Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Fogo Cruzado - Capítulo 7

Autor: Lollitta
Categoria: Homossexual
Data: 01/11/2016 23:00:05
Última revisão: 29/11/2016 05:45:34
Nota 10.00
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Capítulo 7 - Negação...

-Amanhã sua advogada virá lhe ver. É bom você contar a verdade a ela, pra que ela pense em alguma mentira pra defendê-la. -Disse, indiferente ao que havia acontecido, levantando-se, saindo da sala e me deixando pensativa sobre o que havia acontecido.

"O quê foi isso?" Pensei me lembrando do beijo, seus lábios mácios, a língua inquieta, a saliva doce e algo em mim se acendia... Eu havia beijado uma mulher!

Depois de algum tempo pensando no beijo, voltei a realidade e lembrei que estava em uma cela, presa.

"Advogada... Minha mãe contratou uma advogada?" Refleti, imaginando como estaria minha mãe. "Ah mamãe, eu sinto tanto por esse mal entendido."

Após refletir sobre tudo, acabei adormecendo.

-Bom dia, senhorita. -Assim que acordei, não foi a voz de Rodrigo que ouvi, mas sim a de um outro policial que também não era o tagarela que estava com Rodrigo no dia em que fui detida.

-Bom dia. -Respondi secamente.

-Sua mãe e advogada estão aqui para vê-la. -Falou me fazendo suspirar com a hora que elas haviam chegado. Sete e meia da manhã.

-Você pode tomar banho. Eu espero. -Disse o policial que ainda não havia aberto a cela. -Obrigada. -Falei indo pro banheiro, onde estavam minhas roupas e produtos de higiene e lá fiz tudo que precisava rapidamente, antes de deixar a cela e ir ao encontro da minha mãe e da advogada.

-Mamãe! -Falei assim que me aproximei de minha mãe.

-Filha! -Me abraçou chorando.

-Policial, por favor, tire as algemas dela. -Pediu a advogada.

O policial me soltou e pude abraçar melhor minha mãe.

O policial saiu da sala de visitas e ficou ao lado de fora. Depois de chorar muito no abraço de minha mãe, nos sentamos em algumas cadeiras e a advogada me cumprimentou começou a falar.

-Sou a advogada Letícia Silveira. Sua mãe me contou o que aconteceu, mas preciso saber de você.

Me apresentei e contei a ela tudo o que sabia: Havia sido confundida com uma criminosa e presa no lugar dela.

-Hum... Me parece simples. -Disse a advogada, fazendo parecer fácil.

-Simples? -Perguntamos eu e minha mãe, juntas.

-Sim. Como a polícia sabe quem é a culpada, apenas precisamos pedir que eles tirem suas digitais e comparem com as da verdadeira assassina. Então verão que você é inocente e em menos de uma semana você estará livre e limpa com a justiça.

Conversamos mais algum tempo e o policial anunciou o fim da visita, me despedi de minha mãe e da advogada e após ser algemada voltei pra cela e tomei o café da manhã que provavelmente, Rodrigo havia deixado. Ele devia estar envergonhado pelo que aconteceu, ou melhor, quase aconteceu na noite anterior.

Na verdade, eu não sabia o que pensar. "Por que eu não beijei Rodrigo, mas beijei a delegada?" Essa pergunta não saía da minha cabeça.

"Não deve ser certo uma pessoa gostar de outra do mesmo sexo..."

"Por que eu fiz aquilo?"

"Por que senti meu corpo queimar?"

"Por que senti vontade de ir além?"

Vários pensamentos e perguntas não saiam de minha mente e foi assim o dia todo na tediante cela da delegacia.

Por volta das sete horas da noite, acabei adormecendo. Acabei sonhando com o belo par de olhos azuis novamente. Porém dessa vez, eu pude ver o rosto dela. O Rosto da doutora...

-Isabella... -Ouvia sua voz rouca sussurrar meu nome.

-Doutora... Ahh... -Abri os olhos despertando do sono eentão vi que que Rodrigo estava me olhando preocupado e chamando meu nome. Na hora enrubesci pensando em tudo que podia ter falado enquanto dormia.

-Eu trouxe seu jantar. -Falou enquanto eu me sentava.

-Obrigado. -Agradeci tomando a bandeija de suas mãos.

Ele sentou-se ao meu lado. Como sempre, parecia cansado e desabou com o rosto sobre as próprias mãos, como se estivesse com sono. Não conversamos enquanto eu jantava.

-O jantar estava ótimo. -Iniciei conversa após terminar, tentando dissolver a atmosfera tensa que se instalava entre nós.

-Que bom que gostou. -Sorriu me olhando e eu devolvi seu sorriso. -É... Isabella... -Percebi um certo embaraço em sua voz.

-Sim... -Respondi.

-Me desculpe... Por ontem... -Falou constrangido.

Eu enrubesci novamente. Havia até me esquecido disso.

-Tudo bem... -Falei tomando suas mãos e as agasalhando nas minhas.Uma delas estava enfaixada. -Você tem sido muito gentil comigo. Obrigada. -Disse lhe dando um abraço rápido.

-Você não merece o que está passando Isabella. -Afirmou tirando uma mecha de cabelo de meu rosto e se aproximando. -Você fica tão bonita sem aqueles óculos. -Falou sorrindo bobamente.

"Talvez eu deva dar eles a você" pensei sorrindo.

-Obrigada... -Agradeci o seu elogio

Ele continuou me olhando como se eu fosse uma jóia rara encontrada no Antigo Egito.

"Não custa tentar. Vai! Você consegue Bella." Em meus pensamentos eu tentava me convencer a beijar Rodrigo. No fundo, eu tinha medo de não sentir o que senti com a delegada.

"Não pode ser tão ruim assim, não é?" Esse foi meu último pensamento antes de agarrar Rodrigo.

Continua...

Comentários

10/11/2016 00:14:33
Muito bom
09/11/2016 15:30:59
E foooi.. Diferente
05/11/2016 14:52:09
Perfeito *.*
03/11/2016 14:40:25
Ótimo!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Porno contos de traicoes dentro da propria casaContos Eróticos. Dona Veradeixei minha mulher tranzar com negao megaporno sombra brasileiro pauzudo so com vovo 60anosenfiando o dedo na cabacinha delaconto sexo "Minha Filha II"tathy ellen contosbaixar jogos de Ferrari deixando o rapaz tirar o sutiã dela para mamar nos peitoswww.contos eroticos cunhado caçula pauzudo come cu da cunhada gostosaporque o quando nomoramos os homens ficam pegando na bunda da mulhermanual de corno manso gatobomporno familia jurássicafilha adotiva safada com mae e pai contosdoce nanda parte cinco contos eroticosxvidioxx fudeu a mae contos eroticos de gemeas rabudas estupradas por mecanico do pau giganteporno ele para pra descansar da caminhada e pega morena agua e fode com elezoofilia no Congoeu quero ver o sexo entre lésbicas sadomasoquismo com lactofilia ela outras mulheres mamando nela e amamentando três mulheres chupando peitovideos de meninas llevando fortes choques de fios de luz na buceta pelada ate hritardupla de caralhudos rasgando o cuzinho no pornodoidocontos incesto mae gtsTurbo negro contos gays.contos eroticos com viuvas ricas e mulheres sedutoras ricasnovinha gostosa tira roupa oro cunhadoXvideo vou contar como acabei transando com uma irma da minha igreja elaera casadaContos lambendo chulemotoqueiro gay passivo contovideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodadoce nanda parte cinco contos eroticosvideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodaeu qeuro vidio di sexocachorro mete na buceta e sai puxando a dona vídeoapaixonado por um hetero cap 19Contos eróticos da minha noracorno veno esposa dano cu e falano que nao guenta pornodoidoprofessora safada falando putaria pro donzeloflagrei meu irmao comendo nossa mãeeu já perguntei onde tu tava ontem Live sexo vídeo pornô deixa que eu adoro vai bater igual a ShakiraPorno anal queroeu vou cagadoce nanda contos eroticosputa lambe pe do macho contomulheres santinhas safadasbaixa lourinha cafungada com o negaocoroa e varoa safadadvd porno vizinho come cu vizinha a forcabucitnhacontos de sogro metendo pau na noravelhas coroas gostosas sentadinhas no colo sendo enrabadaseu perdi a minha virgindade com cara da pica de 40cmporno contosminha mulher eo estranho carroxvidio no binha petdeno ocabadocontos eroticos de gravidez de gemeas com gravidezvitinho meu sobrinho contos gaysnem te conto anal em motelquantos centímetros tem o penes do pro boteinobiba boqueteras pornocontos de sexo depilada na praiacontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramSexo com fucionaria buceta apertadinha relatosCasa dos contos eróticos perfil pluto69ouvir barulho do pinto entrando na buceta pornôconto erótico de mendingover contos eroticos em que maes sao flagradas pelas avos fudeno com os filhos pauzudoscontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesvídeo da pelada gostosona morena aquelas bem gostosa e morena e bem gostoso se tu não fazer carvãoContos eróticos minha mãe e os cubanos - parte IVpornodoido dividio namorada com amigo do execitopono coxada mulher tera cacinha dela metro so saia 2017levantou o vestido da coroa evagelica e passou a rola.comconto eurotico academia com o menino bundudocontos gay iniciadores de boys inocentes fotos gratisquero ler histórias e conto de homem casado que deu o c* pela primeira vez o c****** vídeo para travesti do pau gigante chorou rebentou em conta se dói ou nãomundobicha ver dois garotos transando em galpao abandonadoCármen e a patroa contos eróticosxvideos paacas.com.pevideo de padrasto tentando resistir a enteada sentando no colo deleas buceta sussurrantecontos vi uma mulher cagandoum uisque depois de um cigarro pornovidioporno coroa branca buceta bem arbetavídeos amador de homem tirando a calcinha da mulher no ônibus e ela fingindo que tá dormindoCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAchifruda voyeur cuckqueanporno brasilero ela queria fujir de tanta fodanao cnseguiome fode seu desgraçadomomento de carinho dando mordidinhas na nuca e desce lambendo as costas até chegar no cuzinhonando ta duendo nando ai minha buceta nando ceta poinhndo tudocontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesimem roludodoNovinha excitidafui iniciada como cadela e gostei