Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O MAGNÍFICO PAU DO PAPAI.

Autor: Thecoach
Categoria: Heterossexual
Data: 05/04/2017 11:28:47
Nota 9.71
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Maria, "simplesmente Maria" como eu gosto de dizer, bem para mim isso é engraçado. Vivo com papai e mamãe. Seu João e dona Joana. Acabo de entrar na faculdade de arquitetura e tudo é novidade para mim, estou fascinada com a nova vida que inicio agora e uma das coisas novas que estou descobrindo agora como uma quase adulta é o sexo...Bom deixe eu explicar, não comi ninguém ainda na faculdade, são tantos garotos gostosos querendo me levar para a cama que ainda não resolvi qual ou quais serão os felizardos...Mas não sou mais virgem, aos quinze anos um primo meu resolveu esse problema para mim, depois teve o filho do vizinho, mais tarde um pintor que o papai contratou para pintar nossa casa além de um ou dois que peguei avulsos, em baladas. Mas tudo isso eu não conto, foram apenas sexo ocasionais, sem envolvimento algum. É claro que papai e mamãe imaginam que eu sou virgem de tudo, a filhinha pura que está se guardando para o marido. Para complicar mais as coisas eu tenho uma tara muito comum entre as meninas, eu sou louquinha pelo meu papai e isso não nasceu do nada não. Um dia entrei no banheiro dos meus pais para catar as roupas sujas, o chuveiro estava desligado, a porta aberta e não havia ruído algum vindo lá de dentro. Resumindo, peguei papai batendo uma feito um macaco tarado. Ele estava encostado na parede, olhos fechados e massacrando o maior e mais gostoso pau que eu já vi na vida!

Só deu tempo para eu voltar para trás, não sem antes presenciar um jato branco acertar em cheio os azulejos da parede oposta do banheiro...Eu procurando não fazer o mínimo barulho me mandei para meu quarto, a respiração e o coração disparados e a imagem do pau descomunal gravada para sempre na minha mente. Sim, naquele dia eu me masturbei antes de dormir só pensando no pau do papai e no que minha mãezinha tem que aguentar todo dia, os gritos que eu escutava a noite estavam agora explicados. Mas não foi só naquela noite que eu tive que me masturbar, desde que tive a assustadora experiência, a seis meses atrás me masturbo todas as noites antes de dormir. E pior, isso está acabando com minha vida sexual, não tem mais garoto algum que me interesse de fato, primeiro quero experimentar o papai, simples assim...Depois pretendo seguir minha vida normal de garota bem resolvida.

Mas é claro que um plano assim, bastante infantil até, ou pelo menos de alguma forma bolado na mente de uma menina nova como eu não tem muitas chances de se concretizar, mesmo porque o papai é um homem severo, cheio de moralismos e osso duro de roer. Mas a juventude tem o dom de nos motivar, nos faz ignorar dificuldades e achar que tudo podemos, nada nos é impossível. Assim parti para a missão de seduzir meu pai.

O plano foi feito de acordo com observações que colhi, quase todas as noites mamãe e papai se recolhem cedo, mas isso quando querem foder, porque depois de algum tempo o papai volta para a sala e fica vendo filmes até de madrugada. Ou melhor começa a ver os filmes depois dorme direto até quando o dia está amanhecendo, então ele volta para o quarto. Já reparei que as vezes ele então fode a mamãe de novo, sei disso pelos ruídos que escuto e pelos gemidos da mamãe...Tudo isso fui observando com a intenção de identificar em qual situação, em qual horário eu poderia pegar papai, dar o meu bote para conseguir aquele pauzão dentro de mim, louca e sem noção eu estava confiante de que minha pequena pombinha aceitaria tudo aquilo de boa, meninas novas são assim...Cheias de boas intenções...

Bom, plano feito e oportunidade identificada escolhi um dia em que mamãe devia estar indisposta, se recolheu cedo e mandou o recado para o papai:

-Vou dormir...Não precisa vir comigo, pode ficar com teus filmes...Boa noite!

Eu atenta e ansiosa dei boa noite com um beijo para o papai e com minha calcinha toda molhada me retirei também...Esperei, quase duas horas lendo contos de amor com algumas sacanagens para passar o tempo o que me deixou mais e mais excitada. Minha pombinha escorria e coçava, mas eu não ousava me tocar...Nada de estragar a diversão antes da hora...

Eu saí do meu quarto só de calcinha e sutiã, passei pela sala onde confirmei que o papai dormia, e mais ainda...Exibia o maravilhoso pau bem duro forçando a calça do pijama, com certeza algum sonho sacana. A TV ligada com o som bem baixo exibia um filme picante como o papai gosta de ver quando está sozinho. Passei pela sala, fui até a cozinha e peguei um copo de água, nos detalhes é que reside a qualidade de um bom plano...Voltei com o copo de água para a sala e quando estava bem na frente do papai que ainda dormia, derrubei o copo que se espatifou no chão. Papai pulou do sofá meio atordoado:

-Q...Que foi???? Que aconteceu?

A cena parecia comédia. Papai assustado e de pau duro na minha frente, eu só de calcinha e sutiã, duas peças escolhidas a dedo, as mais pequenas que ainda me serviam, ou quase me serviam...

Expliquei, joguei minha conversa bem decorada para o papai: Eu acordei com sede, fui pegar água na cozinha e meio sonolenta deixei o copo escorregar das minhas mãos bem na sala, pedindo desculpas voltei para a cozinha para buscar um pano e limpar a bagunça toda enquanto papai tratava de esconder sua ferramenta que insistia em se manifestar, ele usou uma almofada.

Voltei da cozinha com um pano e a pazinha de lixo, juntei os cacos todos e enxuguei a água, tudo com muita calma, bem devagar...Ajoelhada no chão, bundinha empinada e virada para meu papaizinho eu fiz o serviço no capricho. Tenho certeza que a pequena calcinha meio transparente de tão gasta foi fatal. Quando terminei levei tudo de volta para a cozinha, mas antes perguntei se o papai não queria uma cerveja já que eu assustei tanto ele...Papai me olhando meio estranho e com a voz rouca me surpreende:

-Quero sim, e pode pegar uma para você...

Beleza...papai parecia estar fisgado, me lembro que até tremi um pouco antecipando meus passos seguintes agora facilitados já que papai queria beber comigo:

-Claro pai, eu também perdi o sono agora, mas tem certeza que posso tomar uma com você?

Ele sorriu e com uma pitada de malícia:

-Você já fez dezoito anos e está uma mulher feita meu bem...muito bem feita!

Voltei da cozinha em meio segundo com as duas cervas já abertas! Sentei ao lado do meu pai que ainda estava com a almofada entre as pernas. O papo não engrenou fácil mas eu sabia como iniciar a conversa que tantas vezes ensaiei:

-Sabe pai...você disse que eu já sou uma mulher feita, mas eu ainda me acho meio inexperiente...tem um menino na faculdade que me interessa muito...Meu pai me olhou, sorriu e disse:

-Menino? Tem certeza que o assunto não é para sua mãe?

Eu fiz carinha para ganhar sorvete:

-Não papai, eu prefiro falar com você...a mamãe é meio fechada nisso.

Ele pareceu ficar orgulhoso:

-Ok filha...pode falar, que menino é esse, já estou meio com raiva dele...

Bom agora era só eu seguir o planejado:

-É um menino lindo pai, muito educado e de boa família...

Papai sorriu:

-E como se chama esse príncipe encantado?

Eu tinha o nome escolhido, já vou avisando, tudo na minha história é invenção, tudo só para conseguir o pau do papai dentro de mim...sim, eu sei! Sou uma louca mesmo:

-O nome dele é Pedro papai, e eu estou doidinha por ele e sei que ele me quer, já me convidou para sair...Só que eu estou com medo...minhas amigas dizem que os rapazes gostam de fazer coisas com as meninas, dizem que precisamos ceder um pouquinho ao menos senão eles não nos querem...

Nesse ponto eu pego meus peitos com as duas mãos e fingindo estar encabulada:

-Se eu deixar um menino pegar nos meus peitinhos eu sou uma vagabunda papai?

Papai estava vermelho e esmagando a almofada entre suas pernas:

-Claro que não filhinha, se você gosta do rapaz e ele te respeita pode com carinho e afeição demonstrar o amor dele assim, você vai gostar e ele também...assim vocês vão se conhecendo devagar, mas é preciso acima de tudo respeito e você só deve deixar alguém tocar em você se perceber que ele te ama de verdade...

Eu estava achando tudo muito fácil então resolvi apimentar as coisas:

-Mas papai...quando os meninos nos tocam gostam de apertar os peitinhos...será que vai doer?

Perguntei isso com a carinha mais meiga que pude fazer enquanto apertava eu mesmo meus mamilos entre meus dedos. Papai estava mais do que estranho agora, demonstrava visivelmente uma mistura de desconforto e interesse:

-Nã...Não minha filha! Quer dizer...E...Eu não sei, espero que o Pedro saiba o que faz...tem que ser com carinho e só vocês dois podem saber do que gostam, mais forte ou mais suave...São descobertas minha filha e isso é o gostoso de sexo...

Eu então fui mais cruel, lembrem-se meu objetivo era coisa séria:

-E como você pega nos peitinhos da mamãe? Me mostre pai!

Quando disse isso empinei os peitos quase na cara dele e foi quando ele agarrou a sua cerveja e se engasgou no primeiro gole:

-KOF...KOF...Sa...Sabe filha, eu não sei se esta conversa está indo bem para nós...que tal falar com a sua mãe?

Pobre papai, juro que me deu pena dele, estava no papo agora...Eu me senti uma serpente e ele parecia um ratinho pronto para ser devorado...Me senti muito empoderada, mulher sabendo levar um homem,para onde eu queria, mesmo que sendo meu próprio pai:

-Não pai! Eu quero falar com você porque minhas dúvidas são sobre meninos e homens e você é...

Ele ficou me olhando por um tempo, eu aproveitei e bebi um pouco da minha cerveja, o que me deu mais animo ainda:

-Vai pai...Está tudo bem, eu vou facilitar.

Peguei ele pelas mãos e fiz com que se levantasse do sofá, ele se atrapalhou todo querendo esconder o pau duro, o bicho não queria baixar mesmo...Imediatamente me virei me posicionando de em pé na frente dele também estava agora em pé. Ele ficou nas minhas costas, então puxei suas mãos para meus peitos, tive que forçar um pouco mas por trás sem me encarar ele se rendeu, minha vantagem é que agora o pau dele estava me cutucando na bunda e por isso mesmo pulsando. Que gostoso!Mas uma vez quase senti pena do paizinho:

-Agora me mostra papai, como os meninos fazem... Eu preciso saber o que esperar para não passar vergonha com o Pedro..

Papai começou a massagear meus seios todo desajeitado, se ele pudesse ver meu rosto me veria rindo, toda satisfeita principalmente com aquele pau na minha bunda...Eu dei mais um passo, agora eu parti para uma situação sem volta:

-Mas papai...eu acho que o Pedro vai querer tirar o meu sutiã...Eu sei que os meninos fazem isso.

Mal acabei de falar e puxo meu sutiã para baixo, tive que usar força porque como já disse eu estava com um sutiã bem apertadinho de quando eu tinha uns dezesseis anos apenas. Meus peitos saltaram nas mãos do papai que quase escapa se eu não fosse rápida e segurasse suas mãos em meus peitos. Papai agora era a confusão em pessoa, me segurou firme, não queria me encarar mas começou a mexer de verdade nos meus peitinhos, e quando prendeu meus mamilos entre os dedos e apertou com força eu dei o primeiro gemido, de prazer e de alegria pela vitória...Pobre papaizinho, não tinha mais escapatória, ele agora era meu...Eu sabia, conheço a fraqueza dos homens.

Papai não falou mais nada e eu parei minhas perguntas inventadas, o "Pedro" desapareceu por enquanto da conversa e eu comecei a rebolar no pau do papai enquanto minha calcinha toda molhadinha denunciava meu estado e minhas reais intenções.

Depois disso me livrei do sutiã abrindo o fecho e atirando-o ao chão e o papai não parou mais de se esbaldar nas minhas tetinhas, quando ele começou a gemer baixinho mesmo que um pouco envergonhado eu fui mais cara de pau ainda:

-Sabe pai...Às vezes os meninos vão mais longe com as meninas...E se o Pedro quiser tirar minha calcinha? Será que eu devo deixar...Que você me diz paizinho?

Ele pigarreou e com uma voz muito mais rouca agora:

-Você que sabe filhinha, uma mulher precisa saber decidir o que quer na vida e no sexo.

Eu já tinha conseguido despertar nele o lobo que todo homem tem dentro de si, não adianta ter ilusões, um homem é um animal quando no sexo, procuram sempre se controlar mas nem sempre conseguem. Percebi meu domínio da situação quando papai disse:

-Você é uma mulher muito gostosa Maria, muito especial mesmo...eu posso abaixar tua calcinha? Quero mostrar tudo o que o Pedro vai fazer com você...

Cachorrão safado! Então agora eu sou a Maria? Onde foi parar a filhinha? E sou gostosa, tão gostosa que ele quer me mostrar coisas...Eu respondi:

-Claro pai, pode tirar minha calcinha...Hoje eu quero aprender tudo com você.

Ele não esperou meio segundo, abaixou, ou melhor, arrancou minha calcinha, chegou mesmo a rasga-la, eu disse ela estava bem apertadinha, coladinha na minha bunda, depois ele me deitou no sofá e caiu de boca na minha pombinha...Ainda comentou:

-Você é raspadinha! Que coisinha mais linda...

E já foi metendo a língua entre minha raxinha, o velho me mostrou que sabia chupar, meu deu um oral nota mil, coisa que garotos não tem nem ideia de como fazer. Papai sabia lidar com meu botãozinho, trabalhou meu clitóris com amor e carinho e na língua dele eu gozei sem pudor mesmo na frente do meu pai. Vendo isso ele me colocou curvada de ventre sobre o braço estofado do sofá, eu não podia ver mas sabia que eu estava aberta e exposta para o papai e ele me fudeu sem dó, mesmo porque minha xaninha encharcada facilitou tudo. Aquele magnífico pau que um dia me fascinou lá no banheiro não decepcionou. Entrou rasgando e minha xana foi se abrindo, as paredes se afastando para acomodar o pau do papai, parecia um sonho se realizando e era mesmo. Ele meteu forte, bombou rude e me fez gozar como nunca na vida, mas ele não gozou, pelo visto ele também tinha seus planos:

Quando tirou o pau ainda muito duro de dentro de mim disse:

-Minha linda princesinha...você quer explicar algo para o papai?

Eu me fiz de desentendida...O que papai?

Ele com ar severo:

-Você não é virgem meu amor...Como foi isso?

Eu agora precisei ser cínica, mesmo estando meio zonza, afinal acabei de gozar umas três vezes em uma pica de respeito:

-Sabe pai...e tenho um vibrador e quando tinha dezesseis me empolguei um pouco, foi assim que perdi meu selinho...

Papai chegou a dar um sorriso, depois um tapa com toda força na minha bunda, eu gritei mas abafei meu próprio grito na almofada que momentos antes estava entre as pernas do papai. Ele só me disse:

-Bom se você não é virgem, preciso mostrar mais umas coisinhas que o " Pedro " com certeza vai fazer com você...

Dito isso meteu um dedo no meu cu, eu gritei de novo e pelo menos ele tirou o dedo mas logo ele meteu de novo, só que agora lubrificado com meus próprios fluidos que escorriam da buceta toda aberta, arregaçada. E foi um dedo, depois dois e no terceiro eu já estava arrependida de ter começado aquilo...Onde eu estava com a cabeça, aquilo não fazia parte dos meus planos, mas com certeza eram os planos do papai!

Papai agora debochava de mim sem disfarces:

-Você vai gostar minha princesinha, vai estar bem preparada para sair com o Pedro, com o João e com quem quiser...aposto que a fila vai ser longa...Não é filhinha amada do papai?

Eu não podia mais falar, estava em pânico porque papai já cutucava meu buraquinho com a cabeça enorme e inchada daquele pau maldoso, eu não achava ele tão magnífico agora. Papai parecia se divertir:

-Seja valente filhinha...quer mais um gole de cerveja? Acho que você vai precisar...e não grite, enfia a cara na almofada...não queremos acordar a mamãe, não é mesmo "filhinha"?

Quando ele meteu aquilo me rasgou, me dividiu em duas e eu senti aquela tora abrindo caminho pelas minhas entranhas enquanto eu gritava com a cara enterrada na almofada. Meus dedos crispados na mesma almofada quase rasgaram o tecido grosso e antes dele meter tudo eu já me achava destruída. Foi quando me lembrei que aquele pau era do papai e no desespero voltei a ser criança:

-Tira papai...Por favor paizinho, é sua filhinha pedindo...Eu não aguento mais...AH...Aiiiiiiiíííí!!!!

Ele custou a responder e quando falou eu desabei com cinismo dele:

-Ora filhinha, como você vai aprender a ser uma mulher completa para o "Pedro"? Só relaxe Maria, depois de hoje tudo vai ser mais fácil para você...Se é disto que você gosta, pode acreditar.

Depois ele começou a bombar e eu entrei em um mundo embaçado, um estado de torpor com muita dor e algum prazer que se acentuou mais quando papai começou a me masturbar, talvez por pena ou quem sabe para me viciar mesmo. Quando ele tirou o pau duro e inchado do meu cu eu estava com todo meu rabo amortecido mas por causa da masturbação tinha gozado mais uma vez, eu estava mole e doída mas percebi papai me virando e subindo no meu peito. Quando percebi suas intenções já era tarde, ele meteu o pau duro, babado e inchado na minha boca, já levou tudo aquilo de cara para o fundo da minha garganta e fez da minha boquinha uma buceta de vadia. Eu comecei a espernear e tentar escapar mas eu estava fraca e papai é muito forte, gritar eu não podia por motivos óbvios, então aguentei o castigo por falta de opções e quando ele gozou o que me pareceu litros de porra morna e grossa eu mesmo engasgando agradeci sabendo que agora o meu suplício teria fim.

Papai ficou em pé na minha frente e eu toda mole no sofá ainda tossindo meio engasgada com gosto de porra na boca e até um pouco escorrendo pelo queixo. Me olhou como eu nunca vi ele me olhar e depois me deu um tapa bem dado no meu rosto dizendo:

-Essa foi a minha última dica para você minha filha! O "Pedro" também vai te bater na cara, é assim que nós tratamos as vagabundas como você.

Comentários

07/11/2017 21:12:59
ótimo conto, seja prima,irmã e cunhada quando querem sentar não tem quem a segurem
DCG
14/05/2017 03:28:41
Delícia de conto
15/04/2017 20:11:31
Grupo SECRETO (seus amigos não podem ver) no face sobre o assunto do conto. É necessário APENAS confirmar com o login do face - http://apps.facebook.com/rakudushis/?app=5d41402abc4b2a76b9719d911017e592/fcb/en/?i=381223
08/04/2017 00:38:13
Maravilhoso!!!!
07/04/2017 16:06:37
Gostei, conto muito bom!
07/04/2017 13:14:57
Perfeito conta mais
06/04/2017 15:22:20
otimo!
06/04/2017 15:21:55
otimo
06/04/2017 05:49:20
Conto show muito bom

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


porno duas amiga core do pau cabesudomalandro gay passivo dando o cu contocontos de sexo depilando a sograas duas bundinha para o macho contoHOMENS BOMBADAO COM PENIS ACAVALADOS GOZANDO NA BOCA DE LOIRAS PORNOcontos eroticos vi meu irmão pelado pela brecha da porta e fiquei esxitada e passei a provoca elexvideo porno irmao abraca a irma quando ela ta lavando aloucanovinha sentada ensima do cassete abrindo a bucetinha com os dedosvou te arregaçar vagabunda, grita vadia, tô te arrombando cadelahistorias eroticas perdi minha virgindade anal e vaginalpraticante de zoofiliaComi o rabo sujo de bosta do Lukinha contos eróticos gaysCuidando das amiguinhas da minha irma contosnovinhas grupalweb cam xvideosxvideos sogras de pernas abertas em frente dos genrosvidio de ponodoido tarado rasgando o cuzinho da maegranfina brasileira sequestrada e fode e gozavídeo porno com uma negona de bunda grande recebendo três puconas no rabocache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho fudendo minha sogrinha e minha esposa me comendo gostoso contopornodoido entre irmao enteronpido por tia gostosaContos eronticos de tias papa anjosjovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videosxvideo comendo a escrava fujona no troncoencocho a irmanzinhacontos comi a cunhadinha parte 2 bunduda virgem novinhaver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger o pau entrou de veis ela desmaioucontos gay me apaixonei pelo meu cunhado novinho hetero que me humilhavaAdulta criando pentelho na bucetaCapítulo 2 segunda temporada contos erótico sempre te quispraticante de zoofiliabem novinhas e rolaças xxvideospadrasto ver a novinha nua e ficabatendo punhetacristina loirinha sem juizovídeo da pelada gostosona morena aquelas bem gostosa e morena e bem gostoso se tu não fazer carvãovídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijafiume porno.amulher chama vizinho pra conserata pia e entra n varafotos cazeira bucetas escapando pelo vestidovidio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulherconto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resistix negona budona lascadanovinha dando pra velho rabuchentoxvideos filha fas carrinho no pae que nao resisti e trasa com elacontos eróticos putas da ruaencontramos nossos vizinhos na praia do nudismo conto erotporno amador mulheres lanbendo o pao do homem devagarinho até gozarcontos de crossdresser forçadobunda sendo invadida pela primeira vez gayapertatinhas lidascache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 contos erotico flagrado pela a sogra no banhoporno virge mentiu ter ido pra escola pra mae acabou comendo sua irmacontos de incesto maê pega filho roçar o pênis no grelo da maeso bucetudas chorando quando a pica entrouSobrinhas safadas relatos atuaisbonitinha de 18anos quadril grande e largo bunda durinha comeu.xxxpai t***** atola a rola no c* da colegial r*****CONTOS DE SEXO INCEST IRMÃO BAJULANDO IRMAZINHAporno contos cunhado novinhoconto erotico com crenteContos eróticos de incesto com fotos de mulheres peluda e comadresvídeo vídeo da Mônica e balançando a bundinha com toalhaconfesso chantagiei minha irmãzinha pra ela me masturbaicvidiopornoContos eroticos fui estuprado por travesti do pau grande e cabesudo fotos porno ebano e marfimvideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçaCacetes gossosfeminização gayaliviava me tesao com o filho novinho da vizinha