Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

No Banheiro da Escola!

Um conto erótico de William
Categoria: Heterossexual
Data: 08/01/2017 22:59:57
Última revisão: 10/01/2017 20:38:50
Nota 10.00

Pra quem ainda não me conhece, sou o William, autor dos contos “ A Boqueteira da escola “, “ Fodendo dois cuzinhos virgens graças ao futebol “ entre outros que foram sucessos! Para quem não leu vale a pena ler, pois mesmo alguns contos não tendo nexo com outros, existe uma ordem cronológica e seria bacana vocês entenderem tudo!

Pessoal agradeço os comentários e e-mails de vocês, realmente e muito bom ter um retorno positivo! O pessoal está aflito para saber mais sobre Débora, a boqueteira mais famosa de meus contos, mas como estou seguindo uma ordem de tempo, esse conto não e sobre ela!

Vou atender alguns pedidos e falar mais do meu lance com minha namorada e explorar mais meu sexo com dona Márcia! Admito para vocês que foi difícil me recordar do meu lance com elas nas vésperas do objetivo do conto, mas fiz um esforço e consegui me lembrar e vai dar pra satisfazer meus leitores e ainda conseguir contar esse conto!

Eu tinha conseguido acabar aquela obra do conto anterior! Minha mãe começou a trabalhar e estudar e essa obra me deu uma boa grana e como eu estava trabalhando a bastante tempo sem parar resolvi tirar um tempo para descansar e cuidar um pouco da minha vida pessoal! Não e fácil trabalhar de pedreiro, mas seria por pouco tempo e peguei pequenos bicos que eu não gastava nem 3 horas pra fazer, com isso tive mais tempo para dar atenção a minha namorada!

Logo após concertar um telhado, resolvi fazer algo diferente com minha namorada! Chamei ela pra ir para minha casa almoçar, pois estaria sozinho e comprei flores, chocolates e um vinho que eu sabia que ela gostava! Os dois eram menores, e verdade, mas nem ligava, quando ela chegou e viu aquele ambiente florido, um almoço bem caprichado e a garrafa de vinho! Ela ficou louca com a surpresa, foi muito legal aquele almoço!

Logo depois de almoçar e beber levei ela até a sala e começamos a nós beijar, ela toda feliz com aquilo tudo e as coisas esquentaram e transamos ali mesmo! Mas antes de gozar ela disse para mim:

- Amor! Depois dessa surpresa que fez para mim quero retribuir! Come meu cuzinho!

Nem pensei duas vezes, desde aquele dia da aposta que faturei seu lindo rabinho eu ainda não tinha conseguido comer ele de novo e soquei sem dó! Ela meio que reclamou, chorou, mas ela ofereceu então o que e dado não pode ser retirado! Meti com muita vontade ali no meu sofá mesmo, o cuzinho dela era tão apertadinho e ela contraia ele tão gostoso, não queria gozar ainda, então virei ela de frente com ela com a boca no meu pescoço, talvez aquilo fosse um erro ou uma dádiva! Deixo vocês opinarem no final, mas quando eu estava quase gozando ela começou a chupar meu pescoço com intensidade em resposta a tamanha pressão que eu dava no seu rabinho! Gozei!

Tomamos banho com muitos beijos e com ela reclamando de dor e que sé me daria o cuzinho de novo em outra ocasião especial pois aquilo era muito doloroso, mas pra mim era muito gostoso e valeu aquela gozada deliciosa!

Mas eis a questão, meu pescoço ficou marcado! E a marca era muito grande evidente! Na hora que eu vi foi só na hora que minha namorada foi embora! Merda, eu seria zoado a noite toda na escola!

Deu a hora de ir pra escola e chegando lá todo mundo me olhava, era um estrago gigante em meu pescoço, eram piadinhas pra lá e piadinhas para cá, estava um saco mas aguentei tranquilamente isso, até porque eu era um dos que mais pegava no pé dos outros, nada mais justo do que receber as zoeiras também!

Recebo dois sms seguidos! Um era a Débora dizendo que as 21:42 era para mim ir para o banheiro, nossos horários não eram redondos justamente para não levantar suspeita! Imagine você em uma escola um colega de turma indo ao banheiro sempre em horários fechados? Por exemplo 21:30 ou 21:40, seria um pouco suspeito não acham?

E outro era de dona Márcia dizendo que precisava trepar comigo e que me levaria no motel, ela estava tão afim que ela me pegaria perto da escola em um lugar estratégico para não sermos vistos!

Deu a hora e fui ao banheiro, na hora que Débora viu o chupão ela disse:

- Então era verdade, todo mundo falando desse seu chupão na escola hoje! Que tesão vai ser te chupar hoje!

E esse dia ela caprichou e muito no boquete, ela fazia com uma perfeição que estava difícil me controlar, eu queria gozar mas ela conduzia bem a situação, até que ela ficou satisfeita e aumentou o ritmo e gozei muito naquela boquinha, ela engoliu tudo e saiu correndo pra sala e me deixou lá, me recuperando!

Cheguei na sala, mais piadinhas, como eu demorei um pouco mais do que o normal eu disse para o professor que tive que atender uma ligação e ela aceitou na boa! Nem consegui mais prestar atenção na aula, estava viajando naquele boquete gostoso e queria até desmarcar o sexo com a Dona Márcia, mas ela me mandou uma mensagem dizendo que queria pau no cuzinho e como um bom tarada em cu, não iria deixar aquilo passar e esperei fim da aula e fui correndo para o lugar combinado!

Na hora que entro no carro, ela vê minha marca no pescoço e logo fala que eu devo ter feito um bom trabalho para ganhar aquele presente! Então ela começa dirigir e para o carro em um lugar que até hoje não sei onde era e disse que não estava aguentado, que aquela marca no pescoço despertou muito tesão nela, que ela queria ter meu pau no cuzinho dela naquele momento, nem perdi tempo, já fui correndo para o banco de trás já tirando minha roupa e ela também e comi aquele cuzinho com vontade! Ela estava com um tesão acima do normal, ela dizia que meu pau era gostoso, que estava dando para macho de uma otária, que o cuzinho maduro era bem melhor que o cuzinho jovem da minha namorada, e aquilo me deixou maluco também e o resultado foi mais uma gozada!

Ela me deixou em casa, ambos satisfeitos! Realmente foi incrível nossa noite, tomei banho e cai igual uma pedra em minha cama! Acordei cedo, mas sem levantar e com uma pequena dor no pau, tinha exigido muito dele no dia anterior, mas não arrependi!

Dessa vez eu fui almoçar na casa da minha namorada e ela estava sozinha! Marcela estava usando um short branco que me dava muito tesão! É incrível como eu tenho tesão em mulher de short branco, então o resultado disso foi uma tarde intensa de sexo! Ela tranava muito gostoso e não sei como eu tinha forças para dar meus pulos, pois aquela mulher era um vulcão!

Quase na hora de ir para escola recebo um sms da minha professora de biologia dizendo que viu minha marca no pescoço e tinha o segundo horário livre e queria me dar a buceta de qualquer jeito! Comer a professora no banheiro seria uma novidade e isso me deixou com muito tesão mesmo após o chá de buceta que ganhei de minha namorada!

Primeira aula tudo normal, segunda aula deu o horário combinado eu fui para o banheiro! Minha professora já estava lá e me puxou para a baía aonde ela estava e já foi logo me dando um beijo maravilhoso, com um discurso parecido com o de dona Márcia, dizendo que eu tinha despertado tesão nela com aquela marca, que adorava saber que estava dando para um homem de outra mulher e essas coisas! Eu só ficava ouvindo aquilo e ia levantando aquele vestido, ela estava definitivamente no jeito pra levar rola!

Não perdi tempo e comecei a bombar aquela buceta, pois eu sabia que não poderia ficar ali pra sempre, mas eu queria ficar pra sempre pois estava muito gostoso e toda hora entrava alguma menina e isso me deixava com mais tesão pois se tratava da professora! Uma coisa era transar com a Ana e ser chupado pela Débora, pois eram alunas! Agora a professora tinha um gostinho especial e isso me fazia meter com vontade!

Ficar dosando as estocadas fazia com que eu demora-se mais a querer gozar, nisso a professora ficava doida, então eu me sentei no vaso e ela sentou no meu pau de costas pra mim, subindo e descendo bem gostoso! Aquela professora sabia levar rola, ela rebolava e sentava e eu ficava maluco! Então eu coloquei ela na posição anterior, pois queria tomar as rédeas da situação para não gozar rápido e tome vara de novo!

Quando me assusto vejo Ana assistindo tudo de camarote da Baía ao lado, quando olho pra ela faz sinal de silêncio! Ela era uma devassa, adorava uma putaria, acabou que ela desceu, fez um barulho e eu fui obrigado a parar de comer, ficamos em silêncio ouvindo, quando surge ela lá em cima de novo falando com a professora!

- E “ Fessora “, carinha de santa não quer dizer nada mesmo né? Agora abre a baía pois quero ver isso de perto!

Eu abri a baía e a professora ficou assustada, então eu disse pra ficar tranquila que Ana era minha transa também e ela não contaria nada, então ela entrou e me beijou enquanto voltei a comer minha professora, então Ana me surpreende indo pra perto da professora e dizendo o quanto ela era bonita e que tinha peitos lindos, então ela colocou eles para fora e começou a mamar, isso me encheu ainda mais de tesão! As duas começam a se beijar e Ana pede pra trocar de lugar com ela, ela aceita e Ana se posiciona na posição que a professora estava e começa levar rola, e logo depois Ana pede pra professora chegar a buceta perto dela para ela chupar com gostinho do meu pau! Que loucura!

Eu estava em estado de choque, aquela cena estava perfeita! Então a professora se posiciona ao lado de Ana e começo a revezar vara nas duas, vara em uma buceta dedos na outra e ia trocando enquanto elas se beijavam! Aquilo estava totalmente fora do contexto, quando cochichei que iria gozar a professora mandou em gozar dentro da buceta dela e não perdi tempo! Gozei gostoso e elas também!

Saímos os 3 rápidos de lá, cada um para o seu canto, e sem dúvidas isso foi marcante na minha vida!

Minha vida sexual estava bastante agitada e as coisas vão ficar mais quentes ainda no próximo conto!

Agora fica a pergunta para vocês: Minha namorada cometeu um erro ou me presenteou com uma dádiva com aquele chupão no pescoço? Votem, comentem!

Obrigado a todos, em breve postarei mais contos! [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/02/2017 19:35:55
Nota dez William, melei a cueca lendo e tu escreve muito bem. Cheguei neste conto por um comentário que tu deixou no meu. Da uma olhada lá que tem textos novos e gostaria de saber tua opinião sobre eles. Certamente irei ler e votar em teus outros contos.
11/01/2017 18:52:24
09/01/2017 10:26:22
Porra mano que vida corrida em cheia de safadas ao redor dez
09/01/2017 08:58:00
Dez... mas sinto falta das duas irmãs. .. principalmente da jaqueline
09/01/2017 00:37:39
Maravilhoso! Adorei! Você me avisou que tinha postado, aqui estou eu votando!




Online porn video at mobile phone


imcesto com papai ele meteu sua pica grande tudo na minha bucetinha novinhatinha pocos pelosPapai e titio comeram minha bundinha contos eróticosquero ver foto bucetao beicudas e hrandeminha mae ficou furiosa conto incestoXsvideos mulher torturando escravo numulheres nojona de tanto tesaover somete vidio alugaro uma mulher pra fude na chacar mais ela nao que da o cu comedoo cara e pauzudocontos eroticos coroa casada bancaria viajo a trabalho e traiu pela primeira vezConto gay com o padrasto coxudocasa do contos eróticos publicadosencoxei minha tia peituda (contos).comadre milhadinha dando pra ocumpadre pornoContos jovem faz anal varios homens e cuzinho fica dilatado e dilaceradoConto sexo anal casada estrupadaporno mulher chamando o marido de corno chifrudo pinto mole falado palavrao nuapapai super dotadoxvidioscontos de sexo raspei minha bucetasexybemmaisperuas ricas viuvas safadassexo com mae vadia potuguesa fuder com filhocasa dos contos esposas pagando a divida dos cornos enroladosCONtos minha mae de calça legue com a buceta repartida ao meiobabá da nuvem passageira filme pornôxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delacontos eroticos tia bucetuda no onibus e menino casetudoconto eu hetero tinha 18 anos o pedreiro me comeucontos de homens casados e suas escapulidascontos eróticos com minha mãe carente 2017 1.8bunda sendo invadida pela primeira vez gaysoca no meu rabo na buceta e goza na minha boca video pornôdoce nanda parte IV contos eroticosContos eroticosPerdendo as pregas bem novinhanegona dizendo no cu naoporno mulher chamando o marido de corno chifrudo pinto mole falado palavrao nuaconto erotico de irmao do meu colegar saradao mim comeu brutalmente gayConto gay com o padrasto coxudowww.casadoscontos/gayputo.comdoce nanda parte cinco contos eroticosnovinhas sendo a********* por monstros de Picão contos eróticosmeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesflagras escolas picanteminha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexocontos crossdressvidio de comedor gozando na portiha do cu da casadaContos sogra safada e fogoza seduz e se apaixona por seu genro e trasa eleenfiou o nariz no cu da pưta com a buceta gozadacontos sexo pecado incestuosoCovidei meu amigo pra toma uma cerveja em casa depois comemos minha esposa casa dos contosksalswing2011mulequespauzudonovinha dado cu viguiwww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.brmenininhae gueyzinho xvideoanythingo vizinho safado do 205contos gay viadinho aproveitando do molequecontos eroticos a bunda da minha esposaestranho dotado enche coroa loira casada de porra corno asistezoio filme antigo erótico animalescoprimo entra no quarto da prima incente nova e tira ha calcinha dela dormindo pornoCONTO EROTICO FILHO CARALHUDO ARROMBA MAE TODA NÕITEXVídeo mulher desagrada para gozar e g****** toda horaCOROA japonesa FOI PARADA NA RUA E ACEITOU FUDERirmão com insônia come irma pornovidio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulhercontos eroticos A Dama e o Bruto Conto pau mendigo punhetaContos porno bucetinha da bisnetinhameu padrasto me comeu e minha mãe participouhomem se enxuga nu e a mulher abre a porta senquerer pornocolica o pinto na buceta com saia*pode estora bolinhas que parecem espinhas na bunda?*aproveitando que o seu irmao nao ta em casa e dando assistencia pra cunhada video pornovideo porno padrasto enfiando a mão na buceta da sua enteada com sua mãe do lado sem ela percebercontos eróticos chorei gritei esperneei mas aguentei tudo no c*