Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Minha psicóloga III

Autor: Gonçalves
Categoria: Heterossexual
Data: 08/05/2017 02:55:01
Nota 5.00
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Segunda-Feira, apresentei-me para nova sessão com a psicologa Deitei no sofá, ela aproximou-se com sua cadeira giratória para perto, com sua cadernetinha e caneta em mãos.

Contei para ela como encontrei minha irmã na sexta-feira e também contei a relação que tive com minha mãe na madrugada de sábado; que foi relatada assim, para a doutora:

-" Acordei de madrugada, com uma sede terrível; desci as escadas e fui até a geladeira, onde tomei uns dois ou três copos d'água. Nisto escuto um barulho e percebo que alguém está descendo a escada e diviso minha mãe. Perguntei se ela estava com sede e me respondeu que não. Não conseguia dormir direito, escutou alguém descendo a escada e veio ver quem era, torcendo para que fosse eu".

- "Por que ela gostaria que fosse você?" Perguntou a psicologa.

- "Porque ela estava com tesão. Já tinha dado uma com meu pai; mas ela ficou com tesão no rabo. Queria ser metida com minha rola no cu dela..."

- "Não tem uma expressão melhor para falar, Alfredo? Você está sendo muito grosso"! Falou, meio-brava a doutora.

-"Desculpe-me! Mas, continuando... minha mãe, sem sono, com tesão, abriu a barguilha de minha bermuda, tirou a rola prá fora, começou a acariciá-la, punhetando bem vagarosamente. Levou-me para o sofá da sala, não largando a pica e sentou na beira do sofá; abocanhou a jereba e fez um boquete carinhoso, lambendo o saco, as bolas e babando na cabeça do pinguelo. Tirou minha bermuda, minha cueca e deitou-me no sofá, indo pegar a latinha de vaselina. Untou todo o meu pepino. Subiu sobre meus quadris e de costas agachou-se sobre meu pau. Ela abriu as nádegas e eu segurei o cacete, mirando bem no buraquinho. Ela foi descendo e aquilo melado foi penetrando... enterrando e ela gemia, ela balbuciava, ela gaguejava: - "Ai querido... tá gostoso... teu cogumelo com essa cabeça... gostoso descer e subir no teu cacete..."

-" Ela teve orgasmo, doutora! Ficou doida... sentava e levantava de meu pênis com uma velocidade incrível... gozei dentro dela... aprofundei meu badalo para jorrar lá no fundão dela".

-" Muito bem, disse a doutra, agora temos de falar de sua irmã. De sua mãe já falamos o bastante"!

-" Bem, doutora... já contei como foi o nosso começo, com aquelas chupetinhas e eu chupando a bucetinha dela.

-" Estava um dia chuvoso, a mana voltou do colégio toda molhada, estava sem guarda-chuva. Ela correu para o banheiro e tirou toda a roupa e ia entrar no box para um banho. Subi rápido a escada e entrei no banheiro. Ela levou um susto pela minha chegada repentina. Pedi desculpa e falei que estava apertado para fazer xixi. Tirei a rola para fora e consegui fazer xixi. Tirei minha roupa e me aproximei dela com a piroca dura. Coloquei minha mão na xana e com os dedos comecei a bulinar aquela coisinha singela. Ela se contorcendo toda, apertando minha mão entre suas coxas, gemia gostoso e naqueles seios juvenis debrucei todo o meu carinho. Levei-a para meu quarto e dei-lhe um banho de língua, passeei a língua pelos seus seios, pelo abdômen, mordisquei seus rasos pentelhos e invadi a sua caverna, esfregando a língua em seu grelinho. Virei-a de bruço e taquei-lhe a língua por toda a sua costa e indo parar no reguinho, onde lambucei seu fio-o-fó de saliva. Tirei do criado-mudo a minha vaselina, abri as pernas dela e pedi a ela que separasse as nádegas. Melei minha alavanca e o cuzinho da mana. Comecei a pincelar aquela anus virgem. Ela perguntou se ida doer, respondi que sim... sendo a primeira vez; mas, que depois ela ia adorar. Com as minhas roçadas, fui estimulando o desejo da mana e assim que percebi que ela relaxou eu enterrei toda a cabeça. Ela deu um grito apavorante e quis sair de baixo...

>- Aí... tira... tira... tá horrível... Alfredo, tira Alfredo...<! Ela gaguejava, ela chorava, ela totalmente inquieta embaixo de meu corpo. E só tinha entrado a cabeça. Tirei a rola e ela correu para o banheiro, banhar-se e fui também, para bater uma punheta e gozar na pia".

-"Sexta-feira passada, quando sai daqui, encontrei-a em casa, toda chorosa... estava ainda com o cu ardendo e passei gelo em seu fio-o-fó".

- "Muito bem, seu Alfredo... ficamos marcado para a próxima quinta-feira e deve ser a nossa última sessão... o que o senhor está fazendo seu Alfredo? Está abrindo as barguilhas por que?"

-" Porque estou a fim de te comer... és muito gostosa... e aposto que chegou ao orgasmo escutando toda esta história."

-"Vou chamar os seguranças deste condomínio... o senhor pare com isso..."

-"Tranque a porta e não dê um pio... senão meto-lhe bala (tirei um 38 que estava em minha mochila)"!

Ela fez o que pedi e ficou de costas para mim, com as mãos na mesa de trabalho;levantei a saia de seu terninho, abaixei a calcinha, separei suas pernas e meti-lhe o membro na xoxota, aprofundando-me naquela selva num entrar e sair, num fuque-fuque nervoso, mas gostoso. Gozei, me arrumei, me aprumei e me despedi.

-"Tchau doutora! Ficamos marcado para quinta-feira, é a última, não é?"

Esfreguei o revolver na cara dela e fui embora batendo a porta - ela ficou na mesma posição; de costas, com as mãos na mesa e toda choramingona.

Comentários

16/05/2017 11:10:30
cara que idiotavocê já estava deixando a doutora com tesão era somente você a seduzi-la que ia come-la....agora colocar arma de fogoé demais sua nota e zero....
09/05/2017 23:21:43
tava indo bem....essa besteira de arma no final estragou tudo....mentira tem limite

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


eu quero GTA Marginal trabalhando na ambulância disfarçadoputaria brasileira padrastro pegado a força a intiada virgem numca namoroujege tarado arromba tua dona apaixonado vidio pornovelhas festejando c negros cacetudosas baianas mais bucetudasNovos contos de incesto gang bang forcadomae dis que filho rasgo a vuseta delaTirei o himen da buceta da esposa do meu amigo sua buceta sangrou conto eroticomulher d fiu dentau atolado no rabovirgem mulher (casas dos contos de transformaçãocontos erotico sobrinho pausudo so de sungacarioca dando buceta peluda pros dois marmanjos e gemendo alto pornodoidoporno português putas gemendo e falando coisas escitantes.indo até ejacular até gozar gritando de tanto prazer XVídeos pornô pornô doido pornô iradosexo com as maos apoiadas no chao ela recebe uma delisiosa chapadacache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho molekes.pelados.com.a.rola.melada.de.espermacontos eroticos como eu virei puta de um velhomeu cu é todinho teuvideos de pornodoido levou anovinha pr fode demadrugadaContos eroticos mamaeeee uii aiiforsei minha madrasta a fuder panterascontos eroticos A Dama e o Bruto Prefeito Sandy crentinha s***** metendosexporno so com as mulher corpudona e apertadinha bota choravideo de madrasta indo a viagem de finalistas com o filhogay fazeno sexo com cachorro e fica engatadotirei a virgindade da minha empregadavideo porno padastro tomando cafe e entiada estidando pra prova de sainha mostrando a calcinha brancaaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosdoidoporno vrlho fudendo filha gozando dentroContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhovideos dedadas de negao troncudo ativo em cu de ninfeto gostosoprocuro. velho sadio amigo pauzidos gostoso so meunegao pega a loira gostosa de conchinha e corno adoraporno coroa sendo desrespeita por novinho e leva ferro na buceta e porraneta safada faz boquete embaixo da mesa de jantarnovinha virgem tora a roupasmostrando s calcinhacontos de incesto estava com medo da chuva e dormir com a mamãecontos eroticos filha e pai caminhoneironovinha dado cu viguivideo porno de morena com blusa laranhadaSo mete movimha na pica duramulher chupa priquito de amiga sa empreme vou gosafodendo o putynho gayContos eróticos gay 'ñ faz isso comigo'novinhas lindas brincadeira incestoa de ciriricafilho pego a mae a pucho videus porno.comcontos gays tio e sobrinhomulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliacontos eroticos amiguinhashttp://conto me pagou pra me fudercontofudi minha cunhadacontos eroticos inicio na infancia xantageada e abusada Pelo negaocd_patryziaContos de meninas ki deu abuceta pra uns velhos tarado pau enormescomtos de maes que bate punheta no filho com seu pesinho calcado em sandalia de saltocasada fode chamando corno falando obscenidadescontos eróticos com minha mãe carente 2017 1.8quero ver video da a mulher memesia a buceta o cuas lesbicas maus fogozar do mesmo mundo fazendo sexy com cachorro ate ficar encantadovanessinha casada e putinha/quadrinhoscomeinha buceta to com tesãovir minha sogra toda sex e acabei pequerando e fiz sexo com sograseduzindo você a bater punhetamulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhoxvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindoxvidios betinhos lindovideos latifa comendo merdafotos de bucetas lusinhas brancas rosadasmulherer pediu mais piroca mais nao rinha mais e endiou a mao ate o corovelo pornovídeo pornô homem c****** no pau do outro homem saindo bosta do c* do Cupim na pica no c******** e grossaxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delacontos de putaria sou puta meu irmao um jumento fudeu o cu da minha amiga e eu ajudeimarido fazendo covardia com a buceta da esposa