Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

URSOS - Vol.5-"Nao precisa de pepino, você tem o meu pau agora"

Quando eu vi Marcão com o pepino na mão, eu sabia que não ia mais me controlar, o clima era descontraído para todos, menos para mim, eu ria junto com todos, até meu sobrinho estava rindo. Eu fiquei olhando Rafa bezuntar seus dedos com KY e socar no cu do Felipe, meu sobrinho gemeu, chupando o pepino, rindo pra mim, me provocando, me fazendo sentir fome.

Com seu cu lubrificado, ele deitou com as pernas abertas, meu Deus, que rabo, que cu delicioso, olhando nos meus olhos, ele socou o pepino, vi o legume entrando nele, meu corpo pulsava, quente, eu olhando, eu não brincava mais, estava sério, assistindo ele enfiando o pepino no cu, lembrei da cena do banheiro, ele delicioso, a perna em cima da pia, socando forte e pedindo pra eu meter. Eu encarava ele e olhava sua mão enfiando o pepino no cu, todos assistam, mas eu estava hipnotizado, ele gemia baixinho, me provocando, acendendo meu corpo. Mas foi quando ele falou que o bicho pegou.

—Mete tio- ele falou brincando comigo.

Eu me transformei naquela hora, arranquei o pepino com tudo, cuspi na minha mão, puxando ele pelas pernas, sem falar nada, sem pedir, sem me expressar. Soquei o pau no cu dele, puxando ele pelas pernas, enfiei com tudo, ele gemeu alto, eu não esperei mais nada, bombei, mas bombei pra valer, metendo como um animal, afoito, eu precisava daquele cu, eu precisava, metia forte, estocando furioso, eu não me controlava mais, não pensava em mais nada, eu só precisava comer aquele cu.

Todos assistiam em silêncio, o jeito que eu comia era bruto, Felipe gemia tão gostoso, ele me fazia querer enfiar mais, socar mais fundo, mais rápido, mais forte, meu corpo batendo de encontro ao dele, chocando com um barulho forte, eu enfiava, não parava, não queria parar, eu olhava a carinha dele, mordendo os lábios, gemendo, sentindo meu pau dentro dele, bombando, puxando suas pernas, seu corpo batendo no meu. Rafa me agarrou por trás, beijando meu pescoço, eu metendo sentindo as mãos dele no meu corpo, apertando meu peito, puxando meus pelos.

—Isso bandido- ele dizia- come nosso ursinho, come ele. Come pra eu ver.

Fer deitou junto ao Felipe, levantando suas pernas, mostrando seu cu para Marcão, ele cuspiu na mão e socou no menino com força, Felipe e Fer deram as mãos, meio que dando apoio um ao outro, enquanto os dois enfiavam as rolas fundo neles, metendo juntos, Rafa me agarrando, Fred Agarrando Marcão, os dois pedindo para que a gente fodesse os nossos ursinhos. A gente socava, metendo fundo, puxando as pernas, enfiando as rolas, os dois gemendo, se beijando, olhando para a gente, provocando, duas putinhas deliciosas. Gemiam, brincando com suas línguas, o cu de Felipe era delicioso, macio, quente, apertadinho, me levava a Loucura cada vez que meu pau se afundava no meio de suas carnes. Os beijos de Rafa, sua língua percorrendo minhas costas, eu queria aquele moleque pra mim, de qualquer maneira, por mais errado que fosse, eu queria aquele garoto na minha vida.

Trocamos de lugar, Marcão agora comendo Felipe e eu comendo Fer, foi difícil sair daquele rabo, mas se existe uma coisa que eu respeito é putaria.

Senti um vazio quando meu tio parou de bombar no meu cu, nem tive tempo de sentir saudade de um pau no rabo quando Marcão puxou meu corpo pra ele, socando com força, meteu, enfiando fundo no meu cu. Rafa agora agarrado no Marcão, brincando com seus mamilos, chupando seu pescoço, Marcão metia furioso, me olhava sério, com cara de macho dominador. Meu tio bombava no Fer que gemia gostoso, eu e Fer nos olhamos mais uma vez aquela noite, nos beijamos sentindo as picas entrando forte em nossos rabos.

Eu não resistia e olhava meu tio, mesmo que fosse Marcão o responsável pelos meus gemidos, eu observava o rosto dele enquanto ele metia em Fer, eu olhava nos olhos dele, sentindo ele socando em mim, mesmo que seu pau estivesse socado em outro cu, Era em mim que ele mirava, ele comia a mim com seus olhos, me dominando em silêncio, fazendo jus ao seu apelido de bandido. O vagabundo estava me comendo sem nem estar com o pau rasgando meu rabo. Eu rebolei sentindo meu corpo queimar, socando aquele pau no meu cu, imaginando tudo que eu já havia visto desde o início dessa fantasia louca do autor, desculpa pelo choque da quebra da quarta parede.

Eu imaginava tudo o que eu já havia visto, desde a trepada dos dois, a Saliva escorrendo da boca do Tio Ben até seu pau pesado, e o pepino, o pepino socado no meu rabo, eu me senti fodido, em todos os sentidos.

Rafa olhava nos meus olhos com um cumplicidade máxima, ele sabia o que eu sentia, no fundo dos meus olhos ele viu a mesma submissão que ele tinha com aquele macho, nosso bandido.

Gemi avisando ele, me deixa viver isso, ei preciso desse macho, me deixa me fuder, ficar na merda como você, esse pau vale a pena, esse cuspe vale a pena. Ele olhou, nos meus olhos, e disse, vem comigo, eu te ensino a ser uma putinha pra ele. Fechamos o acordo ali, visando o bem do único que importa nessa história, o nosso macho.

Eu socava forte, muito forte, eu usava toda a minha força, socando naquele rabo, enfiando meu caralho naquele cu e olhava fundo nos olhos do meu sobrinho, eu metia pra ele, em outro, enfiando naquele cu que eu jamais vou esquecer. Eu já estava louco, obcecado, eu vou ter ele para mim, eu pensava. Louco, doente. Mas ele também estava, rafa também estava, nos três esquecemos que existiam outras pessoas naquela orgia, ali, nos três decidimos nos amar, decidimos com olhares. Em silêncio.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/06/2018 03:00:32
Essa valterso nao gosta denada mas ler tds os contos..cara chato
09/07/2017 05:55:00
MARAVILHA, APESAR DE NÃO GOSTAR DE SURUBA.
08/07/2017 22:37:44
Que fodaaa




Online porn video at mobile phone


momento de carinho dando mordidinhas na nuca e desce lambendo as costas até chegar no cuzinhovide de maisa perdendo avigidadinovilhas rebelados no pauevangelicas na zoofilia com cachorroconto prazer de receber uma punhetinhacomtos papai me fez a pita do analconto minha sogra mim escutava meter na filha dela batia sirrricasolandoa bucetinha virgem da gatinha cm o picaContos com fotos velhos fudedores chupadoresconto de casada putavideo a ti a vacilou eu comi o cuzihno do mulequesubrinha olhando seu tiu numenino de atrasou e pediu carona pra homem sarado na moto pornoconto erótico gaay sonbra de gaelxvidio no binha petdeno ocabadogta faz sexed putaria sessaocontos eróticos de larimendesmulher cor de jambo anal classicobucetaô. jgmfui dançar e fui fudida por um pauzudovideos pono muha vumitano no pauconto de novinha tomando nas coxasxvidio menina vigem perdi avigidadi gosano nasiririca escondidaver videos de marido tanpano os olhos da esposa e levando outro homem para fodelatitia sacana estourando a fimose do sobrinhoquero ver video da a mulher memesia a buceta o cuirmão gemeos loirinhos emos gay fazendo sacanagemmulher caga incontrolavelmente no sexovendeos Ian pega sogra nua no quartoasmeniasnovinhas.nuacasada fodechamando o nome do comedor porno portuguêsincesto servindo cafe da manha com camisolinha transparentexxvideos vídeos porno doido entre cunhadacontos lukinhas22cmincesto tirando virgindade de garota de oito anos no semáforoas baianas mais bucetudasmae foi na missa e ilha toco siririca pornôfoi sentar no colo do tio sem calcinha e levou ferroXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhaconto erótico não mexa nas calcinhas da mamãe part5contos eroticos professora casada chantageada por alunoContos eróticos policial rodoviário pirocudo gayCapítulo 2 segunda temporada contos erótico sempre te quisvidios de contos errotics pai arregaça a boceta da filhavideos porno vai passar o'fds na casa da tia e fode elacasa do conto meu irmao me encoxoulindo homemcoxa grossa dando pornoX vídeos Keane vs roludocomendo sogra encuanto dorme porno loiracontos eroticos a bunda da minha esposaconto garotinho de sorte tranza com vizinhamulher casada d vicosa mg d calca apertada na bucetacontos eroticos de traição no escurinhovideos arrancando a virgindade da novinha sem piedade que deu por dinheirovideos onde maridos batem no grelo pelado com chineladas fortesirmalouca pra perdero cabaco pro irmarso eu minha enteada metendosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoContos eroticos novinha o velho mr pegoefaç de pornPorno.doidsexovai novinhas so grelao shortinho enterrado na bucetaexistem homem com penis mais de 40cmmulher convulsiona de tesao no pinto monstromulher fazendo vídeo pornô na gritalhadafiho nervozo desconta na mae putariabrasileirafiumeporno minisaia encoxadasogra faminta por sexonovinho cabaco de 15 menino sendo pego pelo tiozaocontos eroticos casal com prostitutaCasa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genromanauense novinho gozando no xvideocontos eroticos inicio na infancia xantageada e abusada Pelo negaoLoirinha Gata Magrinha Recebe Pau Enquanto Ler Um Livro baixar olinesono rabo daconhadaceta e bunda 205 só as gostosasfui enrabada/contossexocazeiro oniboContos eróticos a gordinha e personal trainerHOMENS BOMBADAO COM PENIS ACAVALADOS GOZANDO NA BOCA DE LOIRAS PORNOnegao bagaca branquinho xxvideosContos de gang bang com dotados novinhaa chamada cadela incestotorando a gordinha escandalalosapornor doido homem batendo poleta no banheiropingola pantera selvagemContos eroticos chotei na puca do meu padrasto parte1Casa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro novinha virgem tora a roupasmostrando s calcinhacasadoscontos eroticos meu professor me comeu.a brincando escanchada contos pornoFelipe e Guilherme- Amor em LondredContos erroticos pai brinca de casinha com filha e acaba fodedo