Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Depois da fuga, uma foda na construção

Categoria: Heterossexual
Data: 17/01/2017 00:57:12
Nota 10.00
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Depois que meu tio removeu o selo de qualidade, virei puta e das mais escachadas. Fuder era a ideia fixa em minha cabeça dia após dia, hora após hora e eu não via a hora de aparecer um gato roludo para fuder gostoso comigo. Sei que falando assim parece conversa de puta, mas era assim mesmo que eu me comportava naqueles tempos. Hoje já casada e mãe de um casal, sou mais reservada e mais ligada a meu marido Rafael com quem sou casada já faz 13 anos.

Mas vamos ao que importa aqui. Resolvi escrever relatos de minhas aventuras depois de muita insistência do Rafael que queria ver estas histórias publicadas de qualquer jeito em qualquer veículo de divulgação possível. Eu tinha medo de que minhas histórias levassem as pessoas a pensarem mal de mim e estragasse minha reputação como uma mulher casada e dona de casa. Mas depois de muita conversa Rafael me convenceu com o argumento de que minha reputação só interessava unicamente para ele.

Ainda solteira saia muito com minha irmã que na época já era mais rodada que a transamazônica, com mais de 200 rolas no currículo de sua xoxota e de sua boca também. Ficamos sabendo de uma festa em uma cidade próxima de onde morávamos e como minha irmã e eu tínhamos certeza de que nossa mãe jamais nos deixaria sair para uma balada desta minha irmã já começava a pensar em uma saída para este problema porque o namorado dela já havia dito que iria mesmo e ela não perderia isso por nada.

Como ela sabia que minha mãe jamais daria permissão para ela passar a noite fora ainda mais em uma festa com bebida e o risco de acontecer muito sexo, então ela inventou uma mentirinha, disse que íamos para a casa de uma amiga para irmos em um barzinho para prestigiar uma seresta e depois de ouvir muita música ao vivo e beber alguma coisa iriamos para casa bem cedo e dormiríamos na casa da tal amiga dela. Mas para tudo dar certo eu precisava topar ir com eles porque sem mim ela não sairia depois das ultimas travessuras que havia aprontado. Depois de muito esforço ela me convenceu e entrar na jogada e eu confirmei toda a nossa mentirinha.

Quando chegamos na tal festa minha irmã foi logo conversar com os amigos dela e eu fiquei sozinha lá na mesa, foi quando conheci o Carlos. Um cara boa pinta, cheio de charme, muito elegante e muito bom de papo. Ao me ver sozinha ele não perdeu tempo e partiu logo para o ataque e veio falar comigo. Perguntou meu nome e eu respondi que me chamava Raysla, perguntou minha idade e outras coisas mais e eu respondendo. Ele sentou comigo, bebemos um pouco e depois resolvemos sair um pouco do meio da multidão e fomos para onde a motocicleta dele estava estacionada.

Parece que ele adivinhava o que estava por vir porque ficou montado na moto em ponto de pilotagem e eu logo ao lado dele envolvida em seus braços por meio de um abraço gostoso e bem forte, mas de repente surge outra motocicleta vindo em nossa direção e ele assustado disse para eu subir e não falar nada e nem perguntar nada também. Subi e ele iniciou uma fuga desesperada pelas ruas da cidade e eu perguntando o que estava acontecendo ele só pedia para eu ter calma e ficar tranquila porque não corríamos risco de vida. Depois de muito tentar conseguimos despista-los em uma rua escura nos escondendo em uma construção quase finalizada de um galpão que já estava coberto. Lá ele me contou que fugíamos de sua namorada que o perseguia com outro conhecido, fiquei chateada na hora, mas depois de ser abraçada por ele e sentir seu pau roçando em minha bunda quando me abraçou por traz, resolvi deixar o tesão vir a tona e ceder aos encantos do bonitão fugitivo.

Depois de muitos beijos, amassos e muita curtição, resolvemos trepar ali mesmo. Tiramos a roupa, usamos as roupas dele para forrar o chão e começamos a safadeza toda. Um delicioso papai e mamãe dava inicio a nossa foda espetacular com abraços firmes vindos dele e sua mão escorregava para os meus seios e de lá descia para minha bunda e apertava muito enquanto estocava sua rola grossa em minha xana que dentre poucos instantes estaria fudida e arrombadinha por aquele pau maravilhoso e delicioso. Gosava muito diante das enfiadas que ele dava em minha buceta carnuda e ainda pouco arrombada. Um tanto apertadinha ele disse e eu murmurava em seu ouvido e arranhava suas costas de tanto tesão.

Resolvemos que era a hora de mudar um pouco e usar a moto dele em nossa trama sexual. Subi nos pedais da moto e fiquei de costas para ele e ele me penetrava por traz com muito vigor e força em quanto eu, já não aguentando mais soltei um grito incrivelmente alto de prazer ao cabo que encharquei o pau dele de mel saído da minha buceta já bastante fudida. Sentei no banco da moto e fiquei de em posição de combate e ele me encheu com o seu pau como se costuma encher um frango assado e eu só gritava cada vez mais descontroladamente de tanto tesão. Voltamos para o chão a pedido dele e fiquei de quatro para ele me fuder pra valer e ele veio com tudo mesmo. Gritei mais ainda e a nossa sorte não havia casa a pelo menos um quilometro de distancia e por isso ele nem reclamou ao invés disso mandou eu gritar mais.

Me chamava de cachorra, gostosa, vadia, vagabunda, safada, putinha e coisas do gênero e eu enlouquecendo de prazer gritava vai meu macho fode tua cachorra, gostosa, vadia, vagabunda, safada, putinha que eu quero é pau. Ele atendeu meu pedido e enfiou tudo pra dentro. Quando estava prestes a gozar ele ficou com receio de gozar dentro da minha xana porque estava sem camisinha, mas no tesão em eu estava eu disse claramente que se ele tirasse aquele pau de dentro de mim antes de despejar seu leite dentro da minha buceta eu o mataria ali mesmo e ele de bate pronto disse segura então sua puta e despejou todo o leite dentro da minha buceta. O leite escorria entre minhas pernas quando levantei.

Dormimos ali mesmo com os nossos corpos como lençol um do outro e a cada vez que acordávamos eu era fudida por aquele pau delicioso. Minha irmã quase morria de preocupação e ficou no local ate chegarmos por volta das 5: da manhã. Ao chegarmos em casa descobrimos que mentira tem perna curta e que minha mãe havia descoberto nossa tramoia e nos deu uma baita surra, mas valeu apena mesmo assim pois transei muito mesmo até me fartar.

Espero que gostem.

Comentários

25/10/2017 12:45:13
Noooooossa, teve muita sorte de nao ter engravidado com tanta fuedelanca e gozada dentro vc, relata muito bem suas deliciosas transas 10
03/06/2017 20:01:58
otimo conto merece nota maxima adorei
21/01/2017 01:53:55
muito gostoso de ler
21/01/2017 01:52:21
gostei e votei 10
18/01/2017 08:02:04
Esta é minha mulher. Um poço de gostosura e muito tesão. Se quiserem conhece-nos mande-nos seus whatsapps
17/01/2017 22:43:25
Muito gostoso

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


novinha dando a xota papuda pro primo dormindotia gostosas foder com subtilcacetudomonstrocontos de filhas enrrabadas pelos pais de pénis grandes e grossostexto lindo pro namorado que patessa que foi eu que fizconto chupei meu avô cadeirantechantagiei a freira contocadelas graudas no cio em zoo.casadoscontosmuleke come buceta na cachoeira sem camisinha na matapornô em famíliaxxvxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixopornodoido.pai.aretando.filra.darmindobaxinha cochuda casada vingando xvideosGozada na buceta contoxvideos ruansafado e a coroa chupanoquero baixa contor d bixinha azulContos porno bucetinha da bisnetinhavisando dentro da bucetaspatrao do pao gigante fode estagiario mundobichaacarisiei a boceta da minha filhaComi meu tio macho virgem no motel contos com fotoscontos erotico papai vai caberContos erótico a calsinha da cunhada noviha cheirava mixomostrando buceta po amigo pater uma xvidiocontos eroticos tesao no filhograças a um cano estourado comi minha irmãdois mordemdo e chupando forte a bucetaminha buceta seus retiradcontos de novinhas iniciada na webconto erotico peguei no flagra meu pai comendo meu maridocontos paimete so no cuZinho da filha de quatro anos a menina gritou muito de dorContos eroticos gay funk traficantecontos eroticos minha esposa no forronegao me enrabandotarado convenceu so passar o pau no grelinho virgen da filhinha e enpurrou tudocasada coroa video fotocorno secretofunk pancada novinha loirinha fudendo muito e meninas também cheirando muitovidioporno ae menias que xoro no poucontos eróticos fui da o cu e cagueipegando cachorro na rua pra praticar zoofiliaporno cunhanda provoca cunhando d xorti ate emtra na rolacontos bulinando minha tetinhavideo de porno .que nuher mão quanta que.cagatortura porno linguada no clitorisQuero assistir filme pornô mulher sendo arrombada pela uma muda de limãoele a enrabala e ela a cagar.se pornoabusando sarrando a coroa velha contoberoticocriola da buceta inchado lwva gozada dentro que eacorredoidoporno vrlho fudendo filha gozando dentroSobrinho pauzudo,tia feliz. Com foto.buctao tod c gazandx vidio comtos eroticos flaguei minha irmã avóhttp://esposas perdendo a virgindade com seus maridos: contos eróticosconto padrasto da pica enormecontos veridico de incesto nora fode com seu sogro bem dotado pra pagar dividaenchendo abucetinha dalinda moreninha de espermatozoides video porno graticonto gay tio e promo safaosamigos d filho fpde mcu da minha.maecontos eroticos de quem perdeu a virgindade com a empregadacontos de sexo com senhores Safadãolindo homemcoxa grossa dando pornocontos eroticos , isso geme putinhapornocontoincestosfilmepotnouContos eroticos com o dono da verdureirometendo com enteada nova E que gosto de uma quentinhavedeo de dois homem mostro fazendo sexo com mulher que judia bate fodedocontos chantagiei a filha pra comer a netamae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu choraporno gay derramou agua na calçaconto erotico "padre não é homem"crossdresser saindo montada