Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Amores venenos - Capítulo 8

Autor: White wolf
Categoria: Homossexual
Data: 12/01/2018 22:54:56
Nota 10.00

Capítulo 8

Acordei e olhei para o teto. Não tinha forças pra me levantar; praticamente desmaiei no sofá. Não consegui ao menos tomar um banho. Corri os olhos em volta procurando um maldito relógio. Sem sucesso. O André também não estava ali. Criei coragem e forças e me levantei. Procurei o celular no bolso da calça. Eram duas da tarde. Fiquei chocado com a hora! Fui até o quarto e não vi o André. Estava me sentindo um trapo, então corri logo pro chuveiro. Que maravilha deixar a água cair pelo corpo; era renovador. terminei o banho com calma e voltei à sala pra apanhar as roupas jogadas. Foi aí que encontrei um bilhete do André, dizendo que não podia ficar. Pediu desculpas por ter usado o banheiro pra tomar um banho e que gostaria de sair pra jantar. Não sei se é isso que eu quero. Nunca fui muito bom com encontros. Talvez seja melhor fingir que esse bilhete nunca foi achado. O André é um cara incrível mas eu não quero que ele crie expectativas sobre nós. No entanto, deixarei as coisas acontecerem. Amanhã é outro dia. Liguei pra Jaqueline e conversamos por algum tempo. O Diego já tinha recebido alta e já estava em casa. Eu fingi que não sabia de nada do que o André tinha me contado, afinal, não era algo que se devia comentar. Passei o resto da tarde trabalhando em alguns textos mas não parava de pensar no Diego. Que barra ele está enfrentando. Tomei um banho, vesti algo confortável e decidi ir no apartamento dele ver se precisava de alguma coisa. Toquei a campainha; não sabia porque, mas estava nervoso. Então ela abriu a porta. A namorada do Diego.

- Oi.

- Oi, eu sou o Gustavo, moro aqui do lado e trabalho com Diego…

- Eu sei. Pode entrar, Gustavo. Eu sou a Mia, namorada do Diego.

Ela deu espaço pra que eu entrasse. Sempre sorridente. Como ela me conhecia? Se eu já estava nervoso, agora foi tudo pro espaço. Não esperava encontrá-la ali. Que saco, na primeira vez que eu venho visitar o Diego dou essa furada! Pensei comigo mesmo… Qual o problema dele ter uma namorada? Por que eu estou sentindo ciúmes?

- Ainda bem que você veio, talvez ele te escute e coma alguma coisa.

- Onde ele está?

- No quarto. Vou deixar vocês a sós. Se precisar de mim estou na cozinha. Você já jantou?

- Ah… Sim.

- Ótimo, vou terminar de pôr a mesa e servir uma comidinha especial pra nós três.

- O Tony não está?

- Não. Dei uma folga pra ele hoje. Ele precisava descansar.

Dei um sorriso sem graça e permaneci parado ao lado dela.

- Você vai ficar aí à noite toda? O Diego está no quarto.

- Como?

- Não vai falar com o Diego?

- Ah, claro… Estou indo lá, agora.

Por que eu tinha que ficar nervoso sempre? Ah, foda-se! Sou tímido e não preciso me justificar por isso. Bati na porta mas o Diego não respondeu. Girei a maçaneta e fui entrando… Ele estava deitado apenas de cueca. Engoli seco e fiquei sem graça; fui saindo e fechando a porta de novo.

- Não seja idiota! Volte aqui!

Ele disse rouco.

- Pensei que você estivesse dormindo. Vim ver como você está.

- Estou ótimo!

- O que aconteceu ontem?

- Não te interessa.

- Por que você está fazendo isso?

- Fazendo o quê?

- Isso… Bancando o babaca, querendo afastar as pessoas de você!

- Se você não gosta do meu jeito por que está aqui?

- Porque sou idiota. Mas não adianta, eu não vou embora. Você vai ter que me engolir e engolir esse seu orgulho também.

- Eu não pedi pra você se meter na minha vida.

- Não pedi e nem estou pedindo permissão a você pra te dizer que você é um babaca.

- Você vai ser igual a eles não vai?

- Igual a eles? Do que você está falando?

- Eu não pedi ajuda de ninguém. Eu não quero que ninguém se meta na minha vida! Estou cansado de todo mundo querendo me dizer o que fazer.

- Você é um babaca ingrato! Todas essas pessoas querem o seu bem. Todos se importam com você. Eu me importo com você.

- Você não sabe nada sobre mim. Não tem o direito de me julgar. Você não sabe nada do que eu tenho vivido.

- Que bom que você está falando isso porque você aproveita sua própria fala e me conta tudo o que eu não sei.

Nesse instante fomos interrompidos pela Mia que bateu na porta e logo em seguida entrou no quarto. Ela falou que o jantar estava servido. O Diego fez uma ceninha e não quis jantar conosco. Eu não quis fazer desfeita e jantei com a Mia. Conversamos por horas, mesmo depois de termos terminado nossa comida. Parecíamos grandes amigos de infância. A conversa estava tão boa que eu sugeri tomarmos mais vinho, então ela me contou que a adega do apartamento tinha sido retirada a pedido dos pais do Diego. Falei que poderíamos beber no meu apartamento mas ele achou melhor deixarmos pra outro dia. Nos despedimos e eu voltei pro meu apartamento. Gostei muito dela. Tinha certeza que seríamos grandes amigos. Deitei no sofá e me bateu uma saudade imensa da Ana. Resolvi ligar pra ela. tentei algumas vezes mas estava caindo na caixa postal. Fiquei ali deitado olhando pro nada pensando na vida e na correria dos últimos dias quando a campainha tocou. Me levantei e abri a porta e não acreditei no que vi:

- Afonso!

Exclamei surpreso.

- Você não respondeu minhas mensagens nem retornou minhas ligações!

Falou me olhando com aquele olhar que me comia.

- O que você está fazendo aqui? Como você…

Ele interrompeu minhas palavras com um beijo quente sem cerimônia. Ele me agarrou e empurrou a porta deixando-a pra trás. Fomos nos beijando e esbarrando nas coisas até cair no sofá. Ele enfiou a mão por baixo da minha camisa e apertava meus mamilos.

- Afonso… Afonso, não… Para… Para Afonso!

Ele parou e ficou com os olhos arregalados.

- Sai de cima de mim, por favor!

- O que houve?

- Afonso, você está bêbado!

- Eu não estou bêbado a ponto de não saber o que estou fazendo. Eu estou muito consciente.

- Você chegou aqui sem avisar e já veio me agarrando, eu não to afim. Eu aprecio sua companhia e você sabe. Mas você não pode chegar aqui desse jeito.

- Bom, eu achei que você ia gostar da surpresa. Mas acho que eu fiz tudo errado. Eu vou embora.

- Não, Afonso. Não precisa ir.

- Não, tudo bem. Eu estraguei tudo. Estou me sentindo um idiota por ter vindo. Eu preciso ir embora.

Ele se levantou e tentou abrir a porta mas não conseguiu e então me olhou como se dissesse “por favor, pode abrir a porta?”. Eu fui até ele e abri. Nos despedimos e ele foi embora. Eu fiquei parado alguns segundos com as costas grudadas na porta tentando acreditar no que tinha acabado de acontecer… O que estava acontecendo com a minha vida? Por que tinha que ser tudo tão problemático comigo? Fui pro meu quarto tentar dormir torcendo pra’quele dia acabar de uma vez. E teria conseguido se uma preocupação súbita com o Afonso não tivesse batido de repente. Ele estava bêbado. Consciente, como ele mesmo disse, mas bêbado. Liguei pro celular dele mas sem sucesso. Liguei novamente. tentei duas, três, quatro, oito vezes e só caía na caixa postal. Por que de uma hora pra outra eu perdi o talento pra viver um dia comum como qualquer ser humano? Tomei um susto com o barulho da campainha; meu coração estava aos pulos. Quem seria dessa vez? Será que o Afonso tinha voltado? Passado o susto caminhei em direção à porta e a destranquei.

- Diego!

- O que aconteceu?

- Posso dormir com você?

- C-claro.

Gaguejei um pouco mas concordei. Ele entrou e foi direto pra minha cama. Eu fiquei muito confuso e não sabia o que fazer.

- Diego, o que houve?

- Por favor, não me pergunta nada. Só me deixa aqui.

- Tudo bem.

- Fica aqui perto de mim; não me deixa. Por favor.

Ele se deitou e virou o rosto pra parede me dando as costas. Eu vi outra vez aquele mesmo Diego que caído no chão do bar segurou meu rosto e me pediu pra não deixá-lo sozinho. O que será que tinha acontecido desta vez? Deitei ao seu lado e fiquei em silêncio olhando pro teto. Vamos dormir.

Boa noite, gatinhos. Capítulo novo saindo. Eu mudei um pouco o que tinha planejado antes pra essa capítulo. Espero que gostem! E queria agradecer demais a todos que estão lendo e comentando. Vocês são lindos! <3

Comentários

13/01/2018 14:07:09
Gustavo é idiota demais. Sabe-se se o Diego não quer ajuda, imbecil, parece q só ele tem problemas.
13/01/2018 02:25:58
Está na marcha ré mas aos pouco está criando alguma narativa.
13/01/2018 02:22:13
Quanta informação e nenhuma informação. Fico louco com esse conto. Caramba. Eita gente complicada. Esses personagens passaram duas vezes na fila. E.... amei. Continuação já!
13/01/2018 01:20:09
EITA, QUE AFONSO IMPERTINENTE. E QUE DIEGO MISTERIOSO. TO ANSIOSO PRA SABER DAS COISAS.
12/01/2018 23:07:25
escolha aquele te ame e te valoriza sempre

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


casa do contos eróticos casada gostosa magrinha com o vizinho coroaporno caseiro amiga não acredito q o pau do meu marido é grande e pago pra vervideos arrancando a virgindade da novinha sem piedade que deu por dinheiromulher casada trai seu marido e fode sem camisinha e leva gosada dentro da buceta e engravidavelho roludo come filha familia tdvi um negao tonhao rasgamdo a xota da minha esposachegando calcinha dezeijos proibidopornopauzao para meu marido e eu, exibidacontos de sexo crossdressingputa lambe pe do macho contomeu filho mais velho fica excitado ao me ver dando de mamar o bebe.conto erotico guto e elainefiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contospervertido passando a mao na bucetinhafui iniciada como cadela e gosteividio de novinha bricano de saia curta com a molecadamulher revivesse monstro xvideoConto erotico fui cagar na moitafoda insana com cunhadaconto padrasto da pica enormevideo de velho tarado depois de tomar unas azulzinhascasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodevideo de sexo tia batendo uma descabacando sobrinhoPorhb vovo porfavor nao fasa iso eu ainda sou mocinha eu nao quero contos eroticosBusca por contos de marido traindocontos de sexo depilando a sogravidios de cachorro pauzudo emgatado nas novinhas ate o talocontos ela falo chicao nunca dei o cu pra pau grossochegando da balada bêbada e fazemos insetoconto erotico lesbico dei o troco no meu marido com sua amantevidio porno bate popa vol casadapais prende filha no quarto com irmão ele mete e gosa dentro da bucetaCalcinha cheirosa da filhinhafilha minha femea contocriola bumbum gg virgem primeiro anal com dotado gritacontos eróticos bolinando e fudendo com minha cunhadinha novinha novinha e virgem encinando ela fuder gostosomínha avô chupou minha xotacontos sex fui enrrabado na adolescencia e gameiMae e puta fudeu filio estoriavideo fazendo dp pra sartisfaze o maridocamadre simone que fuder caseirogarotinhas bem novinhas descubrino otezaohistorias eroticas com saúnas masculinasnariz de policial dando o priquito a outros policialConto erotico tia dano cuzinho pro sobrinho titaPorno mulher gritando muito na pica do jumento e o. Jumento encaxou até o talo. xsvideo de porno casero itiada fudeno com padrasto armadodei minha bubuta contosnamoro lesbico e pessoa não assumida tem tanta brigas ciúmeszoofilia cavalo tira sangue e bosta do cu da vadiapunheta na infancia com amigomulenapicaConto/patroa e empregada na cama amandoconto erótico assim nasce uma travestiminha mãe me surpreendeu contos de incestocontos eroticos varios homens arrombaram meu cucontos eróticos cagando na minha bocavídeo porno mulher magra estuprada ofoca pó tarrado no sitiopauzudo fode bucetamenorContos eroticos a gozada incetuosa e mais gostoza que quaque outra gozando dentro da irma cem camisinhairma no cio chupa tudo sem frescuraHOMEM FUDENOCADELA em artof zoodominadora scat merda bostacontos mulheres que gostam de cu de homemcontos eróticos uma vida incestuosa como tudo começou pt 3conto anal orfanatotitia safada gozando esquirt contosvideo porno fundeno cuzinho a fosacontos de sexo depilando a sogramulher levanta profunda fazendo corda no pirocaotio por favor coma meu cuzinho a sobrinha improrando para o tio ele nao resiste contosMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernosupersexomamãeposo enchuga o meu priquitoporno minha esposa chupou o pinto do agiota pra pagar minha dividanão coube tanta porra dentro da buceta da gostosacache:GlXfqrAlcOoJ:zdorovsreda.ru/perfil/52488 vídeo da Sarinha do homem lambendo pequena mulher a mulher lambendo o pau do homemfilha a reda causilha e pai empura rolaPenis flacido castrar contoscontos saunas velhos chubbys gaysincesto com meu vô contosconto nora chupando bucetad sograesposas pedem para estranhos tirar camizinha pra gozar bucetao delascontos eronticos buraco na paredeminha nora de baby dool me exitacomeram minha buceta no carnavalsexo com mae vadia potuguesa fuder com filhoincesto mamãe cuidado do filho que ta debilitado com buceta molhadaXVídeos pornô mãe f****** com filho dos filhos f****** com mulher ingrataConto erótico sololupusconto erotico minha mae é uma piranhagarotinha na siririca no bicamzoofilia com cadela no pri mero ciocâmeras escondidas que estragaram Anitta dando a bucetacotos eróticos patrao pau de asusta berei chorei griteicomendo o cuzinho dela ela chorando ele filmando escondido ela ferver na firma esconde dele comendo o cuzinho a bucetinha dela ela chorando