Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Redescobrindo o Tesão

Um conto erótico de CasalMaduroPP
Categoria: Heterossexual
Data: 04/09/2017 21:19:20
Nota 10.00

Eramos um casal normal chegando aos 40 anos e sem grandes aspirações no plano da sensualidade. Tínhamos uma vida confortável, mas sem tempero. Mas tudo ia bem, eu já acostumado aquela situação em que o casamento naturalmente esfria e as noites de sexo passavam a ser quase uma via crucis para acontecer. Eu dizia que precisava haver o alinhamento de 12 planetas para que tivéssemos uma noite de sexo. Um dia era a dor de cabeça, outro dia as crianças (nem tão crianças mais) estavam dormindo, outro elas estavam acordadas, outro estava cansada, outro tinha um filme bom na TV e por ai a coisa ia. Transávamos 2 ou 3 vezes por mês, aquela coisa sem sal, quase mecânica, que as vezes a gente espera tanto pra ter mas quando tem, reza pra acabar logo de tão chata que estava. Mas a gente vai se acomodando e se acostumando...Deixa de reclamar e segue a vida..... Mas a vida nos prega peças..... e vem de onde a gente menos espera.

Em uma viagem de negócios, esqueci de consultar o calendário do meu destino. Chegando à cidade vi que era feriado local, tudo fechado. Fui a uma padaria tomar um café e lá encontrei a secretaria do lojista que tinha ido visitar. Estava mais linda do que nunca, com um vestidinho preto macio caído no corpo, uma sandália prateado presa no dedo, sem soutien e com as alcinhas do vestido brigando para se manter nos ombros. Cabelos molhados soltos completavam aquele visual de quem havia acabado de se levantar. Resumindo, muito sexy ao meu ver.

Assim que ela me viu abriu um sorriso lindo..... tão lindo que seus olhos chegaram a brilhar.... Depois de me olhar fixamente soltou a gargalhada, pois percebeu minha situação com o feriado.

Sentamos numa mesinha para tomar um café juntos... conversamos um bom tempo e assim que ela soube que eu não tinha mais o que fazer na região me disse que seria uma pena eu voltar de mãos abanando... Foi direta..me convidou para terminar o café em sua casa.... Eu imaginava que ela era casada e fiquei meio mudo... Ela, dona da situação, se reclinou em minha direção na mesa, colocou a mão sobre a minha perna e disse que na casa dela não havia mais ninguém que pudesse atrapalhar nosso café.... Paguei a conta, entramos no meu carro para irmos a sua casa, cerca de duas quadras dali. Assim que ela sentou-se, a alça do vestido caiu de um lado e revelou um seio delicioso.... grande mas não gigante, firme, com uma aureola rosada e que imediatamente despontou um bico delicioso. Ela olhou pro seio, olhou para mim e perguntou se eu gostava.... Disse que adorava, que era muito bonito.... Ela retrucou: -Prova..... Curvei meu corpo e abocanhei aquela delicia...chupei, lambi, alisei sentindo ele cada vez mais duro e mais bicudo.... A posição começou a ficar ingrata, pois curvado sentia meu pênis dar sinal de vida e se contorcer dentro da calça.... Me ajeitei, ela percebeu, colocou a mão e disse que ela me ajudaria... abriu meu zíper, tirou ele para fora, se dobrou colocando ele na boca e umedecendo totalmente quase engoliu o coitado que já estava a plena força. Chupou alguns segundos, se arrumou e pediu que fossemos em frente, afinal a rua já não estava deserta, apesar do feriado e da hora.

Chegamos em sua casa, entramos e ao fechar da porta já nos agarramos quase engolindo um ao outro em beijos ardentes.... Tive o prazer de pegar cada alça daquele vestido lindo e puxar lentamente, até ver o vestido escorregar por suas curvas até o chão.....a abracei e voltei a chupar aqueles seios deliciosos enquanto ela já tentava me fazer despachar minhas roupas para o mesmo destino da dela..... Aquela mulher, na faixa dos seus 35 anos, morena clara, cabelos cacheados, seios fartos e firmes, bundinha deliciosa que engolia uma calcinha asa delta branca toda de renda que mostrava sua cor e sua rala penugem negra me deixava cada vez mais louco. Sem deixar seus seios escaparem da minha boca eu alisava suas nádegas, puxava sua calcinha para o lado e buscava encontrar sua xaninha, deslivava pelo seu reguinho até que encontrei uma gruta molhada, quente, que se contraia ao contato dos meus dedos.... Uma de suas mãos já alisava fervorosamente meu pau enquanto a outra deslizava pelo meu cabelo e pescoço. Sua boca ora procurava a minha, ora beijava, mordia e chupava meu pescoço. Depois de um bom tempo nessa esfregação ela me empurra em direção ao sofá, me faz sentar, ainda com as calças caídas no pé, quase me fazendo tropeçar..... Vem por cima, puxa delicada e sensualmente sua calcinha para o lado, pega meu pau, alisa por toda a extenção da sua xaninha molhada, suspira, geme, me beija e senta lentamente, fazendo meu pau abrir caminho naquela gruta quente. Ergue o corpo, esfrega os seios, puxa minha cabeça entre seus seios, esfrega-os em minha boca enquanto inicia uma cavalgada lenta e firme. Sugo seus seios com muito desejo e sinto meu pau explodir de paixão dentro dela..... Ela se levanta, vira aquela bundinha linda pro meu lado perguntando se gosto... Lógico que gosto, demais..... Se dobra, recua e pede: -Lambe ela, todinha.... Começo a lamber as nádegas, alisando-as, vou deslizando minha língua pelo seu reguinho...Encontro seu botãozinho, rosado, piscando, penetro com minha língua fazendo ela gemer forte e se jogar mais pra trás... consigo pegar seus seios num esforço quase impossível, aperto, esfrego, aliso, enquanto deixo seu cuzinho melado de saliva.....ela se estica por baixo, pega meu pau e inicia uma masturbação leve mais firme.... Recua o corpo e se senta novamente em mau pau... Faço menção de uma penetração anal, ela rí e diz para ter calma....penetro novamente sua xaninha... Ela senta e rebola....deliciosamente.... joga seu corpo pra traz se esfregando ao meu...aliso novamente seus seios e mordo seu pescoço.... ela geme....diz que vai gozar.... pede meu gozo dentro dela.... junto com ela.... gozamos juntos.... num espasmo impossível de se relatar.... sinto minhas forças sumirem... nunca gozei tanto na vida como dessa vez.... meu pau mesmo após a gozo não amoleceu totalmente.....ela mordia ela com a xaninha quente....esfregava suas costas no meu corpo, alivasa os próprios seios..... dobrava os braços pegando minha cabeça e puxando para seu pescoço..... Ficamos ali.....colados.....melados..... suados.... exaustos..... meu pau escapou pra fora dela mas ela não queria desencostar de mim.....se esfregava, me aliasava....

De repente levantou, virou de frente e sentou novamente no meu colo..... me beijava com desejo, colocava o seio em minha boca, alisava meu corpo, e assim ficamos um bom tempo....

Falei em tomarmos um banho.... ela pediu que não...queria me sentir dessa forma mais tempo.... Fomos fazer um café, um lanche e ficamos pela cozinha, eu pelado e ela somente com aquela calcinha rendada minúscula, enfiada na bundinha linda, e já toda melada do nosso prazer..... após o café ela se ajoelhou no chão, pegou meu pau e colocou na boca....chupou, lambeu, alisou, bateu com ela no rosto, na língua, mamou feito uma bezerrinha faminta até que a segurei pela cabeça avisando que tirasse a boca pois iria gozar.... Ela gemeu, dizendo: Gostoso...depois de um café quero um leitinho quente..Abocanhou mamando e apertando até que gozei....melei toda a sua boca...ela lambeu os lábios, bebeu boa parte do meu gozo, esfregou parte pelos seios enquando alisava a bocetinha.... Então se levantou, me pegou pela mão e me levou ao quarto.... me fez deitar em sua cama, se ajoelhou sobre mim e pediu: -Quero sua língua nela..... veio subindo até colocar sua bucetinha na minha cara..... Dequela jeito não tinha como negar, mesmo que quizesse...agarrei sua bunda e puxei-a para mim, comecei a passar a língua naquela bucetinha sem nem ao menos me lembrar que estava cheia do meu próprio gozo.... lambia aquele grelhinho delicioso, rosado, duro.... enfiei a língua o mais fundo que conseguia, a ponto de chegar a doer, ela se contorcia em cima de mim... seu suco escorria pela minha boca, melando queixo e pescoço..... Passei a ponta dos dedos pela parte de trás de sua buceta e fui molhando seu cuzinho com o seu próprio suco..... e alisava seu botãozinho, cada vez com mais pressão até que meu dedo deslizou naturalmente para dentro daquela bundinha deliciosa que eu estava cobiçando desde há muito tempo.... Aos poucos foi cedendo cada vez mais, entraram dois dedos fundos em seu cuzinho enquanto minha língua continuava a penetra-la na bucetinha....ela se esfregava num ritmo alucianado....gemia.....sua bucetinha pingava de tanto tesão e seus poros exalavam uma quantidade enorme de suor deliciosamente perfumado... Estamos molhados, em todos os sentidos...... até que ela se soltou totalmente aos meus dedos e língua, possibilitando que tudo chegasse ao mais profundo possível e gozou deliciosamente em meu rosto.

Eu já estava novamente em ponto de bala, então ela deu uma chupada muito melada no meu pau, virou de quatro, empinou a bundinha e disse: -Só consolo teve o prazer de entrar aqui....vem.....com calma.... mas não muita.....

Penetrei sua bucetinha melada e aberta um pouco, passei a mão coletando seu suco e esfreguei em su cuzinho.... ela apontou para o criado mudo e logo vi um tubo de lubrificante.... lambuzei seu cuzinho já colocando trez dedos cuidadosamente até senti-la relaxada e receptiva.... peguei em suas nádegas, esfreguei meu pau pelo seu reguinho até chegar na portinha do cuzinho e fui colocando.... ela rebolava e gemia...parava...rebolava e gemia e dizia: -Vai..mais um pouquinho..... aos poucos meu pau entrou todinho em sua bundinha, até que minha barriga se espremesse em suas nádegas.... ela começou a rebolar gemendo e falando: - Gostoso..sabia que seria gostoso....come..enfia nessa sua putinha.... come minha bundinha... pensa que não sei que você vivia de olho nela....agora é sua.... inaugura e me faz gozar pela bundinha.... Em pouco tempo ela já estava toda receptiva e não tinha mais dificuldade, apesar de ser bem apertadinha, não sentia mais dor, só tesão.... Nesse momento percebi um enorme espelho que nos mostrava deliciosamente engatados... a visão me deixou mais tarado ainda....pelas suas ancas eu a puxava de encontro ao meu pau,,,, fazia ela rebolar, tirava o pau inteiro pra ouvi-la pedindo ele de volta.... Comi seu cuzinho com tanto gosto até que anunciei meu gozo e ela novamente se colou m mim pra recebe-lo dentro dela....

Caímos exaustos na cama....nos abraçamos...ela trançou sua perna sobre as minhas esfregando sua bucetinha na minha coxa...e dormimos satisfeitos e arrasados.....

Mas não eram nem meio dia ainda.... Até as 08:00 da manha do dia seguinte, teríamos muito tempo ainda......

Continuo depois....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
09/11/2017 21:12:15
Muito bom, cara. Carne nova sempre aviva o fogo novamente. Eu já experimentei muito disso. Depois entrei naquela de me excitar vendo minha esposa com outro. Quando puder, leia como foi. Tua opinião é importante para mim. Abs.
07/10/2017 09:29:58
Adorei. Nada melhor que sexo casual ppara quebrar a rotina. Feriado bem aproveitado.
08/09/2017 10:56:36
Muito bom!!!
07/09/2017 13:22:59
Baita conto, tchê. O melhor afrodisíaco é mesmo uma guria novinha pra fazer o tesão aflorar. Tu descobristes isso com essa secretária, mais quente que frigideira sem cabo. Parabéns. Quando puderes, leia o meu. Abs calientes.
06/09/2017 08:42:39
Muito bom, certamente verdadeiro, onde isso pode ter ocorrido mesmo. O casamento é isso mesmo que vc relatou no inicio, onde a rotina acaba sendo o que acontece na maioria dos casados. Desta forma, buscar fora uma relação sem cobranças, é uma forma de nos mantermos ativos, e com vida!!! Tomara que tenha sido o primeiro de muitos encontros assim. Abraços. Pedro.
05/09/2017 12:36:21
Hummm, me encheu de vontade. Achei o conto excitante e me deixou toda molhada. A vida de casados é assim, com a rotina tomando conta. Nada como um parceiro diferente para a coisa pegar fogo e redescobrir o tesão. Venha me conhecer lendo o meu. Deixo minha nota 10 e um beijo!
05/09/2017 05:42:52
Gostei da simplicidade do relato. Nada fantasioso e muito possível de ocorrer, e me fez sentir como voyeur do acontecido. Muito tesudo e quem sabe ? O inicio de um romance colorido. Nota dez.




Online porn video at mobile phone


sanba porno que espetaculo de vizinha queredo pau vou fude mais elaler conto erotio descabaçando irma peludacontos trai com o inquilinomorena boa tocando punheta pro cadavercontos eroticos arrombaram minhaesposa crente novinha gostosa e o segurança do predio roludo contos eroticosvirei puta do meu irmãoporno com homem com baita tigãohomens chupando gksquero ver travestis sexo travesti comendo mulher da rola bem grande e grossa norm e homem comendo mulher também pode ser ou não tá difícilvelhocasadacornoincesto com meu vô contosVelho grisalho que gosta de comer um cuzinho em campos dos goitacazes historia-erotica de entiado bem dotado fudendo a entiadasexoevangelicacoisinha do pornô bumbum na nucameninas bem novas sendo fudidas pelo o padrastopatroa pega peao comendo egua e fica toda excitada pornoxxvideosamoconto comi a tia coroa peidorreiraRelato de cornos submissovídeo vídeo da Mônica e balançando a bundinha com toalhafilha faz as pazes com o pai xxxPorno contos familia incestuosas ninfetinhas comecando cedovide de maisa perdendo avigidadiXvideosarretadatentando comer irma crentinhakid bengala buraco na paredeadorei a enconxada que ele medeu erotico aldielacareca contos eroticos de mullheres carecasconhado se aproveitando da conhada porrecontos eroticos traindo o corno cdp ele assistindocontos a.freira viu meu paumeu neto de 16 virgem contos eroticopornoxvideos levo a gostosa anda de moto e comeu ela no matoVaqueiro fazendo sexo com a plaquinhacomendo minha cunhada que veio morar com agente aspanterassexo sexo de pica dura palco do batom pica dura pornôcontos crossdressfilme porno chantagem com a sogramin engravida amor porno sacanapeguei meu irmao gay e minha irma virgem fudendo nao aguemtei cumi os doisxvideo.com esfregando o pau na buceta lizinha e com um gemidinho sexo massagem na buceta com carinhohistorias eroticas perdi minha virgindade anal e vaginalporno nao percebi mas ela pegou no meu paucontos eróticos iniciada por minha tiabonecadoprazecontos erticos novinhos roludos comendo coroascazal maduros mamado jutos uma picanovinha fechar o olhos e faz biquinho pra levar gozada na caraarombei minha mae contos eroticos pornodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaocontos pornôs mulheres lindas e muito gostosas que seus maridos liberaram para seus amigos que tem um pau bem grandevídeos porno metendo na minha tia depois do carnavalrelatosacanaoq e o liquido branco melecado q saio do xibioporno sem casaminhasXvideos com icrivel ruguicomendo o cuzinho dela ela chorando ele filmando escondido ela ferver na firma esconde dele comendo o cuzinho a bucetinha dela ela chorandotorei um garotinho virgemprimos se pegando e com mãoboba pornodoido.comprovoquei meu pai calcinhamulher da o cu na cozinha segurando na piaxvidio no binha petdeno ocabadoeu qero asistir videos porno os caras do pau grande regaçado as mulheris e elas gritado sen aquetarcontos contos meu marido me arrumou um novinhocurrado na borracharia de beira de estrada conto erótico gaypirnobuceta freirascontos eroticos com fotos madrinhas coroas com novinhos roludoscontos dei p meu chefenegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxwww.relato mulher cazada tramza com outro macho.com.brconto erótico gêmeas lésbicasmãe e filha fudendo com travesti de calcinhaso puta velha o negao aroba elas gosa dentroconto cracudo noiado gay contoEu e meu namorado fizemos sexo na salavidios porno d braziliras no concuso quem cosegi beber mais pora porno doidocontos eroticos provocando meu cunhadoconto casada chantageada pelo senhorionovinha sentada ensima do cassete abrindo a bucetinha com os dedosvideos porno insetos entre filho fodendo mae prensadacasadinha se esfregando nos homens no elevadorContos eróticos esposa e Sogracontos eróticos de esposinha putinha fazendo dp com vibrador interracial