Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Maju Cap - 1

Sou a Maju, sou bem novinha, conto para vocês de como tudo aconteceu entre eu e meu querido e muito amado papai . Meu paizinho tem 60 anos, eu 20, sou filha unica e meus pais se separaram faz 3 anos, como minha mãe é uma vaca, eu aos 17 anos preferi ficar morando com o senhor Manoel, meu papai . No começo da separação foi tudo muito, mas muito dificil . Embora meu pai esteja muito bem de situação financeira, contratou uma senhora para cuidar da casa eu é que tinha que ver o que teria que ser feito, jantar, limpe-a, roupas e muitas coisas mais, eu era uma dondoca, no sentido que eu só estudava e não sabia das coisas da manutenção de uma casa . Mas aos poucos tudo se ajeitou e eu controlei a situação, estudava e muito, eu queria entrar para a faculdade, coisa que consegui numa boa . Minha mãe mudou de cidade equilômetros de nos, hoje eu até acho pouco, ela devia ter mudado de planeta eu acho . Os meses foram se passando eu eu ficando mais madura e mais . . ., mais, sexualmente ativa, claro que aprendi a me masturbar como toda garota normal, normal em termos porque eu ao invés de desejar os meninos da escola e ou outros garotos da minha idade fui ficando cada vez mais alucinada pelo meu pai, ele mal chegava em casa a noite e eu servia o jantar exitadíssima, a gente ficava conversando eu eu ficando molhada, meu sexo babava e sentia umas contrações fortes no meu sexo, forte a ponto de eu precisar sentar e cruzar as pernas, para meu pai não perceber, minha xoxota ficava latejando e literalmente piscando, terminávamos de jantar e ficávamos conversando um pouco sobre nosso dia, eu tremia e corria para o meu quarto e batia uma sirica descontroladamente, eu gemia e embora fosse virgem eu sabia que queria meu pai e seu cacete dentro de mim . Com todo esse tesão descontrolado eu fui aumentando minha ousadia e ficando cada dia mais provocante, as roupas mais curtas e sensuais, eu ficava sem sutiã, com meus seios duros, sim, eu ficava com os bicos dos meus seios duros, rijos e fazia questão que ele visse, coitado hoje eu vejo quanto eu o fiz sofrer, numa tarde se sábado meu pai saiu para ir ao barbeiro, voltou meia hora depois chateado e sem ter feito a barba, nossa papai o que ouve desistiu ?, não filha é que o barbeiro ficou doente e não veio trabalhar, vou ter que fazer a baraba eu mesmo . Não de maneira alguma eu faço para você, deixa comigo . - mas filha você não sabe como fazer a barba eu mesmo faço pode deixar, não papai, eu sei sim, eu faço !, como assim você sabe, ?, sei sim papai eu me depilo sabia ? nunca me cortei com as laminas, eu fico toda lisinha, quer ver ?, meu pai teve um choque, lisinha ? ver ? ele ficou totalmente desconcertado . . Eu tinha certeza que ele também se masturbava pensando em mim, mas eu sabia que ele sozinho JAMAIS tomaria a iniciativa de me possuir, eu é que tinha que dar uma solução, é era urgente, não dava mais para disfarçar . Quando eu fiz 18 anos, meu pai me pediu que tira-se a minha habilitação de motorista, entrei em uma auto escola e aprendi super parido . Não passou nem 2 meses e eu chegando da escola numa sexta feira a tarde encontro alem do automóvel dele da nossa garagem um outro veiculo zerinho, eu chorei de agradecimento pilei no pescoço dele e o beijei de toda maneira, beijei o rosto a face a boca e eu o beijava loucamente . Não vou contar a marca nem o modelo, mas é um carro lindo, muito bonito . Eu te amo papai eu te amo eu repetia incessantemente, ele ficou até constrangido, eu aproveitei a situação e falava : sou tua, sou tua, meu amor . Amanha a gente sai para dar umas voltas e eu vejo como você esta dirigindo ok ?, sim claro papai, claro . Imaginem vocês queridos leitores, se eu já ficava exitada com meu pai normalmente todo dia, imaginem com um automóvel zerinho na garagem, já pensaram ?pois é, foi dificil dormir aquela noite, mas não me masturbei, eu sabia o que queria, era algo grande . . . bem grande . Acordei fiz o cafe, a senhora que me ajuda nas coisas da casa não vem aos sábados . Tomamos nosso cafe da manha e saímos com meu carro novo, automático, super fácil de dirigir, andamos por volta de 30 minutos e eu fiquei mais tranquila e pensei comigo é agora ou nunca e tomei a decisão da minha vida . Estacionei o carro e desliguei o motor, coloquei meu braço em volta do pescoço dele e com as duas mãos eu beijei a boca dele, obrigado papai, obrigado e continuei o beijo, ele no começo ficou impassível e se recusava a beijar, somente eu é que estava beijando, apos um tempo ele entrou no jogo e também segurando minha cabeça, respondeu com um beijo que me fez tremer inteirinha, meu sexo contraiu violentamente, sem poder segurar eu gritei baixinho ai, ai, ele afastou a boca e me olhava fixamente, - vamos voltar para casa filha . Em silencio voltamos, entramos e fomos cada um para o seu quarto . Acho que era por volta do meio dia, deitei na cama, pensando eu estraguei tudo sou uma besta mesmo e desandei a chorar, chorei e chorei . adormeci chorando, acordei um papai mexendo no meu braço, filha acorde . acorde já passa das 15 horas, vem comer, vem eu fiz uma macarronada para nos . seus olhos estão vermelhos, você chorou não é mesmo ?, sim papai eu chorei voe me deu um super presente e eu magoei você, desculpa eu prometo que nunca mais vou fazer isso eu prometo . Filha eu também amo você, amo muito, muito mais do que deveria, eu, também desejo você mas temos que resistir filha temos que resistir . Resistir porque ? qual o problema, qual ? . Meu pai começou a sair do quarto e eu pedi fica por favor fica e me ouve, por favor e comecei a chorar novamente, eu soluçava e chorava . Não podemos, não podemos . Pai ! sou virgem, estou me guardando para você, vem papai me faz sua mulher . Filha beijar é uma coisa mas fazer sexo é outra, muito diferente . Pai veja eu estou lisinha, veja e ficando em pé eu me pus nua, inteiramente nua, eu tremia de emoção e de desejo . Ele me olhou dos pês à cabeça e fixou o olhar na minha chana, arregalou os olhos, - filha, pare por favor . E saiu correndo do quarto . andou uns passos no corredor e voltou, voltou e muito bravo falou : eu bato uma punheta mas não faço isso com você . Ai fui eu gritei completamente sem controle, ok então eu vou dar minha buceta para o primeiro que aparecer, você não quer mas outro há de querer . Ele foi para a cozinha e lá ficou . Me recompus e fui também . Comemos o macarrão, esta muito gostoso eu falei e ele agradeceu, obrigado . Fui para a sala e fiquei quieta, ele lavou os pratos, guardou a sobra e veio, sentou e me olhando fixamente perguntou : quando vai ser ?, nem esperei ele terminar e respondi AGORA !, JÁ . Ele apoiou os braços no sofá levantou se e falou, ok eu vou tomar um banho, vá você também, e venha ao meu quarto, falou e saiu . Me lavei apresadamente e fui até o quarto dele, ele já estava deitado com o peito fora do lençol, peito peludo e com os braços fortes, meu pai é um tesão de homem. fiquei em pé na frente dele, eu vestia uma camiseta bem grande e larga, pude ver que ele estava com o pau duro, deva pra ver e ele não tentou disfarçar como tinha feito muitas vezes, eu viu que e o olhava e levantou ligeiramente o lençol e me convidou vem, vem meu amorzinho vem para o papai . Eu estava paralisada, ele viu minha excitação e tirou inteiramente o lençol, eu vi o membro dele, o caralho dele, o cacete que me tinha feito a 20 anos atrás . Grande eu falei, muito grande . caminhei em direção ao meu lado da cama e ainda em pé fiquei nua, deixei cair a camiseta e ele pela primeira vez na vida viu a minha buceta, eu todinha depilada e somente com uma racha entre as pernas, - filha que buceta linda que você tem, vem para o papai vem . Antes de deitar e consumar tudo eu ainda tive a presença de com as mãos arreganhar minha buceta e falei olha, eu guardei para você, ZERINHO . Um caralho enorme e duro, uma buceta babando e implorando para ser metida, nossa que foda !, meu pai a mais de 3 anos sem foder e eu nunca tinha sequer segurado uma pica, zeradinha . Foi uma FODA inesquecível, ele meteu e meteu segurou o gozo por muito tempo, o velho é um fodão, hoje eu sei .Sei lá quanto tempo durou so sei que sangrou um pouco, doeu e gostei de ter um caralho enterrado na minha buceta . Papai o que acontece agora ?, ele arfava e gemia, filha eu vou ter que gozar, não consigo segurar mais, eu já esta com a buceta anestesiada, nem sentia mais e ele aumentou os movimentos cada vez mais rápido e mais forte, eu comecei a gemer de dor, ai, ai, mas não para para favor, não para papai . Doeu porque ele perdeu a noção da força que ele tem, me machucou os braços e meu quadril, ele batia o corpo dele violentamente contra o meu e ai sim ele gritou, gritou mesmo, filha estou gozando ! ! !e muito experiente ele tirou o caralho para fora da minha buceta e me lambuzou toda de porra, uma porra que eu queria ter recebido na buceta . Porque fez isso pai ? porque ? eu queria tanto o teu gozo dentro de mim, porque eu fiquei repetindo . Ele mal podia falar, calma filha calma vai ter muitas fodas, eu fiquei com medo de engravidar você só isso, foi por medo . Ok eu pensei, tudo bem, ele tem razão, mas vou aproveitar e sentir o gosto da porra do papai, ai foi de mais, eu penso que é uma questão pessoal de cada uma, cada mulher pode reagir de um modo, só sei que adorei, salgadinha a porra dele me pegou, um tipo de leite DELICIOSO ! . Comecei a lamber os dedos e a chupar, delicia, porra do papai, para mim era mel, néctar . Continua e termina no ( 2 ) ok ?

Comentários

19/01/2017 22:27:07
maju meu email [email protected]
06/01/2017 08:16:11
caralho!!!! vc sabe como deixar agente com tesão..bj amor nesta bucetinha linda. meu e-mail [email protected] vamos conversar?

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vídeo pornô de mulher arrotando dando para baixinhoquero assistir vídeo pornô estupro anal com vibradores e zoofilia misturadopsicologia enfrento hiv minha filha e guei ajudagostosas apimentadinha de tesaoanal normalistaconto mulher sede a chantagem de garoto tranzarmanmando no glelinho sem pararhttp://conto me pagou pra me fudervidiopormo de mulier que noa aguenta pau no cu e bera naoramulher f sexo escanxada no palrebola. simone. pra. mim. gosa. jatou. de. pau. durocontos eroticos de moreno perigosoaribjr/escritorMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticoelacareca contos eroticos de mullheres carecascontos de sexo crossdressingvídeo pornô novinha chupando p***** grande peituda gostosa patriciane nome delacoisinha do pornô bumbum na nucacontos eroticos injeçaoContos eroticos.de filha ajudando paiconto erotico gay minha tia me transformou em meninaasisti filme de porno de graca e sem se escreververcontos eroticos paniquete disse que o diretor fodia sua bundaabusada cruelmente por um negro roludo pornoFazendeiras e seus contos eroticos picantesminha concunha morena gostosa que arrobeicomo chupar a buceta de uma testemunha de Jeováconto porno minha mulher foi ao cabeleireiro depilar a buceta e o cucontos eróticos de padastro abusivocontos eróticos transformação marquinha biquínicontos de sexo depilada na praiadoce nanda parte cinco contos eroticoscontos saunas velhos chubbys gaysidosa masturbano de saia escdei o cuzinho meladinho contosginecologista dilatando o cuzinho dá mulher pra gozar dentroleitinho do papai contos gaysoca no meu rabo na buceta e goza na minha boca video pornôxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixopai fas.fihinha goza primeira ves putariabrasileiraconto erotico briocopaicomeu eu minha irmagozando dentro da mignonzinhacarolzinha baixinha gostoza trepanocontos gay uma viagem inesquecível para o novinhoxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delaXVídeos dando em espera e gostosa queimadinha tirando a roupasexo torrido e desejoCANTOS EROTICOS DE ZELADOR PIROCUDO COM MORADORA DO CONDOMINIOgostosas chupando barman na festaporno vui da naxana vui cu ala ficou bravaposicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celularfilha centa no colo do propio pai no sofa e mete com ele perto da propia familia video pornoso puta velha o negao aroba elas gosa dentroContos coloquei um shortinho d menina e acabei estupradocumeu a buseta da novinha qe nuca tinga metidosobrinha abre a perna para o tiochuparapaxonado pelo primo brutamontes 3 contos gayamarados com cordas e mulheres tatendo punheta ate eles gozar xvideosnovinha encostada ne parede rebolando casseteXVídeos de debulha sercochupando a b***** dela e ela chupando meu pau até nós gozarmos juntosquero ler histórias e conto de homem casado que deu o c* pela primeira vez o c****** vídeo para travesti do pau gigante chorou rebentou em conta se dói ou nãomeniina lavano abuctaporno novinha fica brava porque a camisinha estourou e ele nao avisouContos incesto dei pro meu pai eu era novinha convencicontos erotico amamentei dois garotosmuler jupendo a minha puta. gtadei por meu vizinhogosando vom o cachorrocaete na porca pornocontos tia dando o cu pro sobrinhoxvidios novinho trasando com dorvideos caseiros de estrupos de vuneravrlgta em porno doido com um estranhoessa coroa coloco varias calcinhas p metercontos eu e minha esposa demos carona a dois homem e meterao a pica nela..Gol contos eróticos Prima com primo gordinha gostosamulhe de saia curta esfregano ante fude emcoxano na cozia no xvidionegao com pica enorme assusta em despedida de solteirobotei gozei tirei gozei soquei gozeiconto eróticos padrasto chupa a estiada de 8 anoshistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulhermoças todas cagadas e meladasporno corno paga dois homens de pau Grosso pra esyrupar sua mulher na frentedelesexo com dentista a forçacontosxv.ogenrro.cl.endo.asogracontos de incesto mãe ensinando filha a da bucetinha na infânciacasa dos contos eroticos/julianaestourando com o cu da amadora e ela cagando no paulesbicas xvideo.com brigonaso garotinho do semáforo contos eróticos reaissou adepta a zoofilia virei cadelacontos/vendi meu cu virgemgosto de tomar leite de homemforçando a enteada dar o priquito e o cu pro padrasto