Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

URSOS - Vol.5-"Nao precisa de pepino, você tem o meu pau agora"

Quando eu vi Marcão com o pepino na mão, eu sabia que não ia mais me controlar, o clima era descontraído para todos, menos para mim, eu ria junto com todos, até meu sobrinho estava rindo. Eu fiquei olhando Rafa bezuntar seus dedos com KY e socar no cu do Felipe, meu sobrinho gemeu, chupando o pepino, rindo pra mim, me provocando, me fazendo sentir fome.

Com seu cu lubrificado, ele deitou com as pernas abertas, meu Deus, que rabo, que cu delicioso, olhando nos meus olhos, ele socou o pepino, vi o legume entrando nele, meu corpo pulsava, quente, eu olhando, eu não brincava mais, estava sério, assistindo ele enfiando o pepino no cu, lembrei da cena do banheiro, ele delicioso, a perna em cima da pia, socando forte e pedindo pra eu meter. Eu encarava ele e olhava sua mão enfiando o pepino no cu, todos assistam, mas eu estava hipnotizado, ele gemia baixinho, me provocando, acendendo meu corpo. Mas foi quando ele falou que o bicho pegou.

—Mete tio- ele falou brincando comigo.

Eu me transformei naquela hora, arranquei o pepino com tudo, cuspi na minha mão, puxando ele pelas pernas, sem falar nada, sem pedir, sem me expressar. Soquei o pau no cu dele, puxando ele pelas pernas, enfiei com tudo, ele gemeu alto, eu não esperei mais nada, bombei, mas bombei pra valer, metendo como um animal, afoito, eu precisava daquele cu, eu precisava, metia forte, estocando furioso, eu não me controlava mais, não pensava em mais nada, eu só precisava comer aquele cu.

Todos assistiam em silêncio, o jeito que eu comia era bruto, Felipe gemia tão gostoso, ele me fazia querer enfiar mais, socar mais fundo, mais rápido, mais forte, meu corpo batendo de encontro ao dele, chocando com um barulho forte, eu enfiava, não parava, não queria parar, eu olhava a carinha dele, mordendo os lábios, gemendo, sentindo meu pau dentro dele, bombando, puxando suas pernas, seu corpo batendo no meu. Rafa me agarrou por trás, beijando meu pescoço, eu metendo sentindo as mãos dele no meu corpo, apertando meu peito, puxando meus pelos.

—Isso bandido- ele dizia- come nosso ursinho, come ele. Come pra eu ver.

Fer deitou junto ao Felipe, levantando suas pernas, mostrando seu cu para Marcão, ele cuspiu na mão e socou no menino com força, Felipe e Fer deram as mãos, meio que dando apoio um ao outro, enquanto os dois enfiavam as rolas fundo neles, metendo juntos, Rafa me agarrando, Fred Agarrando Marcão, os dois pedindo para que a gente fodesse os nossos ursinhos. A gente socava, metendo fundo, puxando as pernas, enfiando as rolas, os dois gemendo, se beijando, olhando para a gente, provocando, duas putinhas deliciosas. Gemiam, brincando com suas línguas, o cu de Felipe era delicioso, macio, quente, apertadinho, me levava a Loucura cada vez que meu pau se afundava no meio de suas carnes. Os beijos de Rafa, sua língua percorrendo minhas costas, eu queria aquele moleque pra mim, de qualquer maneira, por mais errado que fosse, eu queria aquele garoto na minha vida.

Trocamos de lugar, Marcão agora comendo Felipe e eu comendo Fer, foi difícil sair daquele rabo, mas se existe uma coisa que eu respeito é putaria.

Senti um vazio quando meu tio parou de bombar no meu cu, nem tive tempo de sentir saudade de um pau no rabo quando Marcão puxou meu corpo pra ele, socando com força, meteu, enfiando fundo no meu cu. Rafa agora agarrado no Marcão, brincando com seus mamilos, chupando seu pescoço, Marcão metia furioso, me olhava sério, com cara de macho dominador. Meu tio bombava no Fer que gemia gostoso, eu e Fer nos olhamos mais uma vez aquela noite, nos beijamos sentindo as picas entrando forte em nossos rabos.

Eu não resistia e olhava meu tio, mesmo que fosse Marcão o responsável pelos meus gemidos, eu observava o rosto dele enquanto ele metia em Fer, eu olhava nos olhos dele, sentindo ele socando em mim, mesmo que seu pau estivesse socado em outro cu, Era em mim que ele mirava, ele comia a mim com seus olhos, me dominando em silêncio, fazendo jus ao seu apelido de bandido. O vagabundo estava me comendo sem nem estar com o pau rasgando meu rabo. Eu rebolei sentindo meu corpo queimar, socando aquele pau no meu cu, imaginando tudo que eu já havia visto desde o início dessa fantasia louca do autor, desculpa pelo choque da quebra da quarta parede.

Eu imaginava tudo o que eu já havia visto, desde a trepada dos dois, a Saliva escorrendo da boca do Tio Ben até seu pau pesado, e o pepino, o pepino socado no meu rabo, eu me senti fodido, em todos os sentidos.

Rafa olhava nos meus olhos com um cumplicidade máxima, ele sabia o que eu sentia, no fundo dos meus olhos ele viu a mesma submissão que ele tinha com aquele macho, nosso bandido.

Gemi avisando ele, me deixa viver isso, ei preciso desse macho, me deixa me fuder, ficar na merda como você, esse pau vale a pena, esse cuspe vale a pena. Ele olhou, nos meus olhos, e disse, vem comigo, eu te ensino a ser uma putinha pra ele. Fechamos o acordo ali, visando o bem do único que importa nessa história, o nosso macho.

Eu socava forte, muito forte, eu usava toda a minha força, socando naquele rabo, enfiando meu caralho naquele cu e olhava fundo nos olhos do meu sobrinho, eu metia pra ele, em outro, enfiando naquele cu que eu jamais vou esquecer. Eu já estava louco, obcecado, eu vou ter ele para mim, eu pensava. Louco, doente. Mas ele também estava, rafa também estava, nos três esquecemos que existiam outras pessoas naquela orgia, ali, nos três decidimos nos amar, decidimos com olhares. Em silêncio.

Comentários

09/07/2017 05:55:00
MARAVILHA, APESAR DE NÃO GOSTAR DE SURUBA.
08/07/2017 22:37:44
Que fodaaa

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos pequenina e punheteiraa japonesinha que não aguenta e se mijaflagrei meu irmao comendo nossa mãevizinha casada e safada espera marido ir trabalhar e chama seu vizinho beto q goza na boca da safadaconto erotico minha filha se acidendo eu tive da banha nelavideo na praia de jericoacoara ceara sexo porno na praiaConto erotico comi a dentista no consultoriovitinho meu sobrinho contos gaysOk pornô gay d********* escondido pornô gay com alguém daqui a pouco pensativo alguém sexo pornô gay sexo transando mulheres transando com a cunhada    contos eroticos gay dormindo com o tioContos eróticos da minha norabotou a calçinha de lado e mostrou abuçetaworttped.diegocampos.8519contos mulher encoxada na borrachariavídeo de sexo amador brasileiro de Osasco Eloisa oliveira dando o cu para doiscontos eroticos quando eu tinha doze anos viagei pra fazenda com meu paihome estrupo cu diverdanegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxver gostosas que presisou rasgar o seu chortinho de putinha para dar a bucetapunhetabr.vai laContos erotico arombei minha prima gordinhATa tarada roludo vendo novinhas com cálcinhas melecada bati punheta num desconhecido no onibus contosContos50 cm minha picamenina novinha dormindo sem calcinha toda arreganhada com seu pinguelo lá de forasucos ontem pego comendo o cu a buceta bem gostosoMULHERES GOZANDO COM FORTES MODISCADAS NA ROLA DO CARA DE MUITO TESAOconto erotico enquadradinho 2015filhaabre as pernas qie vou te fider gostososexo gay chatagiando o primoconto de novinha tomando nas coxasarregasado a buceta com muita velocidadeAdulta criando pentelho na bucetacontos eroticos feminizaçao do garotinho maesexybemmaisPornor sobrinho passando ferias na fazenda da tia viuvacontos eróticos garotinha 7aninhos boquetera e so no cuMuitasex .com gaby pornolContos eróticos dedadas gostosas na buceta dentro da banheirao vídeo de um homem e uma mulher dançando pelada com botãozinho para minha boca sem travar para não escolher se eu quero ou não aquele é minha nota porfavor aquele pretoo primeiro amasso a gente nunca esquececontos das bordas da conaFilme potnou com muljetescontos eroticos sentei com meu cuzao no pau deleXsvideos mulher torturando escravo nuconto erotico esposa liberadavídeos pornô com novinha gostosinha Sukitaeu quero GTA Marginal trabalhando na ambulância disfarçadoconto papai nao rejeita sua filha tesudaeu fui encoxada pelo meu sobrinho tarqdosexo brutatio tarado comendo sobrinha a forçaNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosdoce nanda parte IV contos eroticosfilha a reda causilha e pai empura rolalesbicas xvideo.com brigonasmassage ando a cunhada contolouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraovideo porno denovinha enfrento pau grandeninfeta cismou comigoContos de marido revoltado mas ecitado quando pegou esposa chupando outroContos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutaAmigas safadas e putas relatos eroticosconto de comendo cuxvideo muilher surpresa nxvideo sexo u buracuZoofilia caes encangados em mulheresvideo omem fragado botando arola pra levantando as saia das muulhres dentro do onibunssexo brutatio tarado comendo sobrinha a forçagay jogando video game pelado sozinhogostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosautorizei minha mulher fuder com outroConto encoxaram minha mulherConto uma vida incestuosa PT2.2