Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Minha professora de faculdade

Autor: Raskolnikov
Categoria: Heterossexual
Data: 22/07/2017 13:20:40
Última revisão: 22/07/2017 13:23:02
Nota 8.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Hoje, a pedido de um dos meus leitores, vim contar uma das minhas aventuras. Pois bem, eu tinha 22 anos quando comecei a faculdade de administração. Trabalhava durante o dia e estudava à noite, em uma instituição razoavelmente perto de casa. Entre os meus professores tinha uma mulher chamada Tânia. Devia ter 1,70 de altura, curvilínea, quadris amplos e bundão, mas o que mais chamava a atenção eram os seios fartos. Ela tinha longos cabelos negros e olhos castanhos, usava óculos e tinha uma pintinha em cima do lábio. Sempre achei ela meio irritante, mas ensinava bem.

Em uma ocasião esbarrei com ela em um show que teve na minha cidade. Nos cumprimentamos, mas não ficamos juntos durante o show. Em determinado momento meus amigos me disseram que tinha uma mulher que não parava de me encarar. Me apontaram e era a professora. Ela estava rodeada de amigas, ficava me olhando e sorrindo. Quando eu olhava de volta ela desviava o olhar e ria. Tomei coragem e cheguei nela, chamei pra dançar e ela ficou me tirando, dizendo que eu era muito novo. Cheguei no ouvido dela e disse que os novinhos fazem mais gostoso. Ela me empurrou com a mão, de brincadeira, e ficou toda vermelha, mas aceitou dançar comigo. Dançamos juntos, fritamos juntos, bebemos bastante e no final da noite ela me chamou pra ir ao apartamento dela. Aceitei. No estacionamento eu já avancei. Empurrei ela contra a porta do carro e fiquei olhando de cima, deixando minha boca perto da dela e provocando. Ela me puxou pelo cabelo e começamos a nos beijar. Desci os lábios pelo pescoço dela, depois subi para o ouvido, enquanto agarrava o cabelo dela por trás.

Ela me disse pra parar com aquilo, que estava "cutucando a onça com vara curta". Como resposta, pressionei meu pau contra ela e disse "A vara não é curta".

Ela entrou na onde, desceu a mão e começou a acariciar. Gostou do tamanho e me disse que agora que eu tinha começado, teria que terminar.

Entramos no carro e ela começou a dirigir. Coloquei minha mão na coxa dela e fui descendo, até chegar lá. Subi a saia dela e comecei a esfregar meus dedos nela, por cima da calcinha. Ela começou a respirar com dificuldade e me pedia pra parar, que tinha que dirigir, mas não me satisfiz. Esfreguei ela até sentir a calcinha melar. Só ai tirei a mão e fiquei na minha. Ela reclamou que não era justo deixar ela assim e rimos.

Chegamos ao prédio dela, nos pegamos no elevador. Quando entramos na casa dela já fomos direto para o sofá. Ela me empurrou, abriu minha calça e já começou a mamar. Fiquei de pé, com ela de joelhos, agarrei o cabelo dela e comecei a meter naquela boca gulosa. Ela me pedia pra dar surra de piroca nela, e eu batia meu pau na bochecha e na boca dela. Ela engolia e olhava pra mim.

Então ficou de pé, desceu a calcinha e a saia, sentou no sofá com as pernas abertas e me chamou. Estava depiladinha, melada e bem vermelha. Não pensei duas vezes, ajoelhei e meti a língua ali. Queria deixar ela louca, então coloquei só o começo do meu dedo dentro dela, e alternei com carinhos no clitóris dela. Ela começou a gemer alto e a tremer. Escorria de tanto tesão. Chupei aqueles peitos e ela me pediu pra morder, queria que eu deixasse marcas. Chupei os peitos dela com força, até que as marcas ficassem roxas. Ela mandou eu ir no quarto pegar camisinha, me disse onde estava no guarda roupa e eu fui. Quando voltei pra a sala ela estava se masturbando, com os dois dedinhos do meio lá. Coloquei a camisinha, abri as pernas dela e meti. Dei uma estocada que fez ela gemer alto, mas ela não se importou. Comecei a bombar naquela bucetinha gulosa, e ela a gemer. Arranhava minhas costas e pedia "Come, come vai". Alisei os seios dela, enforquei ela e deixei ela louca. O barulho do nosso sexo era alto, pois ela estava muito melada.

Pediu pra me dar de ladinho, deitou e eu comecei a comer. Pedi o cuzinho dela, mas ela disse que não porque não tinha preparado. Não quis forçar a barra, então deixei pra lá. Terminamos com ela sentada no meu colo, cavalgando. Pediu pra eu dar tapas na cara dela, e eu dei. Quando ela gozou eu fiquei muito molhado. Ela pingava de prazer.

Por fim gozei duas vezes, uma na cara dela e outra nos seios. Fomos tomar banho e ela me mamou mais um pouco. Dormimos juntos e eu tentei repetir o sexo de manhã, mas ela não quis. Estava séria e fria comigo. Fui embora sem nem pegar o telefone dela.

Na faculdade ela nem olhava pra mim e pouco falava comigo. Dei tempo a ela, voltaríamos a nos falar no futuro e teríamos mais uma aventura, que eu conto depois.

*se você gostou e quer se corresponder não deixe de escrever para: [email protected]

Comentários

28/10/2017 00:29:00
Muito bom
17/08/2017 11:45:28
Olá, muito bom. O enredo está excitante ao extremo. Isto porque, também faço facul e tem um professor que me deixar molhadinha. Rsss. Gostei do conto e dou nota 10 votado. Te convido a ler os meus. Desde já agradeço. Bezitos.
14/08/2017 09:47:37
Achei excitante e me deixou toda molhada. Acho que essa professora se deixou levar pela ¨vara que cutucou a onça¨ e depois se arrependeu pela fraqueza. Às vezes fazemos mesmo isso. Parabéns pelo conto. Dou nota 10 votado. Venha me conhecer lendo o meu. Um beijo!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eróticos escritos de lactofiliarevesando no cu da gravida pornovideos porno velhor comedor da cabeça do pau rombudacontos corno beija pés humilhadocachorro do nozão trelado no cu da gostosawww.mae nao aquento filho pausudo bocetaocomendo a coroa gostosa loira e barriguda e ela xingando palavrãoContos.minha.sobrinha.não.tem.cabelo.na.buceta.mas.ja.quer.fuder.conto cumendo irmao de pau cabecudo irma. virgemmeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoanimopron.com lara umcavalocontos lesbicos com buceta greluda encaixada na outra at gozar gostosohttp://conto me pagou pra me fuderporno tia se destraiu e sobrinha ninfeta chupou o seu maridopornocontoincestosconto erotico dei pro meu genroChupadoras mãe e filhinho contoseroticosContos porno bucetinha da bisnetinhavideo de sexo de mulher fazendo sexo afussa com outra mulhergostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosacabei liberando cu pro primo masnaogayxvidios outros purai favoritosvideos porno e sensuais de mãe de Santos que dizem que as pomba giras gostosas mais gostosasuma jovem de dizoite anos pode perde o cabaço da buceta so colocando a cabecinho de um penis por duas tentativa contoponto não. quebrau. cabaso da vigefui enrabada/contosver contos de tio q criou sobrinha e depois fudeu ate nu cuhttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branquelofotos pes tezudos femininosvidios sexos incerto nas beiradinhas das bucetinhas novinhasanythingguia de como fuder cadelasmamador de buceta contos eróticosLolytaputynha Contos de meninas ki deu abuceta pra uns velhos tarado pau enormesimagens de bucetas de riasas sexoad bucetad mais petfeitas do mundoninfetinha de saia comprida provoca dog zoofilianoiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornoAdulta criando pentelho na bucetavideo porno atentano a namorada corno escondidoMinha tia fez boquete pra mim relatocontos de gozadas nas bundas grande de coroasvidio de puta lavano abuceta e tirano bora pra fora vídeo pornô com homem enfiando o braço todo no ânus da mulher despejando muito líquidocontos eroticos arretando novinha na hora da janta na meaamenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticosgosto muito de praticar zoofiliaVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradosrabinhos e xoxotinhas arrombados por picas super grossa e cabeçudanao resiste as investidas do meu genro contox ezibisao de conas frescascache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 contos eroticoscuzinho sem pregasgranfina brasileira sequestrada e fode e gozaFutebol dos Heteros ? OU Nao ? cap 28filho pego a mae a pucho videus porno.commelhore estrupa amiga chupandoa a forsa porno fasil asesoVirgem chora na cama com velho taradoincesto pai bota filha pequena no colo e ficar bolinando elacontos eroticos "escrava" "trapos"porno gozando na bouca da filinha que dormiaporno negra sitorinha rabu enpinadoconto de sexo porno com meu cachorro pastor alrmao fui por racaopadastro come a enteada loirinha e faz ela gosar varias vesesContos um caderante estrupou minha bucetavideo porno atentano a namorada corno escondidobaixar grátis vídeos pornô lésbicas gemendo grostoso e esfregando buceta com buceta molhadinhas até gosarvideo porno a navinha criando corage a enfiar o pau do cavalo em sua bucetahttp://migre.me/w4IgEpredador de viado contos eroticosde chortinho pensando no namorado porn