me levou pro quarto, quando me jogou na cama, ja veio por cima de mim como um bicho me segurou e veio entre minha pernas senti sua pica dura com pedra por cima do short, ele disse que se eu nao deixasse ele iria me por pra fora de casa, que sabia que eu estava fazendo na rua e que eu era muito safada que minha mae nao iria ficar contrar ele, e eu sabendo que minha mae nao ia fazer nada por mim, acabei deixando ele tirar minha calça, quando ele tirou seu short eu fiquei com medo e quiz desisitir ele foi mais forte e me manteve na cama e disse que nao ia duer e que eu ia gostar, mesmo relutando ele entrou no meio das minhas pernas, entre ele e eu so tinha uma calcinha fina, que ele colocou de lado rapidamente quando ele veio pra colocar, que sentir a cabeça da pica dele tocar na minha ppka, senti um calor estranho, tentou colocar umas 4 vezes sem acertar comigo me debatendo, na 5 tentativa ele me acertou de uma vez so ate o fundo, deu um berro, me senti toda rasgada e ardida ele ficou parado, uns 5 segundo e me olhou nos olhos e bem devagarzinho começou a bonbar, senti duas bonbadas quieta ate entrar em desespero dinovo ai ele tampou minha boca e me segurou, e continuou fodendo, conforme ele foi bonbando e eu me debatendo senti minha bcta molhar e a ardencia parar um pouco, ele ate disse :

- Esta gostando ja ne esta molhadinha .

Ouvindo isso vi que nao tinha mais jeito e tentei ficar quieta e rezando pra acabar logo, e deu certo ele bombo por uns 20 min e tirou gozando na cama, a disse que se eu contasse eu iria tomar uma surra e ia morar na rua, colocou o a bermuda e saiu como se nada tivesse acontecido, ele passou algum tempo sem falar comigo, passei alguns dias enburrada no meu quarto, fazia de todo pra nao ficar em casa, ai um dia minha mae recebeu um telefonema da minha avo dizendo que meu avo nao estava bem preocupada ela foi visitar o meu avo, me deixando sozinha com aquele tarado, ja havia passado mais ou menos uns 20 dias que ele tinha conseguido me pegar .

Era uma tarde chuvosa, um tempo feio e frio quando o dia que minha mae viajou pra minas para a casa da meus avos, ele chegou em casa em silencio mais calmo, passou por mim que estava na sala rindo e disse :

- Se prepara que hoje tem kkkkkkk, e foi em direção do banheiro e entrou no banho, admito tive oportunidade de sair de escapar mais algo me fez ficar em casa mesmo depois do aviso .

No banho ele me chamou pra entrar uma toalha que tinha esquecido, fui ja sabendo que ele poderia tentar alguma coisa, entreguei a toalha e quando me virei senti uma palmada na bunda, e ouvi ele dizer : -Vou te comer gostoso hoje !

Voltei pra o sofa me acalmei, pensei comigo, se eu relutar vou apanha na certa, se eu me acampar ele rapinho termina .

Ele saiu do banheiro pelado veio direto ate mim, parou na minha frente passou a mão no meu cabelo quando olhei pra ele dei de cara com a piroca dele dura com rocha bem na minha cara, ele riu acariciando meus cabelos e bem calmante, disse : Papai quer voce hoje, vamos brincar ?

Fiquei em silencio, ele segurou meu cabelo e eu fiquei quieta, ele passou o pau nos meu labios continue quieta ele passou dinovo so que forçando entrar em minha boca, disse em voz baixa pra ele :

- Eu nunca fiz isso, nao sei fazer .

- Abre a boca que eu faço !

Abria a boca e ele me segurou forte pelos cabelo, senti um arrepio ele foi colocando devagar a piroca na minha boca e fazendo um vai e vem devagar, dali começou a fuder minha boca devagar, confesso que gostei da sensação, ele fodeu minha boquinha por uns 10 min, pediu pra eu tirar a calça de moleton que eu estava, me levantei e fui abaixando a calça com a calcinha junto, ele disse :- Ja esta ensinadinha eim .

Me virou pra o sofa me fazendo ficar de 4 pra ele, pediu pra que eu me empina-se a bunda e ficou me admirando por um tempo veio por traz de mim pinselou a piroca na minha bct ate meu cuzinho e voltou ficou fazendo isso, me senti mais avontade e começei a molhar a buceta lubrificando todo, acabei ate deixando escapar um gemindo timodo e baixo, foi a deixa pra ele segurar meu quadril com uma mão e conduzir a piroca com a outra, me penetrando ate o fundo, e começou a bonbar nem muito rapido e nem muito devagar, uma bonbadas firmes, ficou assim por um tempo, depois pediu pra vir por cima de mim, me deixei no tapete e abri as pernas ele veio ja mais afoito, me penetrou firme mente, com estocada mais rapida e fortes sentia meus peitos balançarem ele os tirou pra fora e começou a chupalos como um bezerro sem parar de me foder, depois de algum tempo num ritimo rapido ele anuciol o gozo, acelerou as bonbadas, e tirou a piroca ja cuspindo seu esperma no tapete, me deu um beijo na testa e foi pra seu quarto, ao levantar disse : - Vai tomar banho, jaja vamos jantar, levantei e fui tomar meu banho, de baixo da agua pensei bem, me senti meio suja um certo remoso sabe por ter deixado, passou alguns dias minha mae voltou todo voltou ao normal, ele começou a ficar mais ousado, nao ligava mais se minha mae estava ou nao em casa, se ela se ocupasse ele me puxava pra o quarto, mais so conseguia que eu mama se a piroca dele, ele teve mais unas 4 tentativas assim, e eu começei a fica com vontade quando ele demorava a tentar sabe, começei a perceber que gostava quando ele me abusava, me pegava a força, dai começei a pesquisar se era normal vi varios caso de abuso na internet, mais soube sobre o incesto vi varias historia algumas piores que a minha sabe e estranhamente senti prazer vendo aquilo, ai resolvi me entreguei de vez, começei a esperar ele tentar, muitas vezes a provocar ele andava de calcinha em casa minha mae estando ou nao, começei a ser mais carinhosa com ele abraçava ele, sentava no colo dele, as vezes que eu sabia que ia ficar em casa com ele sozinha eu fazia de todo pra entrar no quarto dele limpava la umas 10 vezes por dia, mais quando ele tentava eu me debatia um pouco so pra nao dar na cara sabe kkk tentar disfarçar so que era como tampar o sol com a peneira kkkkkk, chegou ao ponto de uma vez eu estar limpando o quarto deles passando um pano nunca estante e ele chegar atraz de mim quando pegou no meu cabelo eu empinei a bunda pra ele, so teve o trabalho de abaixar meu short eu tava ate sem calcinha pra ele, so meteu o na minha ppka me comeu ali mesmo, a essa altura nossas tranzas estavam mais completas digamos assim, eu chupava ele, ele me chupava, comeu minha bundinha algumas vezes, ate na minha cara ele chegou a gozar, passamos anos assim eu ja estava com 18 anos, eu ja tomava a inicativas pra me comeu, so que de 3 anos ele disse que era melhor parar pois era errado ¬¬ e tals ai fico sem jeito de chegar, nele ele me evita de todas as formas oque me restou foi me conformar no fim, confesso que sinto falta do meu pai me abusando ...

Hoje tenho 23 anos, sou solteira ainda moro com eles, mais nada acontece mais, nossa relação pai e filha melhorou um pouco nao e tão fria como antes, ele e carinhoso e atencioso, sempre quer saber se preciso de alguma coisa kkkk

EMAIL- [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/02/2017 01:27:16
Nossaaaa até gozei com esse conto. Parabéns!
26/10/2016 03:43:17
Oi joice.sousa.gostaria de trocar experiencias com vc.tenho algumas experiencias parecidas.vc tem
uem
13/10/2016 01:11:28
delicia
08/10/2016 16:43:45
Seu conto é um tesão, e sua foto de perfil do face é um tesão. Nota mil para seu conto,de uma lidar em meus contos.
07/10/2016 01:20:57
Mt bom vizinha
05/10/2016 12:53:40
obgada a todos
05/10/2016 00:55:55
Legal.




Online porn video at mobile phone


ninfetinha de saia comprida provoca dog zoofilianovinha olha u padrasto pelado .e bati um sirirecapai pegou eu e meu irmao gay no sexo e entrol no sexocorno prefere se masturbarmeu padrasto me arretava gostosocuiada provoca cuiado d xortiu de dormixvedeo as 20 mehores gozadacasada fode ate ficar esgotadaPorno contos de traicoes dentro da propria casaContos Afilhada batendo punheta para o padrinhoconto erotico corno na lua de melmeu padrasto me pegou no colo contos eroticoscasadas fudendo dentro de Casa com parentesconto garotinho de sorte tranza com vizinhacontos gay afeminadoscontos Diretora de escola adora chupar a rola do vigiacontos eroticos no dia que dei minha buceta pra dois senhores no onibus,dupla penetracaonao aguento essa pica grande e grossa no meu cu sexo gaycasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetafilmes pornodoido dbsm com uma branquinha doida para ver o pau do negrao entrarsexo ruiva nu riuconto erotico iniciando viadover vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger vai terque da pontomulher que encolheu todinho com ponta do rabo XVídeos brasileiroCasadoscontos ganhei uma chupeta na minha big rola da minha irma casadaMeti minha pica no xiri da minha sogra de 49 anoscontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramxvidio casada chupano o amigo do filho escondidocontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarmetendo de lado e goasano na portinha da bucetacoroas descuidando da calcinha e da bufeta gostosaminha mulher resolveu comer meu cuadorei picao do papai na minha bucetinhatravestis bem dotado sendo errabados realcuzao da tia vim nao aquentei mobile pornvidio di hme k toroco disexover contos eroticos em que maes sao flagradas pelas avos fudeno com os filhos pauzudosmachos da periferia marentos na punhetadoce nanda parte IV contos eroticosContos eroticos adestrando o viadoex cunhado cacetudocomendo cu da sogra da minha sobrinha contossexo os homems enfiam a pingola deles dentro da mulher e vai soca soca e vai socando video que da pra abriminha esposa dormindo toda gostosa todaolhadinhaver homem chamadobucetaviolentada na escola contoadorocuzinho cabacoacompanhando que Rominho ligoumulheres agachadas com buctao reganhadoO Certinho e o Desleixado (Capítulo 3) casa dos contosQuero assistir filme pornô mulher sendo arrombada pela uma muda de limãomorena anda na rua de vestido branco ai himen vai ate la e fode elaconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadevídeo caseiro pornô mulher no macacão com passando a mão na buceta dela gordafilha um dia essa buceta vai ser minhavideos de zoofilia mulher tarada por um jumento desmarcadosogra fagar gero de pau duroesgichada de gala da bucetacontos eroticos ele esfolou meu rabinhoEu Queria arranjar uma queria que passasse um filme para mim né e mulher pelada para mim entendeumulher falando juramento de gemido vídeos pornôminha cunhada punheteira contos reaismulher f sexo escanxada no palporno brasilero ela queria fujir de tanta fodanao cnseguiosexotesaogostosoConto.erotico sogra tatoadaconto titiocomeu meu cu no natalcasada foi pra oficina dar pros mecanicosxvideos nao resisti ao padrasto dotado q fode sem do ela gemendo muitocontos casada chantageada pelo porteirobucetavideo porno de homen com fimosecontos na piscina,, mulher de corno chegando com biquíni transparente e corno viadoporno minha esposa chupou o pinto do agiota pra pagar minha dividawww.xvideos novinhas dando um emprevisto pra foderbrincando escanchada contos pornoquando vc e virgem e transa fala com a pessoa q e virgeme na ele fala q vc e muito gostosa pqcontos meu primo gordinho foi dormir comigo e comi o cuzinho deleCANTOS EROTICOS DE ZELADOR PIROCUDO COM MORADORA DO CONDOMINIOxvideos putas fazendo sexo com cavalos rasgando avagina sangrar