Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Realizei fantasia minha e do meu marido

Um conto erótico de Rose
Categoria: Grupal
Data: 18/04/2017 16:42:08
Nota 9.90
Assuntos: ménage, Grupal

A história que vou contar se passa na Bahia, ano de 2016. Sou uma mulher casada, Vou me autodenominar Rose, tenho 45 anos, 26 de casada, três filhos crescidos. Não me acho bonita, tenho 1,65 de altura, 62 kg, morena clara, mas meu marido Jack, 46 anos diz que sou gostosa, que tenho pernas lindas, fazemos sexo quase todos os dias. Nunca tive outro homem na minha vida, namoro com o Jack desde os 16 anos, foi ele meu primeiro e único homem na vida, pelo menos até o dia que lhes narrarei.

Moramos no sudeste, Jack é funcionário público na área jurídica e eu sou dona de casa. Temos uma vida confortável, nada de luxo, mas muito boa. Nosso lazer comum é viajar, adoramos e meu marido diz que quando viajamos eu fico mais soltinha, do jeito que ele gosta. Nessas viagens é uma saidinha e ele me come, piscina e ele me come, antes de dormir ele me come, antes de levantar ele me come e assim vai, quando voltamos de viagem minha xoxota está bem usada e o pau dele bem esfoladinho, srsrsrs. Em casa temos uma rotina normal, mas gostamos muito de sexo, fazemos quase todos os dias, adoro sexo oral, o Jack me chupa muito gostoso, gozo desde sempre na língua dele que depois mete aquele pinto gostoso em mim me fazendo delirar de tesão. Nunca conheci outro pau, só por filmes que as vezes assistimos e nesses filmes, minha xoxota sempre denunciou que me excita demais dois homens comendo uma mulher. Meu marido já perguntou se eu tinha tesão nisso, sempre neguei, mas minha buceta desmente, fico toda molhada quando vejo dois bonitões nos filmes comendo uma mulher em todos os buraquinhos. O Jack até já chegou a dizer que caso eu quisesse ele deixaria outro cara me comer, se isso me desse prazer, mas nunca pensei nisso realmente, acho ou achava que ele falava isso só na hora do sexo, sei lá, pensando com a cabeça de baixo. Nas nossas transas não temos frescuras, nos chupamos gostoso, confesso que não deixo gozar na minha boca, não consigo, apesar do Jack pedir. Sexo anal eu faço porque o Jack adora, mas não sempre. Ele diz que sou lisinha, apertadinha, adora meter aquele pintão no meu buraquinho, deixo porque amo meu marido, mas não consigo relaxar com aquilo tudo dentro de mim.

Feitas essas considerações, ano passado fomos passar uns dias num resort na Bahia para relaxar. Lugar bacana, bonito, piscina enorme, praia em frente, tudo de bom. Nossa rotina por lá era sexo, praia/piscina e comida. Acordava e o Jack me comia gostoso, saíamos para tomar café e depois do almoço voltávamos para o quarto dar aquela dormidinha. Ao acordar, pau na minha xota outra vez, depois jantar, bebidas e no fim da noite, pau de novo, ai que delícia.

Foi lá pelo segundo ou terceiro dia de estadia que encontramos um casal na piscina, gente de Curitiba, uma mulher mais ou menos da minha altura, bem bonita, corpo em dia e o marido um sujeito alto, corpulento, acho que tinham pouco menos idade que só, por volta dos 40. Tudo começou com os maridos conversando na piscina, ele vou chamar de Raul e ela de Silvia. O sistema do resort era all inclusive, de modo que fui buscar uns petiscos e quando voltei meu marido estava sentado à mesa com o novo conhecido e sua esposa. Foi uma conversa amistosa onde se trocam algumas informações, profissão, gostos, viagens, essas coisas e nada demais. Regada a choop a conversa foi longe e tava escurecendo. Falei para o Jack para irmos para o quarto tomar banho, pedimos licença e nossos amigos disseram que também iriam. O hotel é bem grande e pra nossa surpresa o casal foi na mesma direção que nós e mais, estava hospedados no quarto ao lado do nosso, que coincidência.

Rimos daquilo e falamos que mais tarde poderíamos nos encontrar para um drink, mas sem combinar nada. Entramos no nosso quarto, e fomos para o banho. Jack me abraçava, me mordia, me prendia nos braços dele, eu esfregava a bunda contra o pau dele, adoro sentir aquele cacete se esfregando em mim, no fim dei pra ele ali apoiada na parede, gozamos gostoso. Quando ele gozou ainda me virei, me ajoelhei e chupei o pau dele ainda meio duro, melado, o Jack adora terminar assim. Depois disso dormimos um soninho bem gostoso. Acordamos tarde, lá pelas nove horas e levantamos rápido porque estávamos com fome e muito tarde as comidas não são bem repostas. Chegando ao restaurante vimos nossos novos amigos à mesa e fomos convidados a nos juntar a eles. Comemos, conversamos, rimos e meu marido e o Raul foram ao bar tomar um licor, eu e a Silvia ficamos conversando amenidades. Depois disso assistimos um show de entretenimento e fomos em direção ao quarto. Reparei que quando o Jack voltou do bar ele estava com uma fisionomia engraçada, sei lá, conheço meu marido, tava diferente. Perguntei a e ele e me disse que mais tarde conversaríamos.

Chegamos ao quarto, nossos amigos entraram no deles ao lado e o Jack já veio pra cima de mim, um fogo, um tesão maluco. Me jogou em cima da cama, ergueu minha saia, colocou minha calcinha de lado e começou a chupar minha buceta, parecia que nunca tinha feito aquilo, o pau dele tava muito duro, cabeça melada, só esfregou na minha xana e meteu gostoso, forte, nem me deu tempo de retribuir a chupada. Ficamos naquela posição, ele me comendo com força, gozei e logo meu marido metia mais fundo, forte, me segurava pelas coxas e me inundava de porra. Terminada essa foda rápida, mas intensa, depois que recuperamos o fôlego perguntei pra ele o porquê daquele tesão em me comer tão sofregamente. Ele já relaxado, deitado ao meu lado me disse: Querida, você não vai acreditar. Quando fui com o Raul ao bar ele me disse que queria conversar sobre um assunto um pouco delicado. Me disse que ele e a Silvia estavam com vontade de transar comigo em com você! O Jack falou isso e ficou olhando pra minha cara acho que esperando uma resposta. Não dei nenhuma, aí o Jack continuou. Disse que o Raul argumentou que são casados há mais de dez anos, que têm essa fantasia de transar com outro casal e que acharam a oportunidade perfeita, posto que estamos todos num lugar distante, ninguém nos conhece e que se nós topássemos não haveria qualquer conseqüência. Ainda abismada com aquilo perguntei ao Jack o que ele respondeu ao Raul e ele me disse que ia conversar comigo antes de qualquer coisa. Confesso que até aquela hora estava com uma ponta de ciúme, afinal, a Silvia é uma mulher atraente, cheirosa, morena de cabelos compridos, mas também comecei a pensar que o Raul era um homem grande, corpulento, do jeito que gosto. Ficamos os dois ali conversando, perguntei ao Jack se ele deixaria o Raul me comer na frente dele, comer a bocetinha que até então só ele tinha chupado e comido. O safado começou a ficar de pinto duro outra vez e vi que aquilo o excitava muito. Peguei o pau dele, comecei a acariciar, me aninhei entre as pernas dele e comecei a mamar o pau gostoso do meu marido, já bem duro. Fiquei perguntado se ele aceitaria ver a mulherzinha dele sendo fodida por outro pau, de quatro, bem arreganhada, que o Raul iria ficar brincando com meu cuzinho enquanto metia sem dó na minha xana. O Jack foi a loucura com aquilo, segurou minha cabeça e fodeu literalmente a minha boca, tava doido de tesão. Após um tempo me colocou de quatro, mandou eu abrir bem as pernas e empinar a bunda e meteu como um cavalo, foram pouca metidas e gozei gostoso junto com ele que encheu minha buceta de porra, se é que ainda tinha porra dentro daquele saco gostoso. Dormimos exaustos.

No dia seguinte acordamos e depois do café fomos para piscina. Lá chegando encontramos o casal de amigos, não havíamos mais falado no assunto. O Jack foi conversar com o Raul dentro da piscina e eu e a Silvia ficamos tomando sol. Meio sem graça perguntei pra ela sobre a conversa dos dois maridos na noite anterior e ela me contou que eles tinham mesmo combinado aquilo, que nunca tinham feito nada, mas que já tinham lido a respeito e que era uma vontade dos dois. Me disse ainda que só faríamos o que tivéssemos vontade e que caso não quiséssemos que não atinha problema nenhum, mas era uma ótima oportunidade. Respondi educadamente que aquilo era novidade para nós, que não tínhamos pensado na possibilidade, mas que iria conversar com o Jack. Pedi licença, chamei meu marido e fomos dar uma volta. Assim que ficamos sozinhos perguntei ao Jack o que estavam falando e lógico, ele respondeu que era aquele assunto. Andamos na praia, conversamos muito sobre aquilo, o Jack me perguntou se eu tinha tesão naquilo, respondi que aquela situação estava me excitando, que tinha reparado naquele dia no Raul como macho, que imaginei ele pelado na minha frente e isso estava me dando bastante tesão. Meu marido se excitou, falou que também tinha imaginado a Silvia pelada, como seria o gostinho dela, a xoxota, enfim, falamos umas putarias e nos excitamos. O Jack me contou que combinou com o Raul que caso topássemos a senha seria erguer um brinde depois do almoço. O dia foi passando, caminhamos e mais tarde no almoço nos sentamos próximos aos nossos amigos, mas não com eles. Em determinado momento o Jack ergueu uma taça e brindou em direção aos nossos amigos, pronto, estava combinado.

Raul e Silvia iriam embora naquela noite, sairiam do Resort lá pelas 22 horas, então teria de ser a tarde mesmo. Almoçamos de leve, nada pesado e fomos para o quarto. Ao passar ao lado do casal ouvi algo como um até daqui a pouco. Fomos para o quarto, uma excitação maluca tomou conta de mim, pela primeira vez na vida estaria pelada na frente de outro homem e mais, iria pegar, chupar e sentir outra pica dentro de mim..estava molhada.

Chegando ao quarto fui para o banho, o Jack tomou metade de um comprimidinho azul, ele sempre tomas nas nossas viagens pra estar sempre duro pra mim. Tomei banho, já estava depilada, deixo sempre uns pelinhos na xoxota, meu marido gosta. Enquanto o Jack foi para o banho coloquei uma camisola vermelha de seda que meu marido adora e uma calcinha preta (vejam foto) e deitei na cama esperando o Jack sair do banho e nossos convidados chegarem.

Jack saiu do banho, colocou uma camiseta, um short e veio deitar ao meu lado, ficou me alisando. Acabamos dando um pequeno cochilo quando bateram à porta. Coração disparou, olhei pro Jack e ele disse que iria atender, levantamos os dois ele foi abrir. Claro que eram nossos novos amigos. Sorrindo, Jack os convidou a entrar. Raul estava de bermuda e camiseta e a Silvia com um vestidinho mostrando as coxas, sem sutiã. Entraram e me levantei da poltrona que havia sentado, mas havia colocado um robe do hotel por cima. Nos cumprimentamos com beijo no rosto, meio constrangidos, mas como somos adultos, sabendo o que queríamos provar.

Meu marido sugeriu que começássemos cada um com sua esposa e ver no que ia dar, assim fizemos. Jack começou tirando meu robe e vi nos olhos de Raul que ele gostou do que viu. Jack me abraçou, me beijou lascivamente, passava a mão pelo meu corpo, foi ficando bom, fui me entregando. Ao nosso lado, em pé ao lado da cama de solteiro o casal também se acariciava, Silvia já estava sem o vestido, os peitos bonitos sendo chupados pelo Raul, calcinha também preta. Ela passava a mão por cima da bermuda dele que esta bem estufada, aquela visão me deu muito tesão, tinha cheiro de sexo no ar. Jack me deitou na cama de casal e começou a me lamber, olhei pro lado e vi a Silvia tirar o pau do Raul pra fora...que pau lindo, duro, grosso, peludo, do jeito que gosto, muito parecido com o do meu marido. Elajá estava nua, xoxota depilada como a minha, poucos pelos. Peguei no pau do Jack e senti a dureza, abaixei a cueca dele e comecei a mamar aquele pintão...que delícia. De repente reparei que havia outro pau em pé ao meu lado, Raul sorria. Olhei para o Jack que deitado acenou com a cabeça...pela primeira vez peguei em outro cacete, que tesão, alisei as bolas, senti ele todo, macio, coloquei perto da boca e abocanhei aquele caralho gostoso, mamei, chupei, senti tudo na boca, enquanto isso Silvia tinha ficado agachada com a xoxota na boca do meu marido. A situação era essa, Jack deitado chupando a Silvia que beijava Raul na boa e e Raul era chupado por mim. A inibição deu lugar a muito tesão, nos chupamos de tudo quanto é jeito, eu estava completamente entregue e muito molhada, gozei muitas vezes. De repente Raul diz que quer me penetrar, olho pro Jack e o safado faz que sim. Peguei uma camisinha e coloquei no pau do Raul e fiquei de quatro na cama, ao lado da Silvia que já fazia um papai mamãe com meu marido. Empinei bem a bunda ao lado do Jack pra ele ver outro pau sendo enterrado na xota da mulherzinha dele. Ai como foi bom, que tesão ser fodida naquela situação, meu marido ali do lado metendo em outra mulher e me vendo sendo comida por outro macho...uii!

Depois de algum tempo, fomos nós duas bem comidas, o Jack me perguntou se eu não queria realizar aquela fantasia, se quisesse a hora era aquela. Lembrei dos dois caras comendo uma mulher...nossa era hora mesmo. Trocamos de parceiro, fiquei com meu marido novamente e ele já veio me lambendo o cuzinho...eu sabia o que me esperava. Lambeu, enfiou um dedo, ficou brincando, me posicionou de ladinho(dói menos) e meteu devagar. Foi metendo, abriu minha pernas e senti uma língua na buceta...quando olhei era Silvia que me lambia devagar e gostoso. Confesso que não tenho tesão em mulher, mas tava bom. Fechei os olhos e fui sendo comida no rabo pelo meu marido e chupada por Silvia que também era comida pelo marido dela. Depois de uns minutinhos acho que fiquei bem laceadinha, tava pronta. Raul deitou de peito pra cima com o pau em pé e me aconcheguei em cima dele, ele metia devagar e chupava meus peitos, mas logo Silvia veio e acomodou a xoxota na boca dele. Jack veio por trás, empinei a bunda e recebi o cacete gostoso do meu marido no cuzinho...que sensação maravilhosa ser um sanduíche entre dois machos, gozei, gozei e gozei...nem dor sentia, era só tesão, aqueles dois machos pintudos me fodendo daquele jeito, preenchida totalmente, nossa, como foi bom!!!! Jack foi metendo forte e anunciou que iria gozar...senti me segurar forte pela cintura, pau latejando dentro da minha bundinha e me encheu de porra quentinha. Ela saiu de dentro de mim e deitou ao lado. Como sei como meu marido gosta saí de cima do Raul e fui chupar o pau do Jack. Ato contínuo a Silvia veio, tirou a camisinha do Raul e montou nele, gozaram também. Ficamos os quatro deitados nos recuperando, mil coisas passando pela cabeça. Depois de algum tempo nossos amigos se levantaram, se vestiram e foram para o quarto deles, já havia se passado umas duas horas. Acabamos dormindo e quando acordamos já era quase dez da noite. Levantamos apressados pois nossos amigos já deveriam ter ido embora. Jack viu um envelope embaixo da porta, era do casal. Agradeciam pela tarde que passamos juntos, que levariam as impressões daquele dia pelo resto da vida e nos desejavam muita felicidade. Assim foi nossa primeira e única vez até hoje.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
21/07/2018 08:32:20
Muito excitante e bem escrito, queria ver suas fotos. Email
14/06/2018 20:08:07
Querida, tesudíssimo! O que mais dizer. Relendo este ótimo conto, erótico, cheio de orgasmos bem carregados. Tiveram sorte da atração mútua bater com esse casal. A nota só pode ser 10. Há pouco vivi uma aventura, servindo como garota de programa num parque. Venha ler ele quando quiser. Bjs babados.
11/06/2018 23:07:43
Conto delicioso que narra bem as situações vividas, na iniciação da vida liberal. Pela forma que fomos educados, é bastante complicado viver tal situação. Há o desejo de experimentar, porém, muitos temores e dúvidas. Depois, nem acreditamos que fomos capazes de chegar a tanto. Parabéns pelo relato erótico e sensual, com detalhes que envolve quem lê. Nota máxima com louvor. Beijos.
02/05/2018 19:48:40
Putz!... Viajei no tesão com essa aventura. Foi muito, muito...gostoso ganhar um pouco dessa excitação contagiante que tiveram com esse casal de Curitiba. Dez pra vocês... Tenho contos aqui e se vocês comentarem, eu vou ficar bem feliz. Bjs=-)
05/04/2018 23:30:19
Conto delicioso, querida. Nos meus tempos de casada, não acreditava que existissem casais liberais. Até que depois, ao virar garota de programas, virei cafetina de mulher casada. Arrumei programa para uma outra. Tudo com anuência dos respectivos maridos. Este como disseram, transmite veracidade em cada palavra. Nota dez e beijocas.
03/02/2018 23:51:56
Meu lindo, gostei do seu conto. Com vários detalhes, me dando a impressão de ver vocês praticando tudo que conta com esse casal curitibano. Há pouco fiz menage com um ex-aluno e meu marido. Tentamos o swing, mas, não aconteceu a química e ficamos apenas como bons amigos. Nota máxima pra ti... Venha me conhecer lendo os meus. Beijinhos.
30/01/2018 09:46:25
Depois que entramos na casa dos ¨enta¨, todas besteiras de tabus e preconceitos vão pro espaço. Só o tempo inexorável fica a nos advertir que a vida é curta e as aventuras prazerosas devem ser vividas. Como vocês fizeram nesse resort. Adorei o relato, muito bem narrado e excitante. Nota 10. Fica o convite para me visitar. Beijos da Vanessa.
28/01/2018 10:51:07
sensacional
11/01/2018 06:01:22
Vim retribuir a visita e encontrei este relato excelente, muito, mas muito excitante. Realmente, longe de casa e de conhecidos, é bem mais fácil nos soltarmos e dar vazão aos prazeres que o corpo pede. Conosco foi assim e a primeira vez foi aqui no outro lado do mundo. Nota máxima com louvor. Se houve outras vezes, adoraria ler. Abs.
24/09/2017 09:19:42
Relendo e dando outro dez!!!!
24/09/2017 08:41:47
Nossa Rose! Sensacional, gozei nos imaginando no lugar dos amigos de vcs.
05/08/2017 09:54:10
Acordei e ler teu conto me encheu de tesão... Que delicia! Fiquei com inveja de vc ter um marido cúmplice e companheiro. Ah, se o meu fosse assim também. Rs. Nota 10 com louvor. Venha me conhecer lendo o meu. Um beijo!
04/08/2017 03:29:20
Show. Bem escrito. Bastante excitante. Me antibdentro daquelenquarto parabens. Se puder apareça na minha pagina paranler os meus.também reais
29/04/2017 15:25:10
Ótimo relato. Muito excitante. Nota 10. Também adoro ver minha mulher tendo e dando prazer a outros. Leiam nossos relatos. Abç Cesar
25/04/2017 16:53:17
Nossa ótimo conto.. parabéns ao casal pela avenutra e cumplicidade
25/04/2017 11:19:22
Dizem que tudo na vida tem sua primeira vez. E elas, geralmente são inesquecíveis. Como essa realização de fantasia. Parabéns pelo relato excitante dos momentos com esse casal. Deu inveja da cumplicidade de vcs. Bjs.
23/04/2017 22:01:02
Delícia de conto ein
22/04/2017 09:11:03
Ótimo conto, envolvente do inicio ao fim. A realização da fantasia de vcs foi muito excitante. Parabéns, nota 10. Também sou da Bahia. Te convido a ler o meu. Passa lá no meu conto e deixa recadinho. Bezitos.
19/04/2017 16:35:25
Delícia q todas as viagens de vcs sejam assim prazerosas
19/04/2017 14:20:41
Muito Bom…..gostei muito pq me fez lembrar uma situação vivida e bem deliciosa assim tb……




Online porn video at mobile phone


titio comendo osobrio nosofa vidio gaymorena sendo arombada por rola de40centimetros entra todinhacontos emprestei minha irma por cem reais pra um taradoso videos de xoxotas murchasflagante de sexo com patricinha de carangolapassou guspe e comeu meu cuvídeo pornô de mulher arrotando dando para baixinhomulher ameaçando cagar com o pau no cu videos pornoo negao fode o cu do moreno porque ele tava cantando na piscinasou casada o meu cunhada me estorou a bucetinha contosquero vídeo pornô do viado trocando noscoporno mulheres com alta preção no cu jogs bosta longecontos a.freira viu meu pauvideos de sexo bruto gostosa na posiçao que intslei tudocoloquei duas bolinhas de golfe na bucetamolhes pela porno vida de meninas de 19 anos eu tava tomando banho e meu pinto tava duro minha mae rabuda chegou e eu fudi elacontos de crossdresser forçadocontos eróticos, fatos veridicos com bem dotadovídeo de sexo de Osasco heloisa dando o cu para doiscalça legui caladinha na casada xvideofuderporcompletofilhadorme.e.pai.enfrega.pica.na.buceta.delaO dinha que comi o cu da minhA mae bebAda contos,pau grande e grosso porno so com novinhas sendo cruelmente aregacadasurfistas de rola durazoofilia cachorro engatado com mulher g************* de dias corridosXVídeos as panteras entregador de gás aparentetia da buceta modeladas fudendoO Ativão do Morro 2 - Casa dos Contosbunda nervosa caralho gozoumeu cu geme pornocontos de sexo depilada na praiaContos de marido fazendo esposa cadela confessar traiçãocontoseroticoss xvideos5GTA Dona sinhazinha trabalhandoobesa da virilha toda assada pornôconto erotico sou travesti e vendi meu cuConto minha vizinha me falou que o marido não endurece maisúltimos contos eróticos gayvídeo de novinha querendo perder a virgindade com japonês cobrando no gesso XVídeosnó parquinho perdi o cabacinho contospunheteiras vadias sujas socandotia camisola sem sutiaconto eróticos de minha namorada deixa sua calcinha xeia de sebo na pia do banheirocasada fode chamando corno falando obscenidadesmeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machocontos eroticos , isso geme putinhaponodoido cenas muito forteContos Mamadas no paizimcunhado comendo o bucetao da cunhada de frango assadoeu sempre brincava com as coleguinhas de mimha irmã, e prdia para eles baterem punheta para mimBaix porno emprensando na paredeo corno saia pela porta da e o amante entrava pela janela pornocontos erotico amamentei dois garotoscontos eróticos transformação marquinha biquínivanessinha casada e putinha/quadrinhosSexo on-line aclimação menagebelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinha"tesão e perigo em alto mar"Porno conto mae no msnvídeo caseiro de sexo com a namoradinha pedindo para namorado com meu com filho dela devagarzinho ela muito escandalosanovinha moreninhafazendo sexo nachácara com tioencoxando rabuda no trem casa dos contoszoofila como faze teu. cachorro te lambe sem t machucarchegando calcinha dezeijos proibidopornosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoconto erotico minha mae é uma piranhadois dotado fetendo com forca e tirando sangue da bucetinha da moleca assanhadasoca no meu rabo na buceta e goza na minha boca video pornômenage masculino contosvirei puta do meu irmãoXvideos.comcontoscornocontos eroticos usando camisola pro meu filhocontos gay uma viagem inesquecível para o novinhover contos eroticos em que maes sao flagradas pelas avos fudeno com os filhos pauzudosbbw q curta peidar contos reais