Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Perdi o cabaço para minha professora de biologia

Um conto erótico de letitbe69
Categoria: Heterossexual
Data: 25/11/2017 16:15:09
Nota 9.80

Eu tinha uns 12 anos quando ganhei meu primeiro computador e entre as primeiras coisas que comecei a procurar foi pornografia, hormônios em alta e punheta todo dia era minha rotina, na escola eu até tinha uma ou outra namoradinha, mas não passava de alguns beijos e uma mão boba na bunda.

Isso permaneceu assim até meus 15 anos, era início do semestre e pela primeira vez vejo entrar minha nova professora de biologia na sala da de aula, uma garota linda, devia ter uns 20 e poucos anos apenas, jeito de quem acabara de se formar, não deu nem uma semana e a molecada toda sempre comentava sobre Milena, afinal ela tinha um corpo lindo, era magra, pele clara com longos cabelos escuros, rosto sexy e um sorriso perfeito, na aula ela sempre ia de calças jeans, mas não demorou e alguns garotos descobriram seu perfil no facebook (como isso aconteceu a vários anos, pouca gente ainda tinha conta no facebook, então me passaram as fotos por celular)a descoberta fez a festa de todos, lá tinham algumas fotos dela de shorts, minissaia, na praia e por aí vai..

E lá estava eu, com 15 anos, ainda cabaço e com os hormônios não dando trégua, eu estudava praticamente só biologia justamente por causa dela, em um mês mais ou menos resolvo adicioná-la no facebook, para minha surpresa ela não demorou a aceitar.

De vez em quando eu buscava conversar coisas triviais com ela, outras vezes me mostrava interessado pela matéria e até procurava assuntos na internet justamente para perguntar pra ela. Depois de um tempo assim comecei a curtir algumas fotos de Milena, não demorou e ela passou a me perguntar se eu tinha gostado mesmo, o que achava das fotos e tal, eu sempre respondia que ela estava linda e coisas do tipo.

Certo dia enquanto conversávamos lhe digo que ia tomar banho e que logo voltaria, porém volto quase uma hora depois para lhe responder, Milena me perguntou

- Que banho demorado hein menino?

- Pois é Milla(eu chamava ela assim), vc sabe né, gosto de um banho bem tomado

- Sei muito bem que banho bem tomado, eu conheço adolescente e a fase dos hormônios

Eu tentei desconversar, mas ela tinha razão, eu fiquei o maior tempo batendo uma vendo uns vídeos no celular, ela me falou em seguida

- Não precisa ficar com vergonha não, isso é totalmente normal na sua idade viu, eu entendo

Eu já com segundas intenções perguntei

- Mas só na minha idade? Depois os homens param de fazer isso? hahaha

- Não né! -responde ela- mas eles começam a namorar daí tudo fica diferente.

Eu continuei

- Imagino, com uma garota deve aliviar mais e não ficar a vontade de fazer isso várias vezes no dia por ser bem mais gostoso

- E vc se masturba mais de uma vez no dia?

- Depende do dia sim, parece incontrolável, sei lá, umas quatro hahaha

- É que vc está no auge dos hormônios, logo arruma uma namorada e se alivia com ela

- Ahh, não sei, aquelas meninas da minha turma são muito infantis, eu gosto de garotas mais velhas sabe

Milena demorou para me responder, e depois de um tempo acabou se despedindo dizendo que ia dormir, mas para minha surpresa, depois desse dia nossas conversas se tornaram bem mais abertas, até em sala de aula ela me olhava de outro jeito.

Novamente certo dia enquanto conversávamos lhe avisei que estava indo tomar banho, ela perguntou

- Vai demorar bastante dessa vez também? Rsrs

- Um pouquinho.. Vc sabe né..

- Hum, sei, esse hormônios, aposto que tá com o celular cheio de vídeos de sacanagem. Hahaha

- Só alguns, sei lá, prefiro fotos e usar a imaginação

- Nossa, diferente hein, e que tipo de fotos?

- Ahh, de garotas que eu conheço, dá pra imaginar melhor sabe

- Humm, vc é bem safado hein, não vai me dizer que tem fotos de suas colegas de sala

- Tenho algumas sim, mas não muitas, já te contei que prefiro garotas mais velhas.

- Entendi, e de quem mais vc tem fotos então?

- Deixa pra lá, melhor eu não dizer..

- Vai, me conta, não vou falar pra ninguém, pode ficar tranquilo..

- Suas..

- Caramba, por essa eu não esperava. E onde conseguiu?

- Aquelas do face ué..

- Mas qual delas, me fala vai!

Eu lhe mandei um print do álbum, eram fotos de Milena de short, de minissaia, de seus pés, etc. Ela me falou em seguida

- Vc é bem atrevido viu, mas não vou lhe culpar pela sua idade não, pode ir tomar seu banho vai

Eu fui para o banho e dentro de uma meia hora lhe mandei uma mensagem, ela me perguntou se eu estava mais relaxado, a partir disso continuamos conversando até o ponto que ela me perguntou se eu teria coragem de mandar uma foto minha sem camiseta pra ela, instantaneamente lhe respondi que mandaria o que ela quisesse, tirei então uma foto e lhe mandei, ela nada disse sobre a foto e continuamos conversando até a hora de dormir.

No dia seguinte novamente uma conversa parecida, mas para minha surpresa, antes de eu ir para o banho, ela me perguntou se eu teria coragem de lhe mandar uma foto do meu pau, aquele foi o estopim, meu cacete endureceu na hora, não perdi tempo e tirei uma foto e lhe mandei, Milena visualizou e por um tempo não respondeu nada, até que me perguntou

- É sério mesmo que vc nunca ficou com uma garota?

- Já disse que não, aquelas meninas da minha turma são muito infantis.

A partir desse ponto Milena me pedia fotos sem camiseta, só de cueca, de meu pau de vários ângulos, até o dia que ela me pediu uma foto do meu cacete depois de me masturbar, mandei pra ela uma foto de meu pau todo lambuzado de porra, mas mesmo assim ela nunca dizia realmente onde queria chegar.

O mais chato também é que ela não me mandava uma foto sequer, só pedia as minhas e desconversava sobre mandar alguma dela, continuei insistindo lhe pedindo uma foto e ela me disse que para vê-la só se fosse pessoalmente, e complementou me perguntando se eu estava a fim de encontrá-la, claro que prontamente aceitei seu convite.

Milena me pegou de carro num parque próximo a minha casa, eu estava com um certo receio naquele momento, de não saber o que ia acontecer e tal, mas entrei no carro, dei um beijo em seu rosto e ela me disse

- Vamos pra minha casa tá, quero te mostrar uma coisa

Eu concordei e durante o percurso conversamos um pouco, chegando em sua casa fiquei esperando na sala enquanto ela foi se trocar pq estava com muito calor, em alguns minutos Milena voltou vestindo um short Jeans, blusinha curta e uma rasteirinha.

Minha nossa, ela estava parecendo aquelas garotas do colégio, só que mil vezes mais linda e sexy, quando olhei para suas pernas ela me perguntou

- Gostou do meu short?

- Nossa, muito, ficou perfeito em vc!

Milena se aproximou, sentou ao meu lado e com o rosto perto do meu me perguntou

- Vc me acha bonita?

- Muito, vc é maravilhosa, linda, gostosa!

- Own, muito obrigado! Vc sabe né, pq eu chamei vc aqui?

- Acho que eu imagino...

Milena se aproximou de mim e me beijou, eu achava que sabia beijar bem, mas aos poucos descobri como se beija gostoso de verdade, nossas línguas dançavam uma com a outra, não demorou e nossos lábios lambuzados deslizavam deliciosamente enquanto minhas mãos exploravam com voracidade aquele corpo.

Meu cacete acordou imediatamente, depois de notar, ela se afastou um pouco e me disse

- vc não imagina o quanto me excita imaginar que eu sou a primeira mulher da sua vida, me diz vai, vc me quer?

- Quero, quero muito, mais que qualquer coisa!

- Vai, toca em alguma parte do meu corpo que vc deseja

Eu levei a mão até a coxa de Milena e começei a roçar os dedos naquela pele macia até subir um pouco por dentro da barra de seu shortinho, ela me falou

- Gosta das minhas pernas né, vc olha pra elas quando to dando aula?

- Claro que olho, é só vc virar de costas e não tiro os olhos da sua bunda também

Milena se levantou, ficou de costas pra mim, levou a mão até a bunda e falou

- Tá olhando pra ela agora? vem, me abraça por trás!

Eu me levantei e a abracei por trás, subi a mão até seus seios e senti ela empinando a bunda contra meu cacete, começamos a nos esfregar naquela posição, fui beijando seu pescoço, mordendo sua nuca ao mesmo tempo que apertava aqueles peitinhos macios.

Não demorou e percebi a mão de Milena roçando sobre minha bermuda, dava pra sentir uma leve ardência de tanto tesão que aqueles dedos provocavam em mim, pela primeira vez eu sentia deliciosos apertões sobre meu cacete que começavam a de deixar louco.

Milena se virou de frente pra mim, começamos a nos beijar e ao mesmo tempo sua mão desceu novamente para roçar com força sobre o volume formado na minha bermuda, ao mesmo tempo agarro sua bunda e começamos a nos pegar alucinadamente, depois de algum tempo ela parou e com uma cara de safada me disse

- Olha só que aluninho tarado esse meu, tá gostando da aulinha particular querido?

- To adorando, desse jeito vou querer ter aula com vc todo dia.

- Huum, sei, vc não precisa de mim, afinal tem seus videozinhos pra se divertir sozinho!

Eu a puxei com força num abraço e respondi

- De jeito nenhum, nada se compara a vc!

Milena foi me empurrando para o sofá, se sentou de frente pra mim sobre o meu colo e falou

- É mesmo é? Mas como são os vídeos que vc assiste, as mulheres fazem isso?

Ela começou a se esfregar sobre o volume do meu cacete, levou minha mão até sua bunda e foi rebolando mais rápido ainda roçando sua xaninha sobre o volume do meu pau, aquilo me enlouqueceu, nos beijamos novamente e ela falou

- E isso, tem nos seus vídeos?

Ela foi descendo esfregando a mão na minha barriga, logo em seguida na minha bermuda e subitamente começou a roçar seu rostinho sobre o volume do meu cacete, sua boca começou a percorrer a região e apenas senti seus dentes levemente mordendo meu pau que já pulsava dentro da cueca, aquilo me fez tremer, era como se ondas de energia percorressem meu corpo a cada toque que ela fazia.

Ao ver o meu desespero de desejo ela me disse

- Vem, eu sei que vc tá doido para conhecer uma bucetinha de verdade

Rapidamente fomos para o quarto, chegando lá tirei minha camiseta, Milena me empurrou para deitar sobre a cama e se sentou sobre minha barriga, lentamente ela tirou a blusinha e o sutiã me deixando ver pela primeira vez aqueles peitinhos lindos que eu já tinha imaginado inúmeras vezes.

Levei a mão até eles e comecei a apertá-los, nesse momento ela falou

- Calma, devagar, massageia assim com carinho, meus mamilos são muito sensíveis.

Assim que comecei a massagear bem devagar seus peitos ela me puxou e disse

- Vem, quero vc beijando eles

Ela se deitou na cama, me posicionei do seu lado e comecei a beijar aqueles peitinhos lindos, beijava, dava chupadinhas, massageava, a cada toque Milena soltava pequenos gemidos e puxava meu cabelo, além de que aquela mão esfregando na minha nuca me instigava ainda mais de desejo.

Dos peitos fui descendo por sua barriguinha, suguei seu umbigo, dei pequenas mordidas e lambidas, apenas vejo ela ficando ainda mais ofegante comigo descendo mais e mais, só que quando toquei na barra de seu short ela falou

- Ainn seu safado, vc aprendeu direitinho nos filmes hein?

- Sou um bom aluno, aprendo rápido!

Milena me puxou para um forte beijo, levou novamente a mão até meu cacete e me fez deitar na cama, depois de mais um beijo ela falou

- Quero ver o que vc vai fazer então

Subitamente ela começou a beijar minha barriga e foi arrancando minha bermuda junto da cueca, deixando meu cacete duro todo babado apontando para cima, logo em seguida ela esfregou a mão sobre ele, o agarrou, deu um pequeno apertão e começou a aproximar aquela boquinha.

Ela deu um primeiro beijinho na cabeçona inchada, depois outro, passou a língua na glande e pouco a pouco começou a dar chupadinhas mais fortes, eu tremia de tesão com ela fazendo aquilo, sua língua circundando a cabeça era como cócegas que causavam intensos arrepios, aquela língua macia e lábios lambuzados em saliva me excitavam ainda mais, até que de repente ela foi abocanhando com tudo meu cacete, nas primeiras sugadas eu sentia como se fossem cócegas até dentro do meu ouvido, seus dedos suavemente apertavam minhas bolas enquanto ela continuava sugando sem pressa alguma.

Em uns dois minutos dela fazendo aquilo comecei a me desesperar ainda mais, eu sabia que ia gozar, e pra piorar enquanto continuava me punhetando ela me olhou e falou

- Vai querido, dá seu leitinho pra titia

Milena começou a chupar apenas a cabeça do meu cacete e me punhetar ao mesmo tempo, aquilo me fez esporrar como nunca, um pouco da porra escorria pelo canto de sua boca enquanto ela sugava a outra parte, quando meu membro foi amolecendo ela falou

- Vem, vamos tomar um banho pra vc se limpar.

Em um minuto ela estava peladinha debaixo do chuveiro na minha frente, nos ensaboamos, trocamos carícias e não demorou para meu cacete ganhar vida novamente, Milena levou a mão até ele, nos beijamos e ficamos nos amassos até sairmos do banho.

Ela se deitou na cama, me puxou sobre ela para um beijo e com uma mão agarrou meu cacete e começou a esfrega-lo em sua bucetinha, pouco a pouco ela foi guiando meu membro para dentro dela, sua carne macia ia se abrindo pra mim, eu sentia nossos fluídos se misturando já que ela havia dito para não usar camisinha pq ela estava tomando anticoncepcional.

Lentamente ela foi me fazendo bombar mais rápido, suas unhas começaram a arranhar minhas costas e seus gemidos foram aumentando até ela falar

- Assim vai, tá gostando tesão? Ta gostando de socar nessa bucetinha?

- Porra, que delícia de buceta, quero meter nela todo dia!

Milena crava as unhas nas minhas costas e me diz

- Vai, continua, fala palavrões e putarias pra mim, sei que tem muitos nos filmes que vc assiste

Não perdoei, cheguei bem perto de sua boca e falei

- Gosta de ouvir putarias é? Que delícia que é ter uma professora putinha, que adora dar a buceta feito uma cachorrinha

Milena trança as pernas por trás de mim me prendendo com o cacete todo enterrado dentro dela e fala

- Ainn, delícia, continua vai, fode sua titia!

Quanto mais eu falava palavrões em seu ouvido, chamando-a de putinha, gostosa, vagabunda, mais ela gemia e me unhava, até o ponto que mudamos de posição. Me deitei de barriga pra cima e Milena se sentou de uma vez sobre mim, começou a rebolar e cavalgar sobre meu cacete, se esfregava sobre mim enquanto eu roçava com força as mãos naquelas coxas gostosas.

De súbito ela se levantou um pouco, virou de costas e se sentou novamente, na primeira sentada com aquela bundona empinada em direção ao meu rosto ouço Milena dizer

- Tá vendo minha bunda seu tarado? Agora todo dia na aula quando eu virar de costas quero que vc lembre dela desse jeitinho.

Naquela época eu ainda não tinha tara por cu, mas com Milena naquela posição, com a bunda bem aberta mostrando aquele anelzinho despertou outra fantasia em mim, comecei a esfregar a mão em sua bunda, percorrer um dedo em seu reguinho até forçar um pouco meu polegar no seu buraquinho, na hora ela gritou

- Ahh seu tarado desgraçado, aí vc não vai se divertir não!!

Prontamente lhe respondo

- Calma putinha, só vou brincar um pouquinho com esse buraquinho

Eu penetrei apenas a ponta do meu dedo em seu rabo, movimentei um pouquinho dentro dela, Milena soltou um gemido mais alto e rapidamente se virou de frente pra mim novamente e falou colada na minha boca

- Vem, mete em mim de quatro!

Aquela gostosa ficou de quatro na beirada da cama, fui de pé por trás dela e soquei de uma vez, nesse instante ela falou

- Vai, soca o dedo no meu cuzinho e igual agora pouco

Enquanto dava pequenas bombadas comecei a forçar o dedo novamente naquele anel, mas de começo Milena falou

- Vai devagar, da uma cuspida nele

Eu cuspi naquele reguinho e lentamente comecei a penetra-la, depois enquanto bombava ia movimentando o dedo dentro dela, aquilo foi o suficiente para Milena gemer feito uma cachorrinha, com mais algumas bombadas meu gozo explodiu de uma vez tudo dentro dela.

Pela primeira vez minha porra preenchia uma buceta, o prazer era incomparável, eu continuava bombando até meu cacete começar a doer, terminei tirando meu pau de dentro dela, Milena se virou, me deu um beijo e agarrou o cacete que já começava a amolecer, se abaixou e deu uma forte chupada na cabeça ainda roxa, como se quisesse sugar as últimas gotinhas de leite que saiam de mim, em seguida me olhou e falou

- Tesão, to sentindo seu leitinho escorrer de dentro de mim, esse será nosso segredinho hein!

Depois desse dia tivemos vários outros encontros, inclusive ela me ensinou direitinho como chupar uma buceta e comer um cu, mas isso fica para outro conto.

Quem gostou, por favor leiam meu outro conto também.

A gauchinha linda virou nosso brinquedo por uma noite – Parte 1

http://sharoland-nn.ru/texto/

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/12/2017 00:10:47
http://kxcontos.blogspot.com.br/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
uem
26/11/2017 16:52:34
quer delicia de conto
26/11/2017 09:06:54
Otimo conto cara,nao demore com o próximo sobre vc e essa professora.
25/11/2017 19:48:34
Simplesmente demais!! Que tesão fiquei com essa professorinha PUTA e SAFADA!!




Online porn video at mobile phone


uma jovem de dizoite anos pode perde o cabaço da buceta so colocando a cabecinho de um penis por duas tentativa contomulher esfregano boca da buceta na cabeça da picadoce nanda parte IV contos eroticoscontos eroticos tia bucetuda no onibus e menino casetudonovinha shortinho finos pegando no pau do namoradovi minha irma dormimdo pelada e fiquei com tesao nelaprimos se pegando e com mãoboba pornodoido.comContos um caderante estrupou minha bucetaRuıva fudendoouvi um barulho estranho de noite fui olhar era meus pais trasando video pornohomens roludos e picudos nu de rondoniavídeo de Kid Bengala transando com mulher brigona XVídeosporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela quererhttp://conto me punhetaram a noite todaColetania de foto de buceta peluda por baixo da saia.conto erotico minha mae é uma piranhatufos videomorena sendo arombada por rola de40centimetros entra todinhavideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delaspica da cabesa grade colocono na buseta pornovídeo de homem sendo estuprado no quartel brechando a b*****titia sacana estourando a fimose do sobrinhocarolzinha baixinha gostoza trepanoconto dupla penetracaocontos a.freira viu meu pauconto erotico meu primo me enganou e comeu meu cudoce nanda contos eroticos100 foto de mulher em fiado a mao na bucetase masturbando com sexechop ate gosarxxx vídeos novinhas aproveitando que a sua mãe saiu no pornô iradoconto erotico de irmao do meu colegar saradao mim comeu brutalmente gayExibicionismo em praia de nudismo lotafaO vizinho safado do 205conto cumendo irmao de pau cabecudo irma. virgemContos eroticos.Sou casada provoquei um velho cacetudomargarinas na buseta e no cumeu aluno cacetudo contosimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longospredador de viado contos eroticosconto eurotico academia com o menino bundudomorena sendo arombada por rola de40centimetros entra todinhaconto comi a coroaMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernosexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandodoce nanda parte cinco contos eroticoscontos incesto mae gtshomem, gozando, dentro, da, biceta,, dwmulher, gravida, no, carroescandalosa fogosa e gulosa tomando tapa na bunda pornô doidopiriquita britadeira evangelicaXVídeos mulher dormindo XVídeos mulher dormindo caindo no fornohomens com rolas veiúdas transandocasa dos contos meu marido me fez da o cu a dois picudos chorei de dorconto alisando a sobrinha pequena@nubianinfa.comtransas em araruamaso sexo incesto mãe e filho contos ineditosconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariomeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosvídeo de sexo com matuto. na piscina de sucaContos de cochoro que estorou o cabaco da donacontos eu e meu irmao fudemos a mamãeEdufera cintosgosando na cara da alemao no xisvidiomarido goza batendo uma vendo mulher agarrada por outro machoContos. Desde pequena ja pegava no pau do meu tio..contos de sogro metendo pau na noradescreva como se sente ao esfregaren seu clitorescontos eróticos fudendo Edileuza a mulher do amigovídeo de pornô em desenho Delta lavando a louça e pegar nos peito delafilha minha femea contomulheres que nao aguentaram dar o rabo pra bem dotadoscasa precizando de cazeiromulheres que nao aguentaram dar o rabo pra homens bem dotadoscontos eróticos fiz sexo por acaso com minha tiacontos eróticos de esposinha branquinha fazendo Dp interracial com vibradorCarnavalnazoofiliapirralho pauzudo contosincesto ganhando chupada de aniversariovideo de sexo a três homen comendo aboceta e a outra enfiando uma pica de burracha emessa no cu delacontos+corno mulherzinhaconto erotico dei pro meu genrocontos bulinando minha tetinhagta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaCrossdress de vestidinho tubinhowww.com.xvudeo page mulhe dançano antes de darmulher chamou o vizinho para tirar goteiras e deu a buceta para elebaixar xvideos da mãe enfiando os braços dentro do cu e dentro da boceta e a filha também arrombando seus dóis buracos intensamente o filho chegou e comeu todas as duas enchendo seus dóis buracosporno irado sexo no salã de belezacontos crossdresstia camisola sem sutiamulher estava fazendo hidrataçao de pele na cara nao percebeu o homem sexo pornovergonhapai comendo.as filhasnovinha gritano e gosanoescritor lipe casadoscontosOk pornô gay d********* escondido pornô gay com alguém daqui a pouco pensativo alguém sexo pornô gay sexo transando mulheres transando com a cunhadaCerto ou errado?meu irmao amado contos gays cap.9mulenapicacontoserotecos minha mulher com bunda cheia de porra