Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A descoberta

Autor: Airton
Categoria: Heterossexual
Data: 12/01/2018 19:22:22
Nota 9.50
Assuntos: Sogra, Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quase dois anos depois de começar a foder com minha sogra tive uma discussão muito forte com minha mulher Luiza. Minha sogra, Dona Lélia estava em nossa casa (ela passava mais tempo lá do que na casa dela desde que nos tornáramos amantes) e, como sempre fazia, saiu-se em minha defesa. Luiza então passou a discutir com sua mãe também a que acusou de estar acobertando minhas escapadas. Que não era possível que alguém que vivia reclamando do pouco sexo que ela me oferecia ficasse de tal maneira conformado que, às vezes, até recusava fazer amor com ela. Que tinha de existir outra mulher na minha vida e que ela (sua mãe) sabia e estava ajudando a esconder. E a coisa pesou e foi para a baixaria na discussão entre as duas.

Minha sogra então resolveu concordar com ela e abriu o jogo, escancarando nossa relação. Foi um balde de água gelada na discussão e Luiza enfureceu-se de tal modo comigo que passou a jogar-me o que encontrou pela frente, quebrou objetos de decoração, rasgou cortinas e o escambau. Eu tinha ganas de sumir dali, mas Dona Lélia ficou firme e eu também esperei o fim da crise. Depois de muito gritar, xingar e ofender a mim, ela finalmente recobrou a calma e com os olhos inchados de choro nos olhou e perguntou por quê?

Dona Lélia respondeu que foi para salvar o casamento dela, assim, seco e na lata. Ela olhou com espanto e disse: salvar meu casamento? Você destruiu meu casamento. Me traiu... E Dona Lélia retrucou: Não. Eu salvei. Se eu não tivesse segurado “nosso” homem em casa, ele teria saído com uma vagabunda qualquer e teria ido embora. Tu deixaste de ser mulher para ele por conta da tua crença e da mania de achar pecado em tudo. Ficaste uma chata. Se eu não fizesse tudo o que ele gosta há dois anos ele já teria saído desta casa.

Enquanto eu me visto e me arrumo para ele, me perfumo e tudo o mais, tu ficas com essas roupas de crente, tapada até o pescoço, de cara lavada e esse rabo de cavalo sem graça. Se tu queres o teu macho de volta tira já essa roupa, te perfuma e vai pelada para teu quarto. Entre soluços Luiza entrou no banho e demorou um tempão.

Ficamos na sala em silêncio eu e minha sogra. Logo mais Luiza saiu do banho toda lisinha, sem um pelinho no corpo, nua e perfumada. Veio caminhando em nossa direção ondulando como uma serpente, deu-me um beijo demorado de língua e depois deu outro em sua mãe. Pegou-nos pela mão e entramos os três para o quarto. Ela despiu sua mãe e a beijou na boca, metendo sua língua o mais fundo que conseguiu. Depois foi beijando o pescoço e descendo pelos seios, barriga e parou na bucetinha, que chupou com sofreguidão. Minha sogra levantou a perna sobre a cama e puxou a cabeça dela contra seu corpo que se contorcia de prazer e gemia baixinho balbuciando coisas ininteligíveis.

Dona Lélia puxou Luiza para cima da cama e as duas se beijavam e se lambiam com desespero uma pela outra. Suas mãos percorriam seus corpos agarrando-se os seios, as bundas e bucetas, enfiando os dedos e fazendo uma siririca. E foram descendo uma em direção à buceta da outra e fizeram um maravilhoso 69. Seus dedos entravam até o fundo e em seguida as duas gemeram, gritaram e gozaram juntas. Luiza estava por cima e desabou seu corpo sobre sua mãe, ficando com o rosto na buceta dela e sua buceta no rosto da mãe.

Eu assistia a tudo aquilo incrédulo. Meu pau parecia querer saltar de dentro da roupa. Então elas levantaram, tiraram minha roupa e começaram a me beijar, chupar meus mamilos, meu pau e minhas bolas. No começo elas se revezavam, mas em seguida começaram a disputar o mesmo pedaço meu e aproveitavam para beijarem-se e lamberem suas línguas. Depois me jogaram na cama e Luiza posicionou sua buceta em minha boca e minha sogra começou a cavalgar minha pica. Elas se abraçavam, se beijavam e chupavam-se os seios enquanto eu dava conta de suas bucetas. No tesão que elas estavam o orgasmo não demorou a vir e foi quase junto. Bebi todo o caldo que escorreu de Luiza e depois pedi que Dona Lélia trocasse de lugar para poder beber seu licor. E foi uma nova rodada de prazer, que demorou mais para acontecer e foi menos intensa.

Então Dona Lélia buscou seu monstro e me botou de quatro sobre Luiza. Ela ficou chupando meu pau e dedilhando meu rabo. Depois Dona Lélia vestiu o monstro, cuspiu no meu cu e começou a penetrá-lo sem esmorecer até que ele sumisse todinho dentro de mim. Luiza arregaçava minha bunda para entrar mais fácil sem deixar de me chupar. Quando estava atolado até as bolas, Dona Lélia me segurou pelos quadris e começou a bombar freneticamente. Não resisti muito tempo e gozei dentro da boca de Luiza que bebeu tudo. Então elas resolveram trocar de posição. Meu pau estava mole e bamba, mas Dona Lélia deu um jeito com sua boca maravilhosa e Luiza não poupou em nada o meu cuzinho. Socou forte e de uma só vez, arrancando de mim um gemido de dor e prazer. E bombou com fúria desesperada até me fazer gozar outra vez na boca de sua mãe.

A partir desse dia a igreja perdeu uma serva, eu ganhei de volta minha esposa e minha sogra ficou morando conosco e dormindo na nossa cama.

Comentários

26/01/2018 00:00:50
Adorei só não achei legal vc dá o cú para mim logo vão arruma um macho para comer as duas é vc nota oito se não deve o cú seria dex
13/01/2018 16:02:31
Maravilhoso!!!
13/01/2018 03:23:31
Caralho... ué conto mais devasso (felizmente no d baixaria geral atualmente de outros contos) e mia tesudo este seu... delícia!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


lais minha enteada da xoxota apertadinha contosxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixofotonovelas sexo transando cm a esposa e cunhada juntoscunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resistevizinha do intestino curto fodendotravestis bem dotado sendo errabados realmulheres sexo com monstroshomemsexo homen em esteio rsContos negao arrombou minha esposa na minha frentecuzinho+delicioso contosnovinha panhando o cachorrinho pra lammber sua bucetinhaporno mae Chaegando em casaquando beijo meu marido umagino que e uma bucetairma punheta toma leitenegao enchendo cu do velhote de porranao aguento essa pica grande e grossa no meu cu sexo gaySaia Desse Barney comendo Vilma na camahomens gostam de esfregar nos pelinhos da vaginaContos de cornoXVídeo pornô das Panteras trepando só com os irmãos ocupar esse corpinhoconto gay apaixonado por um traficanteflagrei minha filhinha mamando o irmao com um mastro enorme contos eróticosmulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhoconto erotico viado novinho vira escravo do coroa dominadormenina novinha dormindo sem calcinha toda arreganhada com seu pinguelo lá de foranovinhohs gostososver homem chamadobucetanovinha dançando só de calcinha e de óculos e botãozinho vermelhoContos eróticos minha mãe e os cubanos - parte IVmulhe trazando com dois hemvaga em Tambaba mulher chupando rolaas gordinha r***** dando o vaqueiro na Fazendamenininhas nem tem pentelhinho na buçetinha ja sendo penetradasMeu amigo viado bundudo liso vestido de mulher conto gaygranny de 69 chuoando cokc grandecontos eroticos provocando meu cunhadocasada qui aforao pauzudoxv novinha querendfo centin um piru na bucetab de cachrropequenos videos de porno brasileiro pais peludos de sunga que tira a virgindade da filha e goza dentro da vaginaFamosos cafuçu no braco todo nu peladofilme porno minha sogra me enxeu o saco ate eu come elapraticante de zoofiliajaponesinha novinha colegial não resiste as investidas do irmão e transa com elealargada e assada e arrombada contocomi egua nova contocontos eróticos meu maridoviado corno na zoofiliacontos de crentes caretesmulheres sexo com monstrosquero ver 100 foto de morena cavala e coroa deitada na cama pelada com as perna aberta e segurando ho calcanharde Emoções d********* pornô gay pelado com o c* arreganhadofilme de sexo pura selvageria de chupar e chupar agressivo mesmoAmigas safadas e putas relatos eroticosfudendo so o cu delazinhaconto erótico gaay sonbra de gaelReta do Pedreiro Hétero Peladoxv novinha querendfo centin um piru na bucetab de cachrropopa.da.bundagozaVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradosarrombadimhas ponopassei o pau na bunda da minha mae e ela pediu pra eu comer elacontus estupro de novinhaspedreiro fode menina em cima do andaime pornôConto gay viagem Onibus leito:carolzinha santos baixinha ruiva gostoza fodenoMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernocontos de sexo depilando a sogracadelas casadoscontoszoofiliavideo de homens que ficaram garrados depois que homen enfiou o pinto e seu saco dentra do cu de homen porno e ficaram grudadoscontoseroticos mulher lactante amamentandoxxxxxvideo mulher gosando wue nem louca e estralando a bucertafoi ajudar a irma estudar e pediu o cu como pagamentonovinha bonziado n picaXvideos barulhos q a chochota fas na hora do sexocdzinha virei empregadinha de um senhorchantageou a coroa para se dar bemtransei com minha irmapopa.da.bundagozaconto com foto deesposaO vizinho safado do 205comendo minha cunhada que veio morar com agente aspanterascurrado na borracharia de beira de estrada conto erótico gaycusao de crioula velhaengolindo porta no ônibus na viagemnovinha aser estuprada com padrasto aser disvirginado encuanto dormecarolzinha ninja trepanoContos Eróticos De. Comi Minha Vizinha Do Ladocontos menina chuponanegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxos viodeos de sexos os dotadoes das piconasO dia em que fodi a detenta carente e tesudao caralho era tao grande e grosso que quase desmaiei com ele dentro do cucenasexocom visinhafato real de noiada chupando rolamínha avô chupou minha xotaleitinho do papai contos inocente