Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Desabafo de uma mãe - cap V - ( mais fundo... mais fundo... )

Autor: Sonia Mello
Categoria: Heterossexual
Data: 06/01/2017 14:26:36
Última revisão: 09/01/2017 08:52:15
Nota 10.00
Ler comentários (18) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Nós tínhamos cedido à tentação. Nos tocamos, nos masturbamos. E gozamos. No dia seguinte, mais uma vez eu acordei e ele já tinha ido para a faculdade. Como esperado eu acordei desorientada, imersa em culpa. Entretanto a diferença foi que dessa vez eu já não tinha mais ilusões de parar o que estava acontecendo. Já tinha sido provado que eu não conseguia resistir a atração. E apesar de ser ele a tomar a iniciativa, eu tinha sido fraca e, portanto, era tão culpada quanto ele.

Passei a manhã pensando no que estava acontecendo entre nós. No quanto aquilo era contra a natureza, imoral, pecaminoso. Mas também lembrava do prazer, do quanto tinha sido lindo ver o pinto do meu filho jorrando esperma, sua cara de satisfação, seu gozo profundo. E o meu gozo, bem... este tinha sido tão maravilhoso que eu tive que me masturbar, ainda que cheia de remorso, ao lembrar.

A única conclusão a que consegui chegar foi que a "estratégia" tinha de ser outra. Como se costuma a dizer, "entregar os anéis para salvar os dedos", ou seja, para evitar que a coisa degringolasse para sexo propriamente dito, eu iria permitir que ocorressem masturbações mútuas entre nós. E foi o que aconteceu.

Durante um período de cerca de 10 dias isso virou uma espécie de rotina entre nós. Meu filho até arranjou um nome para aquilo: "brincadeirinhas". A noite, depois do jantar, ficávamos abraçadinhos como dois namorados. Não demorava muito ele começava a beijar minha orelha e dizia:

- Mãe... vamos fazer uma brincadeirinha bem gostosa? - ele perguntava e já ia deslizando a mão por meu corpo abaixo.

Primeiro gozava eu, loucamente, me contorcendo de prazer. Depois era a vez dele. E como gozava lindamente! Sua expressão de êxtase me fascinava, o jeito que seu esperma voava, tudo era maravilhoso.

Eu só impus duas condições: A primeira é que não íamos passar das masturbação, ia ser só isso. A segundo é que ele não podia me ver nua, só enfiar a mão por dentro da minha calcinha e me tocar. A verdade é que eu tinha vergonha de ficar nua na frente dele, mas tinha medo que acabássemos partindo para a consumação do incesto.

Mas as coisas nunca saem como planejado. O desejo supera a razão.

Foi numa noite em que estávamos juntos na cama, abraçadinhos, vendo televisão, como um verdadeiro casalzinho. André começou a me beijar o pescoço e disse:

- Hoje eu to doidinho de tesão, mãe!

- Calma, André... vamos devagar.

- Vem...

Logo estávamos me beijando. Línguas entrelaçadas, os braços dele me envolvendo. Só desgrudávamos as nossas bocas quando ele começava a chupar meu pescoço. Eu estava usando uma blusa decotada, e ele começou a avançar por entre meus seios.

- Mãe... deixa eu ver?

- Não filho! - eu respondi tentando afastá-lo.

- Mãe... deixa. Por que eu posso te tocar e não posso ver teu corpo?

- Eu tenho vergonha, filho.

- Eu quero, mãe... eu te amo.

Ele começou a puxar minha blusa pra cima. Eu tentei resistir, mas já estava inebriada de tesão. A maneira como ele me beijava me paralisava. Ele conseguiu tirar minha blusa, e no embalo foi junto meu sutiã. Eu sentia culpa e vergonha, mas estava com meus seios expostos.

- Eles são lindos mãe. Eu sempre quis ver...

E foi então que ele começou a lamber meu pescoço, desceu pelo meu colo e... aconteceu. Ele começou a chupar o bico dos meus seios. O símbolo máximo da maternidade, agora era um instrumento de erotismo. Eu não conseguia esconder o prazer que sentia, mesmo que misturado a uma sensação de choque.

- Aiiiiii... ai filho.....

O safadinho sabia como me dar prazer. Lambia, sugava como se quisesse mamar naqueles seios que já tinham o alimentado. Nessa altura ele já estava sem camisa, e ver o seu corpo atlético me enlouquecia. Mamou durante uns dez minutos. Sem tirar a boca dos meus seios começou a abaixar minha calça de moleton. Ainda que gemendo de tesão, consegui balbuciar:

- Não... não faz isso... nós não podemos....

E forças pra lutar? Como resistir ao chamado do corpo. Lá se foi minha calça embora, e agora eu estava só de calcinha. André começou a beijar meus pés. Foi subindo, me dando um banho de língua que homem nenhum jamais dera. Eu estava tensa, já imaginando o que viria a seguir. Sua boca sugava minhas coxas, até que ele começou, lentamente a puxar minha calcinha.

- Não, filho... a calcinha, não!

- Mãe... eu te desejo demais... eu não resisto. Deixa eu ver. Prometo que só vou ver.

O pequeno pedaço de lingerie foi descendo pelas minhas pernas. Eu estava exposta. Minha vagina devia estar pulsando, exalando o cheiro de fêmea, mas minha cabeça era um turbilhão. André aproveitou e tirou sua bermuda.

Ali estávamos, mãe e filho, completamente nus.

Ele voltou a lamber minhas coxas e foi seguindo o caminho que levava ao meu sexo. Minha xoxota é peludinha - só depilo dos lados - e eu pude sentir seu nariz passando pelos meus pelos pubianos. Eu fechava a perna o mais que podia. André implorou:

- Abre, mãe... abre... eu só vou dar um beijinho.

- Não... é pecado...

- Abre... eu te amo. Te amo, mãe.

Não tive mais condições de bloqueá-lo. Seus boca carnuda e sensual tocou meu grelinho. O que eu senti é até difícil de verbalizar. Foi uma onda de fogo, de choque, que fez com que eu contorcesse.

E ele sabia chupar. Com delicadeza, fazendo movimentos gostosos com a língua. E eu estava ensopada, não tinha com disfarçar meu tesão. Comecei a gemer.

- Ahhhhhhh... ahhhhhhhhh...

André só tirou a boca para sussurrar.

- Que delícia, mãe... que delícia!

Ele então enfiou um dedo dentro da minha vagina. Depois outro. Com dois dedos ele me massageava por dentro enquanto sua boca sugava meu clitóris. Foi então que eu não me segurei e disse:

- Ahhhhhhh... delícia... mais fundo... mais fundo!

Disse isso e caí na real do que tinha feito. Era a primeira vez desde que nossa história incestuosa começou que eu dizia algo assim. Pela primeira vez eu não estava dizendo "não". Eu estava dizendo "mais".

Com uma das mãos eu apertei o bico do meu seio. Minhas coxas se fechavam, como se quisessem impedir que ele escapasse de mim. Sua língua acelerava no meu grelo; seus dedos me enlouqueciam por dentro. Senti como se eu estivesse desabando no ar.

- Aiiiiiiii..... aiiiiiiii... eu vou gozarrrr... eu vou.... gozaaaaarrrrrrrr

E gozei. Nunca tinha gozado tão gostoso. O coração parecia sair pela boca. Sentia um fluxo de líquidos escorrendo pela minha xoxota. Quase desmaiei.

Fiquei alguns segundos semi-desacordada. Meu filho veio até a mim e me beijou. Ele estava com o queixo todo molhado com meus fluidos. Eu respirava fundo, tentando recobrar minha fala. Finalmente consegui dizer:

- Filho... nós tínhamos combinado...

- Mãe.... eu te amo,e você me ama. Foi gostoso, não foi?

Não tive coragem de responder. Ele sabia a resposta, mas queria ouvir da minha boca.

- Gozou gostoso, mamãe?

Só tive forças pra dizer:

- Gozei...

Eu sentia o pinto do meu filho, duríssimo, encostado em mim.

- Mãe... olha como eu estou.

Olhei e vi um cacete enorme e lustroso apontando pra mim.

- Deixa a mamãe descansar um pouco... eu já vou bater uma punhetinha pra você gozar.

Ele deu um sorrisinho cínico, sacana. Me olhou com expressão de tarado e disse:

- Eu não quero gozar na punhetinha, mãe... eu quero mais.

A noite ainda não terminara. Eu continuo no próximo capítulo.

Comentários

17/04/2018 10:39:45
Maravilhoso
09/03/2018 15:16:49
Excelente... 10.
08/09/2017 15:14:51
Excelente e super excitante!! Carry on!! Nota máxima, 1000! Beijinhos
dmm
03/05/2017 13:44:48
10, 10.
22/01/2017 09:14:02
Gozei
19/01/2017 11:27:32
Vc e demais!!
15/01/2017 08:11:10
11/01/2017 20:53:33
Está indo ótima.. Continua. Bj.
10/01/2017 07:09:59
que saga deliciosa, parabens. fiquei muito excitado com sua narrativa e a forma como desenvolveu sua estoria, parabens simplesmente delicia
08/01/2017 02:07:05
Gostei muito do conto, bastante inspirador pra mim que também estou escrevendo uma serie sobre incesto. se puder da uma lida e dizer o que achou ficaria muito grato. Desde já obrigado
07/01/2017 07:21:57
Está ótimo, estou aguardando a continuação
06/01/2017 23:38:16
Que maravilha!! É para ENLOUQUECER!! Gostaria de te ver!! [email protected]
06/01/2017 23:27:32
Bom demais! Que delícia seus contos
06/01/2017 21:34:40
delicioso, continua
06/01/2017 15:10:34
Excelente.. curiosa para a continuacao
06/01/2017 14:58:06
Continua excelente...esperando a continuação
06/01/2017 14:48:54
Você poderia colocar uma fotinha sua pra gente te apreciar.
06/01/2017 14:48:15
Filho sortudo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


filme de sexo grupal e anal entre maes e filhas e genros e sogroscontos crente casada quis experimentar no cu e se arrependeuvideos gratisminha esposa virou putinha dos meus amigoscontos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitérioNovinhas fazendo safsdesas na sala de aulax videos mulheres sendo chapuletadaxvidio mocinhacasa dos contos eroticos a maninha cabaço ai maninho tira ai aiContos erodicos homem velho mamando e mordendo e puxando o peitoputinha gostosa de blusinha regatinha e shortinho socado na ruacontos de crossdresser forçadotava um tedio danado,resolvi dar a buceta pra ele,incesto contoscontos eroticos com tamanco salto altoamenina do cu arrobado pelo negrao e gritandoVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradoscontos eroticos entre jovens irmaos gemeosjapurunga peladacontos de cunhado que comeu a cunhada e ela nem percebeumaoate ganaminha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigosconto de incesto mae mulata de babydollsexo casada dormindo de short Doll deixando escapar a bucetaSexo animal cachorro emrola pito na bucetinha da puda taradonaflagrei minha filhinha mamando o irmao com um mastro enorme contos eróticosencoxando as meninas na baladaapaixonado por um hetero cap 19contos filha no barco c amiguinhacontos corno manso ineditomulher de corno lavano carrocuzao da tia vim nao aquentei mobile porndando pro supervisor contocontos e videos casada cavala fudendo com dois negaoporno serena ali ta doendovideo de um homen chupano a buceta da mulher a te dar istralosimagens de pica de cavalo atolado em buceta de mulheresquero ver as evangelicas toda nua e peladinha vigen pernas a bertas peito de fora durinhocache:wNACedYikXQJ:gtavicity.ru/texto/20170544 mulhepega outrana ponbabonecas enchendo o cu da mariconacache:PjjgrxSVmoYJ:zdorovsreda.ru/texto/2013011214 xisvidio amadores de auguen metendo a forçaconto sexo cu por gustacontos eroticos gays o principe roludominha cunhada me procurou para treparquero ver travestis sexo travesti comendo mulher da rola bem grande e grossa norm e homem comendo mulher também pode ser ou não tá difícilmeus patroas adoram chupar a minha bucetacontos eroticos como eu virei puta de um velhoesposa do meu amigo me deu bola e eu comi ate seu cuzinhovídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoconto eu so tinha dez aninhos e meu tio ja chupava minha xoxota que era carnudinha eu ia a loucuravídeo sexos pimenta na boceta com patroa sádicacontos de sexo depilada na praiacontos de sexo raspei minha bucetaCasa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro autor eduardoos filhos gemeos da minha mulher evangelica contos eroticosminha mulher resolveu comer meu cuWww.vidioerotico.deminas.geraís.com.contos feminizacao gay chantagemcontos eroticos de motorista pirocudo de madameporno novinha trezeno com namorando da migacrossdress historia betinha 25conto fude com meu cachorro a xifro meu maridotortura porno linguada no clitorismadrasta traza com estrando até de se casacontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docescomadre milhadinha dando pra ocumpadre pornoPage coletanea de video coroas masturbando gozando escorrendo melzinho galaxxx vídeos novinhas aproveitando que a sua mãe saiu no pornô iradoPorno contos pais e maes iniciando suas meninas no incesto com carinho e muito gozomotorista de onibus que molhou a buceta de tanto prazer em dirigirmulher beijando a mulher na boca pelada no titubearmulhepega outrana ponbamaetrepando com a sua filha e ela goza a jatocontos de sexo depilando a sogradeu para nao ser caguetada para o marido xvideosnovinha alemã da xana lisina abrindo a portayoutubebucetadcontos sou lesbica e gosto de scatvideo porno de morena com blusa laranhadamorena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstaa Ponta Grossa entrou todinha na tabaquinha deladvd porno vizinho come cu vizinha a forcacontos arronbaram meu cuzinho de menininha virgemcontos eroticos fudeno a novinha de 17aninhosContos novinha bolin d pel titia enquanto o tio dormeContos eroticos seios machucados tio sobrinhaqual a função de um corno manso assumidoporno bofou e ficou agaradoContos de caseiros negros idoso bem dotado comendo cu de patroas brancasporno.padrasto.esculacha.panteras.xxcontos eróticos sou gostosa e acabei seduzindo meu irmao gostoso e acabamos no sexovideo porno elas adora fude beijado beijoss de ligua quim deliciacontos eróticos gays,uma amizada aguenta tudo,Marcoscontos eroticos A Dama e o Bruto