Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

TAL PAI TAL FILHA...

Autor: SHAMIRA
Categoria: Heterossexual
Data: 15/12/2017 18:39:45
Nota 9.50
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu esperei ansiosa por horas. Desde o início da noite eu estava preparada e sabia que a coisa não seria fácil, mas aguentei firme, não dava mais para desistir e na verdade isso nem me passou pela cabeça.

Quando papai entrou no meu quarto já eram quase onze horas, com certeza mamãe já dormia e ele já estava praticamente bêbado. Olhou para mim com cara de desprezo e a primeira coisa que fez foi me esbofetear ao mesmo tempo em que disse com raiva:

-Sua cadela! Hoje eu te ensinar a me respeitar...Você é de agora em diante minha puta e assim vai ser tratada!!!!

O tapa que ele me deu na cara foi forte, eu cambaleei e quase fui ao chão, mas aquilo começou bem...Melhor do que eu podia esperar! Comecei minha encenação se esforçando para representar bem:

-Pai! Paizinho...O que é isso? O que o senhor quer comigo?

Ele riu, e rosnou:

-O que eu quero? Você sabe bem sua puta! Eu vou te foder até você aprender como me tratar com respeito!

Se eu tivesse escrito o diálogo não sairia melhor, comecei a ter mais confiança, e sim, eu sabia que passaria por momentos difíceis, mas tudo valeria a pena...

Para a ocasião eu tinha vestido um conjunto de lingerie bem delicado e ao mesmo tempo provocante, por cima da calcinha enfiada na bunda e o sutiã meia taça eu usava uma camisola transparente. Pretendia deixar o velho doido, queria ele na minha mão, mas ele ignorou o detalhe, apenas arrancou minhas roupas de baixo, a calcinha não resistiu nada e com um puxão foi jogada longe. Imediatamente ele meteu sua mão na minha boceta e eu sentiu um dedo já me penetrando fundo. Ele ainda observou:

-Já molhadinha sua puta! Você não presta mesmo....

Depois disso meu pai se transformou, ficou ainda mais violento, grosseiro e desbocado. Me tratou realmente como uma puta e deixou isso bem claro o tempo todo. Ele me fodeu! Digo fodeu porque aquilo que aguentei não foi sexo, nada nem perto de fazer amor...Eu fui realmente fodida! Ele mordeu meus seios, eu gritei, chorei e implorei, ele apenas me xingava:

-Cale a boca puta! Vai se acostumando, de agora em diante vai ser assim todas as noites enquanto você estiver na minha casa, quando achar que não está bom pode cair fora, a porta está aberta cadela!

As vezes as coisas saem melhor do que esperamos, e tudo seguiu assim, melhor do que eu tinha pensado. Papai não parava de falar, me xingando me humilhando e se comprometendo cada vez mais...

Ele me jogou na cama de bruços com muita violência e antes que eu pudesse me recuperar já senti o pau dele abrindo caminho no meu cu. Ele não teve cuidado algum, queria me machucar, isso estava muito claro...Mas eu continuei me esforçando para tudo ficar muito claro:

-Não pai! Por favor...Assim não...AHIIIIIII!!!!! AH...AÍÍÍÌhahahaiiii!!!! Por favor!!!Paizinho...

É claro que ele me machucou muito, mas não conseguiu me comer por trás, conseguiu meter metade da cabeça daquele pau anormal que ele tem, mas ficou nisso, não tinha como ele meter aquilo tudo no meu rabinho semi virgem ainda...Ele ficou furioso, me virou de costas na cama, colocou minhas pernas nos ombros dele e meteu tudo de uma vez na minha boceta encharcada. Aquilo entrou rasgando e eu ouvi meu próprio berro como o uivo de um animal ferido. Me senti totalmente preenchida e cheguei a atordoar com a pontada de dor que partiu do meu útero ao ser machucado. Aquilo doeu muito e pela primeira vez fraquejei, mas agora era tudo ou nada então consegui me acalmar, ele não! Começou a bombar com raiva, tirando quase tudo e metendo de uma vez até o fundo, a cada vez eu sentia minha intimidade quase rasgar e o toque dolorido no meu útero. Então ele deu um jeito e passou a meter um dedo simultaneamente no meu cu, depois dois e torcendo os dedos foi alargando meu rabinho provocando muita dor...Falava sem parar, mostrando raiva e desprezo por mim:

-Viu vadia? É assim que uma puta como você deve ser tratada. Cadelas como você choram mas gostam disso, eu sei...logo vai estar acostumada e vai me pedir mais...E vai ter! Pode ficar sossegada, toda noite venho te dar a benção hahahahahaha!!!!!

Eu implorava e chorava, não me era difícil eu estava mesmo passando por mal bocados:

-Não pai! Por favor eu imploro...Pare, eu não quero! Eu vou ser boazinha, vou respeitar o senhor...Eu juro!

Então ele me virou na cama e me deixou de quatro, agora eu sabia que teria que ser muito forte e não me enganei. Ele meteu aquela tora no meu rabo e eu senti uma dor horrível, tive a certeza de ter sido rasgada, me senti sem forças e devo ter perdido os sentidos por alguns segundos porque de repente me vi sustentada pela cintura e as mãos grosseiras do papai me machucando enquanto minha cabeça e meus braços estavam esparramados na cama. Aquele pau praticamente me partiu em duas, eu podia sentir minhas nádegas afastadas e o cu queimando, não bastasse ele tirava e metia sem parar, bombando e me esfolando toda. Entreguei os pontos e deixei tudo acontecer, mesmo porque nada podia fazer... Eu nem podia falar agora, não podia mais pensar em frases certas para falar mas não me preocupei mais com isso, eu sabia que tudo estava muito claro e não existiam mais dúvidas do que aconteceu...

Quando papai foi gozar fez questão da humilhação final, me empurrou e veio por cima do meu peito:

-Abre a boca puta! Vamos! Você vai engolir tudo vagabunda!!!!

Eu muito idiota tentei escapar, fechar bem os lábios, mas dois tapas bem dados na minha cara me fizeram ceder rapidamente! Ele gozou como um cavalo, urrando e metendo fundo na minha garganta...Entre engasgadas e tentativas de respirar eu engoli o que pude e cuspi o que deu. Ele gozou muito mesmo, alem de encher minha boca cobriu meu rosto de porra nojenta, empastou meus cabelos e ainda sobrou para esfregar nos meus peitinhos, ainda doloridos pelas mordidas dele...

Quando ele saiu do meu quarto eu estava destruída, toda esporrada, doída e machucada. Meu cu ardia, minhas entranhas estavam arranhadas e eu me sentia porca, suja e usada. Mas eu tinha um sorriso nos lábios...Foram mais de seis meses atentando aquele velho nojento, ruim como cobra e maldoso como ele só. Por muitos meses desfilei na frente dele com roupinhas provocantes, me mostrei como uma putinha me arriscando muito. Sim ele é meu pai mas melhor se eu não tivesse pai então. Eu e minha mãe sofremos muito na mão desse fanático religioso, pastor falso e político corrupto

No outro dia pela manhã quando desci para o café mamãe e papai estavam à mesa em silêncio como sempre. Papai me cumprimentou secamente sem levantar os olhos. Eu beijei os dois, papai e mamãe, como uma boa filha deve fazer...O mordomo me perguntou o que eu queria:

-O de sempre senhorita?

Acenei com a cabeça e logo recebi meu suco de laranja, a única coisa que como pela manhã. Logo papai se levantou sem nada falar e saiu, nosso motorista já o esperava com o carro ligado como sempre, papai é muito exigente e pontual. Mamãe primeiro dispensou os serviçais pedindo privacidade depois me encarou:

-Foi difícil querida?

Eu me senti um pouco envergonhada, não sei bem porque:

-Claro que foi mãe! Mas foi o que combinamos e eu cumpri minha parte...

Mamãe me olhou agora com pena ou amor, não sei:

-Mas você conseguiu gravar tudo? A câmera pegou bem o teu pai safado, vai parecer mesmo uma violação?

Eu sorri para mamãe enquanto me ajeitava na cadeira tentando aliviar a dor no meu rabinho:

-Já conferi o vídeo, mãe...Está perfeito, quem assistir o vídeo vai ficar com muita pena de mim e o papai parece um monstro violentando a filhinha inocente, modéstia a parte eu representei muito bem enquanto fui arrombada por aquele pau de cavalo...Como você aguentou por tantos anos mãe?

-Mamãe sorriu, mas seu olhar mostrava sofrimento:

-Só eu sei minha querida...Agora vamos nos aprontar e visitar nosso advogado. Mas guarde umas copias do vídeo...Nunca se sabe...Não é? Quem sabe será preciso vazar nas redes...Teu pai é um Senador poderoso, pode comprar muita pessoas e nós podemos nos dar mal...

Eu muito tranquila e confiante:

-Que nada mamãe, papai tem muito a perder, não só no Senado, mas o poder dele depende mais do respeito conquistado como pastor religioso, incorrompível...Um homem exemplo de moral, família e temente a Deus!!!! Meu sacrifício vai valer uma vida mansa para nós duas. Vamos viver na Europa e papai vai nos sustentar como duas rainhas para o resto de nossas vidas! O traste vai comer na nossa mão para sempre...Ontem eu senti muito asco dele...só de lembrar me sinto enjoada!

Comentários

16/12/2017 20:51:14
Delicia de conto, parabéns !! Minha esposa tb é bem putinha safada, confira nossas aventuras ... Temos um blog para maridos liberais: http://clubedosmaridoscornos.blogspot.com.br/
16/12/2017 16:20:59
Continue por favor!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


ginecologista dilatando o cuzinho dá mulher pra gozar dentroconto eroticos palmada contos eroticos sindico com um pau de 27cm fode moradora menor menorblogger comedorcasada gozando veja fotobuctao tod c gazandvídeo pornô homem c****** no pau do outro homem saindo bosta do c* do Cupim na pica no c******** e grossavizinho a aline contos eroticosnovinha engole pau do paulaocontos eroticos ganhei um boquete no pokerpornô caseiro da Mayara do colégioseduzida por um estranho contos pornoquando ajudei minha mae a manter a forma 2 conto eroticonegao fudendo engenheiro na obrapau mostro q gata nao aguenta e pede pra da um tempo pq sua buceta ta doendoconto eroticosgemeasvidiopono tia bota pra chupaporno metendo de levinho atrasamor sexo sem penetrarcontos eróticos de incesto uma competição entre a minha filhinha e a sua amiguinhavideo porno casada nao estava mas sim.segurado pra chupa o mau do amigovídeo de homem sendo estuprado no quartel brechando a b*****ver vidio pitudo dando uns amasso na novinha que nunca vio rolamoreno sarado de sunga de bombeirocontos lukinhas22cmcoroa q sabi dexa dozelo de pau durocontos eróticos mamãe deu o cu eu viUm hétero machista e homofóbico apaixonado por um índio 4contos eroticos a crentinhamorena anda na rua de vestido branco ai himen vai ate la e fode elaas navia perdebi cabacoWww.mulheresemaridoscornos/porno porno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.só na brotheragem conto erotico com meu melhor amigovidioporno/fodanaconstrucaoconto erotico nora carenti fudendo cm sogra pirocudocontos coroa implorando por uma picaempregada safadinha FátimaPenis flacido castrar contosbaxinha dando baixinhopornodoidogemendo que vai cagar enquanto toma pica no cuzofila cavalo enche cu da mulher de porra ate escorrer -youtube.comxvideo amador teens assustada quando entro de na xoxota de bruço xoxotazdorovsreda.ruconto erótico de mendingoPorno contos eróticos sexo entre irmaos romance final feliz o filho da minha madrastavideo porno papai italiano comendo a filhinha italianinhaler contos erodicos fui abuzada antes da sirugiaarebentandocu velinhasincestossexo com animaisfudendo so o cu delazinhacontos eroticos campingContos eroticos pai liberal.comBusca por contos de marido traindoconvecendo o enteado novinho le da o cupulomuitoem.cima.de.mim.pornosafadezas com meu cunhadinhoporno incesto filha perguntapai o que e sexo e ele mostragta em porno doido com um estranhosou casada o meu cunhada me estorou a bucetinha contosmacho cheira pica homem ensebadaComo devo uza vazelina navagina para lubrifica?tiraramos a roupa contos lesbicosconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariomulheres que sem peseber motraram a buceta nos onibusvideo porno menina no colégio internato madre superiora vendover relatos verdadeiro cheirava as calcinhas da minha primacontos eróticos menina dando o cuzinho vídeo safado mortalidadexvideos as vigindades das mendigascontos eroticos feminizaçao do garotinho maeantonio negro comedor abriu a porta dotado conto corno mansoporno e escondim uma camera e vim a putarinhahigor safado xvidioO filme corno manso de verdade existir pornocontos pornos comadres morenavelhas dos peitoes muchos e grelo grando transandoestrupicio .pornotexto amor quando você for me fuder,eu quero que você me trate como uma puta, como aquelas atrises de pornosua tia nao aguenta esse pirocao contosContos tetas bicudas e sem sutiã