Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Casada, sai com as amigas e trai meu marido

Categoria: Heterossexual
Data: 20/02/2017 09:45:09
Nota 10.00
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, sou a Mary, sou do maranhão, mas morando em Pelotas por conta do trabalho do marido, me considero bem gostosa, tenho 1,68/ 64 kg, cabelos pretos e cacheados, um casal de filhos de 13/12 anos,tenho 35 anos e me acho bem interessante, tenho seios médios e um bumbum de dar inveja a muita guriazinha.

Meu marido por conta do trabalho em uma multinacional viaja muito, é gerente regional e a área dele abrange vários estados, então chega a ficar de duas a três semanas sem vir em casa. Não sou muito de sair, mas tenho bastante amizades pois sou bem expansiva, e aí sem nada para fazer além de cuidar das crias eu faço aulas na academia e acabo me relacionando com pessoas mais jovens.

Com essas amizades um pouco mais jovens acabo saindo às vezes para algum barzinho, e foi em uma dessas vezes que estávamos em uma turma grande que o pessoal resolveu ir a uma festa, uma boate nova, e eu já tendo bebido um pouco e por estar de carona topei. Entramos na festa e eu vi cruzar por mim um cara bem bonito, me chamou tanto a atenção que cheguei a virar para trás e quando virei ele estava me olhando, não era um pedaço de mau caminho, era o mau caminho inteiro, hehe,mas nos perdemos e por um tempo não o vi mais, e ficamos ali bebendo e dançando entre todos, mas fiquei intrigada com o carinha e sai para procurar, não achei e quando voltei para perto dos amigos lá estava ele, eu fiquei encarando mesmo, queria que me notasse, mas acho que por ser tímido não vinha falar comigo, até que o pessoal resolveu ir embora e quando passei por ele:

- Não acredito que você já vai;

- SIM, ESTOU DE CARONA;

- Fica que eu te levo;

- SOU CASADA;

- Então me da o nº do teu telefone;

- Tu me dá o teu nº que eu te ligo.

Peguei o nº do telefone, paguei a conta e saímos da festa,éramos 3 mulheres, e a menina que era dona do carro nos convidou para tomar uma saideira e comer algo em um trailer na avenida, eu claro topei.

Paramos no trailer próximo a Brigada Militar, e 10 minutos depois estaciona um carro ao nosso lado,e por estar com os vidros abertos vi que era ele, e falei com as meninas que o cara que eu havia comentado com elas era o do cara ao lado, até que uma delas disse:

- Aquele no carro é o Matheus, um cara bem gente boa, deve ter a tua idade ou um pouco menos;

- EU NÃO SOU DE FAZER ISSO, POIS SOU CASADA, MAS FIQUEI LOUCA PARA CONVERSAR COM ELE;

- Deixa de ser boba, estamos entre amigas, eu se fosse tu ia até o carro dele;

Fiquei ali pensando se deveria ir ou não, vi que havia pedido uma cerveja, e abri a porta e fui até a janela do carona,

- NÃO VAI ME CONVIDAR PARA UMA CERVEJA?

Ele abriu um sorriso lindo ao me ver, e disse que eu entrasse para bebermos e conversarmos. Pediu mais um copo, me serviu e disse para fazermos um brinde, perguntei a que iríamos brindar:

- Vamos brindar aos encontros inesperados, as coincidências da vida;

Brindamos e ficamos conversando sobre nossas vidas, na verdade nos conhecendo um pouco e notava que ele não tirava os olhos do meu corpo, eu estava de calça jeans e blusa de alcinha, e garanto que ele não imagina que eu também não tirava os olhos da boca bonita e do corpo, que olhava para o meio das pernas dele imaginando o que e como seria o que estava por debaixo daquela calça, até que uma das meninas veio até o carro e disse que estavam indo embora, ele me convidou para ficar e que me levaria para casa, pois iria para aqueles lados da praia. eu disse que topava, apenas pedi para fechar o vidro do meu lado, pois eu estava ficando com frio, e me disse que se o problema era o frio ela poderia me aquecer, e veio em minha direção, abraçou-me com força e acabamos nos beijando, e beijando cada vez com mais desejo, até que senti sua mão repousar na minha perna, me arrepiei e senti a calcinha molhar, e ele me beijando suavemente ia subindo a mão por minhas coxas, até que apalpou com gosto minha bucetinha molhada por cima da calça, adorei sentir aquela mão em minha bucetinha sem sexo a mais de 15 dias, e atrevida peguei na pica por cima da calça, ele começou a abrir o zíper da minha calça, mas tirei a mão, parei de beijar e disse que já estava bem aquecida e rimos.Pedi que me levasse para casa, e me pediu para ficarmos mais um pouco, que havia adorado meu beijo e que queria mais, eu ri, e falei que não era nem para ter acontecido,então pagamos a conta e fomos em direção a praia, no meio do caminho me perguntou se eu não queria ir até a beira da praia, para ficarmos mais um pouco juntos, já que não sabia se iríamos nos ver novamente, falei que com certeza iríamos nos ver, a menos que ele não desejasse, e pedi que parasse o carro a uma quadra da minha casa, e quando parou eu disse que queria me despedir dele bem gostoso antes que me deixasse na porta de casa, e pedi um beijo,lambeu meus lábios, e depois recebi um gostoso beijo,e novamente senti a mão repousar na minha coxa e subir até apalpar a minha xaninha, e quando começou a beijar meu pescoço, e falou na minha orelha que tava tarado em mim, eu peguei o pau dele por cima da calça, o safado abriu o seu zíper e tirou um lindo e lustroso caralho para fora, e eu já peguei, passei a mão em toda a extensão e se já estava molhada, fiquei completamente encharcada,minha bucetinha babava, e nisso ele abriu o zíper da minha calça, eu o ajudei baixando minha calça até os joelhos e senti a mão entrar por baixo da calcinha e chegar a minha xaninha, onde começou a passar a mão sem penetrar com os dedos, passava a mão e se lambuzava com o meu mel que escorria, não tive dúvidas e comecei a masturbar, bater uma bem gostoso para ele, e quando consegui olhar para aquela pica gostosa eu tive vontade de chupar, de cair de boca, mas estava tão gostoso ele me tocando, até que senti um dedo entrar em mim, e logo todo babadinho procurou meu grelo, nossa eu me acabo toda com carinho no meu grelinho, e falei no ouvido dele que queria chupar, que queria aquela pica na minha boquinha, então ele tirou os dedos e me posicionei no banco na posição para poder saborear aquele caralho, ele abaixou a calça e a cueca para facilitar e eu lambi a pontinha da pica, lambi todo o caralho em sua extensão, coloquei a mão no saco e enfiei tudo na boca, que delícia, uma pica linda na minha boca, eu enfiava tudo até a garganta depois tirava bem apertadinho, e o safado colocou a mão por trás na minha bunda, ficou louco com a pequena tirinha da calcinha que teimava em engolir minha bunda, e chegou a minha bucetinha voltando a me dedilhar, nossa ESTOU VIVA, eu tarada com aquele pau nem lembrava mais onde estávamos, eu só queria porra, leitinho quente em mim, mas sentia que logo ia gozar, pois a massagem no grelo estava me deixando doida, e foi quando ele pediu para eu sentar no colo dele, disse que não, que não podia, que era arriscado, no meu ouvido disse para irmos até a beira da praia, mas era tarde, eu pensei quem sabe eu faço ele gozar e desiste da ideia de me penetrar, mas me pegou pelos cabelos e tirou literalmente o”pau da minha boca”, e pediu para eu sentar, disse novamente que não, mas falei para irmos até a praia. Ligou o carro e enquanto dirigia até lá eu cai de boca novamente naquela pica que estava me alucinando, e ele só dizia que eu ia gostar de ter ela cravada em mim, e na beira da praia procuramos um dos locais onde o pessoal entra de carro para descarregar os jets e lanchas e entramos, paramos quase na beira d’água, descemos do carro e ficamos encostados no capo do carro, eu de frente para ele começamos novamente a nos beijar gostoso, nossa eu já toda molhada, e me arrepiava cada vez que sentia aquele caralho duro encostado no meu ventre, ele se afastou um pouco, abriu o zíper da minha calça, e achando que ele iria tirar eu me encostei nele, o safado colocou as mãos na minha bunda, me apalpava e eu beijava que beijava aquela boca, até que senti ele colocar a mão por dentro da minha calça, e tocou minha bunda nua,puxou a calcinha todinha para o meu reguinho e conseguiu com uma das mãos chegar até minha xaninha que implorava por pau e iniciou uma leve masturbação, eu já não me importava mais com o lugar, só curtia aqueles dedos maravilhosos me bolinando e a pica dura no meu ventre, e eu falei no ouvido que assim eu ia gozar logo, então o safadinho aumentou o ritmo das dedadas e me acabei, gozei na mão do carinha rebolando gostoso, ele tirou os dedos da bucetinha e me pediu para chupar, eu chupei deliciosamente aqueles dedos e veio e me beijou para com certeza sentir o gosto do meu melzinho, foi quando eu disse que queria retribuir, e me agachei, tirei a calça dele até os joelhos e agachadinha fui metendo aquela pica gostosa na minha boca, lambi todo o pau, depois enfiei na boca até quase sufocar e mamei com gosto, até que senti o pau inchar, a cabeça tremer e sabia que ia receber porra, e foi quando senti os primeiros jatos de porra na boca, e continuei chupando sugando e o leitinho eu ia tomando todo bem gostoso, nossa que porrinha grossa, que delícia tomar leitinho de macho, me levantei,dei um abraço apertado nele e pedi que me levasse para casa, disse que queria ficar mais comigo, mas mostrei que o dia já estava clareando, entramos no carro só depois de eu prometer que o veria no outro dia para terminarmos o que começamos, prometi, como não iria prometer se eu queria e como queria provar aquela pica tesuda. Me deixou em casa, me despedi apenas com um beijo no rosto, se o beijasse na boca eu seria capaz de fuder com ele na frente da minha casa.

Cheguei em casa e já fui entrando no chuveiro, estava doida, louca pra sentir a pica gostosa que eu tanto havia gostado de chupar, e com a água deslizando sobre meu corpo comecei a pensar em uma maneira de encontrar com ele logo,logo, eu precisava sentir a pica dentro de mim. Saí do banho e fui deitar, pois sabia que em seguida as crianças iriam me acordar, mas embora com sono não conseguia tirar da minha cabeça aquele cara, a sua piça e o quanto eu havia delirado chupando e lambendo aquela bela pica que acabei colocando a mão na minha xaninha, e dedilhei forte meu grelinho imaginando aquela coisa dura e grossa entrando e saíndo de dentro de mim e acabei gozando gostoso e logo após dormindo.

Por volta das 10h30 às crianças vieram me acordar, contaram que estava um dia muito bonito e que já haviam combinado com amigos de passarem o dia na piscina, e que só faltava eu deixar para que a mãe deles fosse buscar. Saltei da cama no mesmo instante já dizendo que poderiam ir e que eu ajudaria a arrumarem o que precisassem levar, mas eu tava mesmo era com a cabeça naquela pica gostosa.

Tomei um banho,terminei de arrumar tudo que precisavam e já mandei um watts perguntando se poderia me ver a tarde, demorou uma meia hora e recebi um watts que dizia:

- Só dizer a hora e o lugar que te encontro, pode ser antes do almoço e eu preparo uma comidinha gostosa pra nós.

- DEIXA APENAS MEUS FILHOS SAÍREM DE CASA E ME PEGA NA MINHA RUA, QUANDO DISSERES QUE ESTÁS NA PRAIA EU SAIO DE CASA.

A mãe dos amiguinhos dos meus filhos passou lá em casa e os pegou e já corri para o telefone, me falou que estava na praia e que em 5 minutos eu saísse de casa. Fiz o que ele mandou e depois de caminhar uma quadra vi um carro se aproximando de mim, não era o da noite anterior, mas deu sinal de luz e vi que era ele, entrei no carro com os vidros muito escuros e recebi um abraço seguido de um delicioso beijo, falou que estava com saudades, e que eu estava linda, eu havia colocado uma calcinha branca minúscula, a qual ele ainda não havia visto, e um vestido verde escuro o qual deixava minhas coxas grossas bem amostra.

Perguntei onde iria me levar, já havia me dito que morava sozinho, e que havia pensado em fazer um churrasquinho em casa, na beira da piscina, e logo eu quis saber dos riscos de nos pegarem, confirmou que morava sozinho, e que só ele e a sua secretária do lar tinham as chaves,então topei na hora, colocou a mão sobre minhas coxas nuas e fomos conversando, até que me senti mais confortável com nossos papos e dei um beijo no rosto e repousei a mão na sua perna.

Depois de uns 30 minutos chegamos, era uma bela casa, acionou o controle do portão e entramos na garagem, e foi o portão fechar que ele veio todo...todo para cima de mim, começamos a nos beijar ainda dentro do carro e cada vez com beijos mais lascivos e intensos até que senti a mão chegar próxima a minha xaninha gulosa, e quando tocou e viu que eu já estava completamente molhada quis tirar minha calcinha ali no carro, eu consegui me livrar e sai do carro, já perguntando o que poderíamos beber, ele me levou até a cozinha e abriu a geladeira e pediu que eu escolhesse, como estava calor peguei uma cervejinha no que ele fez o mesmo e depois de um brinde e um gole de gelada ele veio me beijar, e lógico que correspondi ali mesmo na cozinha se encostou no balcão da pia e me puxou para junto, e trocamos beijos deliciosos e a cada segundo eu sentia a pica dura novamente, como na noite anterior, no meu ventre e não me fiz de rogada, me afastei e comecei a abrir o zíper, logo a calça caiu e ele mesmo fez questão de se livrar dela e da camisa, ficando de cuecas na minha frente já com a cabeça da piça para fora da cueca, eu ia me abaixar pra chupar, mas ele rapidamente me puxou pra si, me colocou de costas para ele e mordiscando meu pescoço foi subindo meu vestido, eu já esfregava a bunda na pica dura, sentia aquela coisa gostosa relando na minha bunda, e foi quando fiquei apenas de mini calcinha hehe, o carinha ficou taradinho e já veio esfregando aquele pau melado na minha bunda, até que me virei de frente, me agachei e tirei a cueca e cai de boca naquela delícia, lambi toda a pica, punhetei gostoso e enfiei o que deu na minha boca, e estava eu ali agachadinha me deliciando com a pica e com a bucetinha toda molhadinha e olhando fixamente pra ele, pq adoro ver a cara do macho quando estou chupando, e tirou o doce da minha boca, melhor dizendo tirou a pica da minha boca, e fez eu levantar e pela mão me levou até a sala da casa, sentou em uma poltrona que havia ao lado de um grande sofá e pediu que eu continuasse mamando, só que queria que eu ficasse de quatro, óbvio que fiz o que pediu, dei um gostoso beijo na boca, e fiquei de quatro e novamente comecei a mamar a pica gostosa que pulsava dentro da minha boca, e ele pediu para eu tirar a calcinha e assim de quatro fiquei peladinha,nua em pelo e vi que ele um pouco olhava pra minha boca cheia de carne e outro pouco olhava para a frente, me virei e aí sim notei que havia um enorme espelho no qual ele se deliciava olhando minha xaninha que com meu tesão já estava molhada e escorrendo pelas coxas meu suquinho, e foi quando eu disse pra ele que não aguentava mais que queria sentir aquela pica dentro de mim, o safado deitou no tapete e disse para que eu viesse em cima e enterrasse a pica toda em mim. Com ele deitado eu abri minhas pernas e fui abaixando até que senti a cabeça do caralho tocar meus lábios, doida que eu tava deixei a cabeça entrar e nossa já quase gozo só com a cabecinha,estava eu a mais de mês sem sentir pica, mas mesmo sedenta eu queria judiar um pouco, e foi quando empurrei o pau pra frente e comecei a esfregar nos meus grandes lábios vaginais, sarrei aquela pica bem gostosa, até que não aguentando mais cheguei mais para a frente e a pica bateu no meu reguinho, levantei um pouco e encaixei bem na entradinha,ele empurrou a cabeça que entrou e eu pedi calma, e assim fui rebolando,rebolando até sentir tudo dentro de mim, que tesão, que pica, que cassete gostoso e continuei rebolando, só que agora tinha a pica toda enterrada em mim, e não demorou mais que cinco minutos eu avisei que iria gozar, e foi quando aumentei os movimentos e gritei,gozei,acabei gostoso gemendo e gritando que queria muita, muita pica até que deitei por cima dele, me beijou gostoso, e como não tinha gozado pediu para que eu me apoiasse no sofá pra que ele gozasse, só pedi que não acabasse dentro, pq já havíamos esquecido a camisinha, e assim subi no sofá coloquei as pernas no assento, apoiei as mãos no encosto e fiquei esperando a pica que logo chegou toda melada do meu gozo, o safado pincelou meu reguinho que nossa, quase pedi para enfiar no meu cuzinho, mas logo em seguida a pica invadiu minha buceta, o safado socou tudo de uma só vez, gemi alto e quando fui reclamar ele começou a bombar, bombar aquela pica pra dentro e eu a delirar e comecei a pedi porra,mas que queria porra na boquinha e com medo que ele gozasse dentro pedi pra tirar, me sentei no sofá e bati uma deliciosa punheta para ele a qual eu alternava com beijos e chupadas até que gozou, gozou na minha boca, e tomei tudinho, nossa que tesão, ficamos sentados no sofá lado a lado até que me convidou pra ir para a piscina, eu me vesti, aliás fui catando minhas roupas pela casa,pegamos mais uma cerveja e quando chegamos na piscina ele que estava de cuecas me convidou para o banho, falei que não havia trazido biquíni, tirou a cueca e se jogou na piscina, quando voltou a tona me disse pra entrar, mas eu falei que não tinha trazido o biquíni, me disse que entrasse pelada, e tirei minha roupa e me joguei na piscina só de calcinha, bem puritana kkk.

Ficamos conversando dentro da água, eu só pensava em meter de novo, até que nos aproximamos e os beijos começaram novamente, eu senti meus mamilos entumecer na hora e a buceta encharcar e logo senti que a pica tava dura, pois sentia a cabeça querer me invadir,se eu não estivesse de calcinha o bruto teria entrado, mas o safado disse que tínhamos muito tempo, se afastou de mim e disse que iria buscar uma cerveja, quando ele saiu da piscina só vi aquele homem nu de bunda bonita e bem bronzeado sumir dentro da casa, eu eu bem safada tirei a calcinha e atirei na grama, e logo ele voltou com um balde com gelo e cerveja e se exibindo com aquela pica dura, cheguei a babar e brincando bati palmas e falei que era um belo exemplar, como a piscina era daquelas antigas de azulejo havia um local bem rasinho que foi por onde ele entrou até chegar na parte mais funda que era onde eu estava, onde para mim mal dava pé,e me ofereceu a cerveja, tomei um gole e voltamos aos beijos e logo eu sedenta por mais pica coloquei minhas pernas em torno dele e o pau tocou minha bucetinha;

- Safada, tirou a calcinha, ta louca por piça;

- VEM, METE GOSTOSO, QUERO SENTIR MAIS E MAIS TEU PAU.

Mal terminamos o diálogo e senti a pica entrando, invadindo minha xaninha e me preenchendo todinha, nossa como é bom uma pica indo e vindo dentro da gente, mas não durou muito, pois me encostou na parede da piscina e logo me tirou da água e me sentou com as pernas bem abertas na borda, ou melhor na pedra que fica no entorno da piscina e começou a beijar meus lábios vaginais, enfiou a língua dentro de mim e encontrou meu grelinho louco de durinho e chupou, chupou meu grelo e eu já querendo gozar na boca do carinha,ele alternava chupadas e mordidas no meu grelo com linguadas gostosas dentro da minha bucetinha, eu disse que assim ia acabar na boca dele, falou que gozasse gostoso e meu gozo veio, atirei meu corpo para trás e o safadinho passou a língua no meu cuzinho, nossa que gozo gostoso, e mal acabei de gozar me puxou para dentro da piscina e socou a pica dentro e pedia pra gozar dentro, queria que eu levasse uma esporradinha dentro de mim, eu já não sabia se deixava ou não, aquela pica me fudendo, entrando e saindo da minha xaninha, estava uma delícia até que avisou que ia gozar, pedi pra tirar, mas ele insistiu e eu disse que se ele queria tanto que enchesse minha buceta de porra, e foi com o start para ele gozar me enchendo de leite quentinho e eu o abracei e empurrei minha buceta o máximo que pude para não deixar sair nada de leitinho.

Depois que gozamos eu perguntei se poderia tomar um banho, claro que sim disse ele, me alcançou uma toalha, me sequei para entrar na casa e me levou até o banheiro da suíte, mostrou onde ficam as toalhas e me disse que entrasse no banho que ele já voltava. Entrei no banho e quando fui lavar minha xaninha achei ela GRANDE, a bichinha estava inchada de pica, e cheia de porra, e fui me ensaboando,me lavando e com a esperança dele voltar logo, mas o tempo passava e nada dele voltar,então sai do banho e me deitei de bruços peladinha na cama e fiquei a olhar as fotos que estavam na mesinha de cabeceira e não vi quando ele entrou no quarto e me vendo assim de bundinha pra cima disse que eu tinha uma bunda maravilhosa, ficou de joelhos na beira da cama e pediu que eu ficasse assim como estava,abriu minhas pernas e começou a chupar meu cuzinho, me arrepiava inteira e pensei: “esse cara quer comer meu rabinho”,mas fazia tempo que eu não tomava no rabinho, e se doesse? o pau dele não era grande,mas grosso, bem grosso, e foi quando pediu pra eu ficar de quatro e enfiou a pica na bucetinha inchada e que estava molhada pelas linguadas no cuzinho e começou a socar com força em um vai e vem alucinante, até que tirou e pincelou com o caralho todo melado meu cuzinho, e forçou, falei que não, que sem camisinha não, e foi quando ele abriu a gaveta de um das mesas de cabeceira e tirou um pacote de camisinhas e um KY,ainda pensei: “me fudi”, sempre gostei de anal, mas depois que casei fiz poucas vezes pq meu maridinho não era adepto. Ele pediu que eu colocasse a camisinha, e com ele de pé me sentei na cama e chupei a pica com o gosto da minha bucetinha misturado ao gosto do pau, depois com a camisinha posta eu fiquei de quatro,ele pegou o gel e colocou na volta do meu cuzinho, pegou mais gel e enfiou com o dedo lá dentro, o safado sabia como fazer, pois colocou um dedinho, depois outro alargando meu orifício, e olhei pra trás e estava passando gel na pica e foi quando ele falou que agora eu ia tomar literalmente no cú, forçou a cabeça pra dentro, relaxei o mais que pude e senti a cabeça entrar e arregaçar algumas preguinhas, pedi pra ir com calma pq estava doendo e quando a cabeça entrou toda, ele disse que só colocaria o resto a hora que eu achasse que estava pronta, eu coloquei um dedinho no meu grelinho e comecei a me masturbar, a dor passou e eu pedi:

- COLOCA TUDO EM MIM;

- Então agora eu vou meter todinho, até tu ficar bem atoladinha;

- METE, TÔ LOUCA PRA SENTIR TODINHO.

Terminei de falar e fui sentindo a pica entrar, eu curtia cm por cm daquele caralho grosso tomando conta do meu cuzinho, até que senti as bolas baterem na minha bundinha e pedi para que ele tirasse deixando só a cabeça da pica, e ele fez o que pedi, senti ele lentamente tirar o pau e quase toda a cabeça até que pedi, quase implorei pra meter de novo e o safado socou sem pena do meu rabo, enfiou todo de uma só vez e mandou eu rebolar bem gostoso, eu enlouqueci na pica, mexia, e fazia com que a pica entrasse e saísse e quase toda, ele me chamava de puta, dizia que eu tinha um rabo gostoso, que mexia deliciosamente e falei pra ele que eu ia me acabar, e meu gozo chegou, parei de mexer e era o carinha que bombava agora, até que pedi que me deixasse gozar, ele enterrou a pica toda e ficou assistindo eu ter espasmos de prazer. Quando me acalmei ele falou que queria gozar, eu perguntei onde e me falou que ia arrebentar mais umas preguinhas e que depois me dava pra tomar porra e voltou a socar violentamente, eu não sentia dor, só um prazer extremo até que tirou a pica, arrancou a camisinha eu fiquei de joelhos e pedi porra:

- DA LEITINHO PRA SUA CADELINHA,DEIXA A TUA PUTA TOMAR TUDINHO;

Terminei de falar e senti um jato de porra na cara, enfiei o caralho na boca e chupei deliciosamente, tomando toda a porra.

Tomei tudinho, deixei a pica limpinha, e me pegou pela mão,me levantei e me guiou ao box do chuveiro, disse que já voltava e eu fiquei ali deixando a água cair e pensando na delícia que estava sendo, que como fora bom tomar no cuzinho depois de tanto tempo, e foi quando me perguntou se havia espaço pra mais um no chuveiro, lógico que o convidei a entrar. Peguei o sabonete e comecei a ensaboar, lavar meu homem todinho, só que quando fui lavar a pica, de tanto eu manipular o caralho começou a crescer nas minhas mãos, foi quando ele disse que agora era a vez dele me lavar, começou ensaboando meus seios, fazia movimentos circulares maravilhosos com as mãos e já ficaram durinhos, depois desceu para meu ventre, lavou com carinho minha xaninha, virou-me de costas e começou a ensaboar minhas costas e logo desceu para minha bunda, e quando chegou no meu cuzinho ele pediu para ver, ainda falei quer ver o estrago é? Abri a bunda e mostrei meu rabinho arregaçado, então ele colocou um dedo,depois outro e acho que entraram uns três dedinhos rsrsrs,com aqueles dedos todos eu já tava louca para dar o cuzinho de novo, e não me fiz de rogada, coloquei a mão para trás e peguei na pica e apontei para o meu cuzinho, ele só me perguntou se eu tinha certeza, falei que era só pegar a camisinha,abriu o box e no meio das toalhas que ele havia colocado na banqueta de fibra que havia do lado de fora do box pegou uma camisinha, secou o pau, pediu que eu colocasse, eu me ajoelhei chupei o caralho,cuspi na cabeça e coloquei a camisinha, mandou eu ficar encostada na parede, mas eu disse que queria de outro jeito e peguei a banqueta coloquei dentro do box, pedi para sentar e me coloquei de frente para ele, senti a cabeça da pica entrando na bucetinha, me abaixei e deixei entrar todo o caralho, levantei e pegando na pica a posicionei pro cuzinho e fui sentando...sentando...a cabeça entrou fácil e deixei o caralho entrar todo, entrou fácil,meu rabo já estava todo arregaçado e comecei a rebolar na pica, eu só dizia que queria que ele terminasse, acabasse no meu rabo, mas nada dele gozar, e o meu cuzinho começou a arder, me disse que naquela posição eu ia sofrer, que não gozaria, sai de cima, fiquei de quatro, me apoiei na parede do box e aquele pau entrou rasgando, começou um vai e vem gostoso e depois de uns 3 ou 4 minutos de socação ele avisou que ia gozar e perguntou onde eu queria, disse que queria nos meus seios, então tirou o pau do meu cú, me ajoelhei(adoro essa posição,me faz sentir submissa), arranquei a camisinha e bati uma para ele até que a piça começou a gozar, e direcionei os jatos de porra para os meus seios, quando ele terminou de gozar,espalhei a porra pelos meus seios e chupei o caralho até extrair as últimas gotinhas.

Terminamos o banho separados...rsrs...e fomos para a churrasqueira, eu falei que estava louca de fome, e como churrasco demora, me perguntou se eu não queria uma tábua de frios, e com o meu sim foi para a cozinha e trouxe a tábua acompanhada de cervejas e ficamos conversando sobre o que havia ocorrido.

- Tu gosta de dar o rabinho,né;

- FAZIA MUITO,MUITO TEMPO QUE NÃO DAVA, EU GOSTO,MAS MEU MARIDO NÃO É MUITO ADEPTO;

- Tu deu 2 vezes em menos de meia hora;

- TU SOUBE FAZER GOSTOSO, E SENTI VONTADE DE DAR DE NOVO, QUERIA SENTAR NO TEU CARALHO;

- Sei que tu é casada, mas eu quero continuar te vendo, quero fuder mais contigo;

- NÃO TE PREOCUPA, EU TAMBÉM QUERO TE DAR MUITO AINDA, E MEU MARIDO PASSA VIAJANDO, ENTÃO VAMOS TRANSAR MUITO.

Ficamos conversando mais um bom tempo, até que meus filhos me ligaram, e disseram que iriam para casa, pedi que fossem em uma hora, e foi quando pedi que me levasse, sem problemas, e foi até o quarto, fui no pátio peguei minha calcinha,e quando ele voltou pedi para ir no banheiro, e em cima da cama deixei minha calcinha, e pegamos o carro. Fomos para a praia, e quando faltavam duas quadras pedi para me despedir,parou o carro e começamos a nos despedir com beijos lascivos e quando vi que já estava ficando tarada de novo pedi para chupar o caralho, tirou para fora da bermuda e chupei, mamei até que quando me disse que iria gozar baixei o vestido até a cintura e pedi nos seios, gozou pouco né, rsrs, espalhei a porrinha nos seios, espalhei,subi o vestido e sai sem me despedir, quando cheguei no portão vi o carro do meu marido e entrei já brigando, falei que havia me dito que não viria, que passava os findes longe da família e fui para o no nosso quarto, coloquei uma calcinha e voltei para a sala e quando ia voltar a brigar nossos filhos chegaram.

Na hora de dormirmos me convidou, disse que não queria ir, que tinha coisas a fazer e mandei um watts dizendo que meu marido estava em casa e que deixasse para que eu mandasse watts quando pudesse falar, perguntou se aquela hora poderia me enviar uma arquivo, falei que sim e recebi uma foto da minha calcinha toda gozada, que safado, fui ao banheiro e mandei uma foto do meu cuzinho todo arregaçado e da buceta vermelha de meter,apaguei o watts dele e ainda bloqueei, mas só até meu marido sair de novo para viajar.

Comentários

20/02/2017 17:31:33
Parabéns, pelo conto e pela situação vivida. Muito tesudos.
20/02/2017 15:46:39
Mary..... Parabéns muito excitante é rico em [email protected]
20/02/2017 15:26:42
Um show de contos! 10. Aguardo contatos: e-mail: [email protected]
20/02/2017 13:03:55
Um show de conto. 10. Envie-me fone com DD para contatos.
20/02/2017 12:50:48
Excitante!
20/02/2017 11:08:44
Muito excitante. Alucinei com vc. meu correio [email protected] Tb tenho alguns contos publicados. Te espero la.
20/02/2017 10:21:16
que delicia amei

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


quitandeiro tarado pornoMulher cagando na calsinhavideo pornominha mãe me surpreendeu contos de incestomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosver somete vidio alugaro uma mulher pra fude na chacar mais ela nao que da o cu comedoo cara e pauzudocontos erotico chantagiei e depilei minha sograirmas safadas relatosPapai goza na minha boquinhapau alejado fodeno estourado abusetaputohomem damdo o cu e rebolando"cheiro de cu de macho"fugio da aula para da buceda e leva gozada tendrogaleguinha baixinha trancadinha novinha transando e beijando a forçahomen toma banho de coeca pica fica dura mundobichaconto erotico punheta raptoconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversarioa filhada vai passar o feriado na casa de seu padrinho e tem pensamento erotico com eleirmalouca pra perdero cabaco pro irmarcontos eroticos varios homens arrombaram meu cucasada corno.dirigindo ela aprontou contosabusando sarrando a coroa velha contoberoticopegei minha tia no banho buseta carnudamulher revivesse monstro xvideogostosa decha erick gozar em sua buceta pornodoidoe já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoraconto erotico a pequenininhaporno gay com vendedor de porte e portamuito beijo na boca pegada forte caricias e tapas em video porno com muita tara exitantenegao enchendo cu do velhote de porrade Emoções d********* pornô gay pelado com o c* arreganhadoGostosas de. Shortinho super detalhando a s partes intimas fotosso bucetudas chorando quando a pica entrouxxvideos vídeos porno doido entre cunhadacontos sou lesbica e gosto de scatFeitichi d evangelica c homemfilme porno "labios encharcados"contos de sexo depilada na praiaquero assistir vídeo pornô estupro anal com vibradores e zoofilia misturadomulheres nojona de tanto tesaorelato quenquinha velha aquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticoscasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetaContos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutahomen ve a visinha no banheiro fica louco porno doidocacetudomonstroNinfeta ansiosa para exprimentar negão de pissa grande e grosso e fica toda arrombadaconto porno provoquei meu filhomorenas,magras,cabelos pretos,peitinhos videos sexmeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhomulheres na cama peladas uma ensima da outra peladas apertando a bumda da outraminha mae so' andava de roupao contos eroticosfeminização forçada contosfilha minha femea contoxvideo novinha gostosa tesão daquela P9xvideos cliente dotado fica com pau duro durante exame e a depiladora acaba não resistndobiba boqueteras pornocrioula perdendo a virgindade de bruçocontos ineditos de sexo entre primas primos e tiaspornocaseirogosandodentrocadela lambendo o meu cacete e fudendo conmigo videocontos tia dando o cu pro sobrinhovideos de cunhada se esfregando no marido da irmafilme porno chantagem com a sogragey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geycontos.eroticos avo.peludo idoso bigodebaixar vídeo pornô pai pega filha comendo o c* dela ela grita de dor pede que não iria estoque o c***** delacontos recentes de mulheres que descobriram que o marido queria ser corno e ainda gosta de um fio terratravesti super roluda pega a mulher casada que goza so de ver o tamanho ahhhha mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetacontos de fada.dava a bucetinha quando tinha entre 6 e 7anis de idadepasando a mào na buçta da gostosasaiti porno japobeisconto eu so tinha dez aninhos e meu tio ja chupava minha xoxota que era carnudinha eu ia a loucurao pau do meu marido grande23cm e toda hr que fazer sexoconto eurotico academia com o menino bundudoabaixar tema vendo o primo transando com boneca inflávelcontos mulheres que gostam de cu de homemcontos de machos roludos dominando cornos das esposasmulher crente dando o cu pra dois pedreiro pauzudoPorno mulher gritando muito na pica do jumento e o. Jumento encaxou até o talo. Conto Meu Pequeno ,Meu Amor 1Temp. completa casadoscontosapalpando o roludo no rodeio sexocontos/arrebentei meu cabacoo coroa nos comeu contofilme de sexo da Gretchen filme de sexo da Gretchen mostrando o peito dela a bunda cheirinho na bocaporno loira quadriu grade americana pornoporno ele para pra descansar da caminhada e pega morena agua e fode com elefilme de sexo pura selvageria de chupar e chupar agressivo mesmo