Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Cadeirante descobre novo prazer

Categoria: Homossexual
Data: 23/07/2017 22:07:56
Nota 10.00

Sou um homem de 51 anos, cadeirante, há algum tempo tenho tido vontade de transar com um travesti, procurei em sites, achei uma que parecia bem feminina e bonita, acertei um programa, quando cheguei no seu apartamento vi que as fotos do site eram reais ela era realmente muito bonita e feminina, fez um strip-tease, ficou só de calcinha, babei ela tinha um corpo lindo, seios fartos, pernas longas e um volume que a calcinha não conseguia esconder, nos beijamos acariciei, beijei e suguei seus seios, fomos para a cama, ela tirou minha roupa acariciando e beijando meu corpo inteiro, até começar a tocar, lamber, beijar e finalmente abocanhar meu pau já extremamente duro e fazer um boquete espetacular,chupa-lo então me surpreendeu começando a acariciar meu cu com o dedo, passava levemente o dedo por ele me deixando agradavelmente surpreso, com uma sensação nova, tirou meu pau da boca e começou a passar a língua pelo meu cu até invadir meu rabo com sua língua deliciosa, me fazendo ter um prazer que não conhecia, fiquei tão alucinado que não aguentei coloquei uma camisinha no meu caralho e pedi para ela se posicionar de ladinho para come-la, passou um lubrificante no cuzinho e eu meti, meti tudo de uma vez só, ela apenas deu um gemido e começou a rebolar aquele rabo delicioso e quentinho, estava com tanto tesão que em poucos minutos gozei, um gozo intenso e gratificante. Após alguns minutos retirou a camisinha e voltou a chupar meu pau, ele foi crescendo novamente na sua boquinha linda e então ela disse:

- Querido agora é minha vez vou te comer gostoso.

- Não querida, eu queria sair com uma travesti gostosa como você mas sou só ativo, não dou o rabo não.

- Que isso querido, eu vi o quanto gostou da minha língua e do meu dedo roçando teu cu.

- Sim, adorei, mas daí a dar o cu vai uma grande diferença.

Então foi chegando no meu ouvido e mordendo minha orelha falou:

- Vamos fazer o seguinte, eu vou fazer uns carinhos em ti, se quiseres que eu pare é só falar, mas se gostar e quiser mais vais ter que pedir, está certo meu bem?

Evidente que não pude resistir ao pedido e deixei ela fazer o que quisesse, então foi descendo com a boca, beijando meu pescoço, meus mamilos, dava pequenas mordidinhas neles que me deixavam arrepiado, continuou descendo até chegar na minha virilha, pensei que iria abocanhar meu pau de novo, mas a safada me virou e foi dando mordidinhas na minha bunda, e passando o dedo no meu cu de novo, abriu minhas nádegas e novamente me levou a loucura com a língua entrando no meu cu, então com meu rabo lubrificado pela sua língua começou a colocar a ponta do dedo na entrado do meu rabo e dizer:

- Está gostando, está sentindo tesão no rabinho?

- Sim está ótimo, um tesão maluco.

Então foi enfiando o dedo inteiro me arrancando gemidos e provocando uma sensação que nunca tinha sentido.

- Viu como você gosta?

Em vez de responder, comecei a rebolar levemente, foi o suficiente para ela enfiar um segundo dedo, a princípio senti uma leve dor, gemi alto.

- Doeu querido, quer que eu pare?

- Não, não para não, consegui dizer.

- Então pede.

- Continua, pedi.

- Não, assim não meu bem, pede para ser transformado em mulherzinha, pede para ser comida.

- Não, eu não sou assim, sou homem.

- Então vou parar.

Retirou os dedos de dentro do meu rabo, fiquei frustado, estava bom aqueles dedos no meu cu, fiquei dividido queria mais, mas pedir para virar mulherzinha da traveco?

- Por favor, pedi, volta a acariciar meu rabo volta.

Ela enfiou novamente os dedos no meu rabo e disse:

- É só um pouquinho, só vais ter o prazer que queres e não admites se pedir para virar mulherzinha, pede para ser minha putinha, fazer tudo o que uma puta faz, senão vou parar.

Estava tão bom, que pensei, vamos ver no que isso vai dar, e falei:

- Está bem, me faz de mulherzinha.

Ela enfiou um terceiro dedo, me arrancando mais um gemido profundo, uma pequena dor e uma vontade nunca sentida, ou pelo menos nunca admitida, e disse:

- Pede com vontade, pede para ser minha puta, pede para ser arrombada pede vadiazinha.

Sem me aguentar de tesão, disse numa voz fininha que me surpreendeu:

- Me transforma em puta, me fode, me usa como quiseres.

- Isso, assim que gosto putinha. E mexia com os dedos no meu rabo que eu já rebolava sem nenhum pudor. Ela me colocou de quatro e posicionou o caralho perto da minha boca, eu ainda não tinha reparado direito no pau dela, me assustei era maior que o meu, cabeçudo, cheirava bem e estava com aquela babinha pré gozo, me assustei do que teria que aguentar, e ouvi:

- Passa a língua nele todo e depois chupa com vontade cadelinha.

A situação estava de um jeito que só me restava obedecer, e comecei a mamar naquele caralho, e mais uma surpresa, adorei, gostei do gosto e gostei do calor dele, de senti-lo preenchendo minha boca, gostei tanto ter ele dentro da minha boca que quase me esqueci que estava com 3 dedos no rabo e certamente em seguida seria enrabado por aquele pau, comecei realmente a me sentir feminina, ouvindo ela gemer de prazer com meu boquete e eu sentindo prazer com um caralho na boca, já pensava em faze-lo gozar, mas ela falou:

- Está na hora florzinha, poe a camisinha no caralho que vai tirar o cabacinho do teu rabo.

Tremendo encapei o cacete e pedi, com uma voz sumida e tímida:

- Por favor, com cuidado.

- Cala a boca e prepara o rabo, puta não dá palpite na hora de ser fodida.

Mas ela pegou um creme qualquer, besuntou bem meu rabo e posicionou o cacete na entrada, meu cu já estava meio aberto pelos seus dedos, mas senti a cabeça do caralho e senti a pressão para entrar, foi me dando uma pequena dor uma aflição e então a cabeça passou, que dor, gritei, ela parou e disse:

- Calma putinha, já vai aliviar.

- Está doendo muito, tira.

- Calma e fica quietinha que já vai passar.

De fato a dor foi diminuindo, e aliviando, e ela foi bem devagarinho enfiando, enfiava um tantinho e recuava de novo, um pouquinho e voltava, fui me acostumando, comecei a ter misturado com a dor, prazer e então a malvada vendo que eu já me acostumara com o invasor, enfiou todo o caralho no fundo do meu cu de uma vez só, urrei.

- Cala a boca que entrou tudo puta, agora tu é oficialmente uma mulherzinha, aguenta que vais viciar no meu caralho vadia.

Sem me dar tempo de nada, ela começou de fato a me foder, tirava e botava tudo bem devagar, ia e vinha dentro do meu rabo arrancando lágrimas dos meus olhos, mas aos poucos a dor foi cedendo eu fui gostando de estar sendo arrombado e ela aumentando a velocidade da metida, eu comecei a rebolar e gritar alucinadamente:

- Me fode, me arromba, sou uma puta uma cadela, me come, quero caralho no rabo, enche meu cu de porra.

E ela fodia sem dó, meu cu doía mas eu queria e pedia mais, para mim pareceu que levou horas metendo no meu cu, até então virgem, enfim ela disse vou gozar.

- Isso enche meu cu de porra.

- Não essa porra vai para tua boca.

Tirou o pau do meu rabo, arrancou a camisinha e enfiou o caralho na minha boca, quase imediatamente começou a jorrar leite dentro da minha garganta, leite quente, grosso e gostoso como nunca tinha imaginado, bebi tudinho e caí de lado exausto, ou no caso exausta. Fiquei alguns momentos ofegante, feliz, sentindo uma dor e um vazio no cu e tentando absorver tudo o que tinha acontecido, então ouvi:

- Você foi muito gostoso e gostosa, e está merecendo um prêmio.

Não entendi na hora, mas aí vi que descia em direção ao meu pau e me dei conta que ele ainda estava duro, e que eu não tinha gozado pela segunda vez.

Ela o abocanhou e chupou com maestria e disse:

- Goza na minha boca meu macho e puta, me dá teu leitinho.

Gozei, certamente o gozo mais intenso que tive até hoje. Ela bebeu tudo também, se deitou junto comigo e dormimos abraçados.

Nesse dia descobri uma nova forma de prazer, estou louco de vontade de repetir.

Espero que tenham gostado, quem quiser conversar, ou..., me escreva, [email protected]

Comentários

30/07/2017 11:03:06
Excitante!!
25/07/2017 19:32:18
Muito bom!! Vai ser interessante se ela quiser achar um macho pra voce. Eu honestamente nao me divirto muito com um home pondo langerie mas very um travesti ensinando um homem a levar rola é muito bom e mais possible pois homes parecem see encomodar menos se é uma mulher ou "mulher" que inalgura o Cabaço.
24/07/2017 12:24:43
delícia de conto, me deixou de pau duro, vc vai ver vai virar puta passiva, vai viciar em levar ola no cu, puta safada.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


porno de mulheres tentando fiji de pica grandePornô homem músculosó fodendopornor doido homem batendo poleta na varandacontos eu e meu marido fomos no jogo de futebol no onibus dei pro negao eninguem viumulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliacorno que xupar buseta melada scDesabafo de uma mae cap XIconto erotico de corno paraensever mulher gritando de tesão saindo gosminha do grilo da sua buceta grandelevantando a saia daquipornovideo porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maiskomendo kuvirgensconto garotinho de sorte tranza com vizinhaFoto picudo estotando a bucetinha da casadaporno tirando roupa itrando na picaContos erotico arombei minha prima gordinhAporno na fazenda porno doido homem chupanto a buceta ate gozartave porno co ome cumeno amante e a filha da amantequero zap d travest d itaquecetubacontos provoquei papai pauzudoyoutubebucetadcontos eroticos fudeno a novinha de 17aninhosgozando dentro da mignonzinhacontos transando com cunhado mais novoporno mulheres q bota sainhas curtinha para pega onibus lotado sopara ser fufidaxvideo iseto papaivelhas coroas gostosas sentadinhas no colo sendo enrabadasminha.irma.uza.shortinho.por.baicho.da.saiapadrasto cavalocontos eroticos com nerd tristonhosexo com dentista a forçacontosaribjr/escritorContos eroticos.de filha ajudando paiminha mulher fodemdo com e olhando para mim com cara de safada gemendo gritando e chamando dizendo ta bom corno corninho ta vendo tua mulher semdo comida fudidaQuadrinhos eróticos meu padrinho pauzudo me comeucontos eroticos Robertalucie fodedeonegao pega a loira gostosa de conchinha e corno adoraminha esposa dis q ta gosano filme pornocontos+corno mulherzinhameniina lavano abuctacontos sobre chantagiei minha tia e q comivideo pornotirando peos en el bañoconto gratis branquelo chupou a buceta da mulatahomem tem namorada ela ta dormindo. e a cama da irma é do lado irmao ataca a irma porno evito. melhor saitenovinha gostosa tira roupa oro cunhadorelatos eroticosgosto de ser traidoNinfetas mamando rola no cinema contoseroticoscontos eroticos titias putas sobrinhos roludosXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saiscontos lactofiliapornosacana traindo o marido com entregadorvideos de cunhada se esfregando no marido da irmaconto novinha marrenta estrupada pelo irmaosCleide a recatada contos eroticossexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.virei puta do meu irmãocontos minha esposa agazalhou um pal enorme no raboIncesto do cu desde pequenopaicomeu eu minha irmaContos eróticos gay comi meu tioCrentinhas cabacinhosVaqueiro fazendo sexo com a plaquinhaxvidio menina vigem perdi avigidadi gosano nasiririca escondidacontos eroticos vividos por mulherescomo faze a mulhere no gta xupare no gtadando pro supervisor contobaxinha cochuda casada vingando xvideosconto no cinepornogostosas não aguento melo pau de merdaContos: Mulher casada adora da o cu para o marido, mais antes faz lavagem no intestino.porno antigo novinha putinha de calçase esfregando escondida no pau do namorado da maedoce nanda parte IV contos eroticospornô doido chupando os mamilos da Dalvinhacontos eroticos gays virei putinha de varios