Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Minha namorada safada na formatura do amigo

Autor: Pedro
Categoria: Heterossexual
Data: 13/01/2018 11:53:32
Nota 9.25
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi leitores! Hoje vou contar mais uma situação que aconteceu com a gente. Como sabem, namoro com a Patrícia e adoro fazer ela se exibir. Tenho sorte de ser voyeur e minha namorada, gostar de ser exibicionista.

Pois bem, é mais uma situação em que relato com a intenção de deixar aqui todas as pequenas situações picantes que já aconteceram com nós dois.

Lembrando: isso não é ficção. É história real!

Estávamos na formatura de amigos nossos, do curso de medicina. Até aí, tudo normal. Patrícia, como vocês já devem ter lido em outros contos, é branquinha, olhos verdes, cabelo longo liso, castanho, bunda grande e seios pequenos. Estava com um vestido em um tecido aveludado, na cor vinho, com um decote em V profundo, sem sutiã, e ainda uma fenda na perna. Não era vulgar, mas era sexy. Não tínhamos nada demais planejado para esse dia, ocorre que a formatura era Open Bar. Patrícia já tinha bebido alguns drinks com vodka, o que ela nunca bebe, pois sempre que fazia isso ficava bêbada muito rápido. Eu também havia bebido alguns drinks, além de whisky. A essa altura da festa, já estava ficando alegre também.

Quando foi amanhecendo, pelas 4h30 da madrugada, um dos nossos amigos que estava se formando, Felipe, já estava razoavelmente bêbado. Super "alegre" e com uma garrafa de tequila na mão, obrigando todo mundo dividir com ele "pelos menos um shot" da bebida. Nessa história, todos acabavam bebendo, e ele mais ainda pois sempre participava de cada rodada de bebida. Saia abraçando todo mundo, pegava no rosto de amigos e amigas com as mãos e olhava no olho, gritando "terminamos!! Finalmente!", dava um beijo na bochecha de todos - homens e mulheres, mesmo as com os namorados. Quase sem noção, me deixou todo babado, eu disse "Vai, porra, parabéns kkkkkk" E empurrei ele pra me largar. o Clima tava com essa energia de comemoração mesmo, o que era totalmente legítimo. A namorada dele nem ligava mais que ele estava fazendo isso (beijando além dos amigos, também as amigas na bochecha e abraçando), porque sabe que quando ele bebe, fica assim mesmo, ainda mais na formatura.

A namorada dele também já tinha bebido, estávamos todos no mínimo, levemente bêbados. Afinal, todo mundo estava naquele clima de comemoração típico de formatura. Ela, como minha namorada, é bem branca, por volta de 1,65 de altura, cabelo preto liso. Ela é levemente gordinha. Tem um perna grossa, bunda e peito em tamanhos médios, e estava de vestido longo, colado ao corpo. No geral, bem gostosinha, e adora dançar.

Nesse ponto, tava tocando uma banda de sertanejo/forró, e Felipe, meu amigo puxou a mão da minha namorada, Patrícia, pra dançar. Eu nem liguei, apesar de saber que sempre que bebe ele fica meio atirado, mesmo com a namorada dele por perto. Na mesma hora, não perdi tempo e puxei a namorada dele pra dançar. Naquela dança colada, acabei ficando de pau duro.

Uma pausa: todos sabemos que a dança é uma espécie de jogo sujo das relações. Ninguém comenta mas sabe-se que muitas vezes os homens ficam eretos quando dançam com as mulheres que, por sua vez, também sabem e sentem o pau do parceiro de dança. Acaba que ninguém comenta e fica aquela espécie de segredo da sociedade, concordam?

Voltando pra nossa dança, acabei ficando de costas para minha namorada e meu amigo, então não os vi dançando, já pensando que poderia acontecer algo, então eu não queria inibir. Tenho o maior tesão nesse tipo de situação (de dança e conversinhas nesse nível de “bebado”, todos se soltam até demais).

Enquanto dançava com Ana, a namorada do meu amigo, me esfreguei enquanto pude e ela sempre sorrindo, enquanto a música rolava. Percebi que em dado momento ela também fez questão de apertar nossos corpos, dando pra sentir ainda mais que eu estava mais “animado” que o normal.

Terminamos a dança e voltei pra minha namorada, que tava com uma cara de safada após ter dançado com Felipe. Ele me deu novamente aqueles abraços de festa, gritando tipo: "To formado porra!! Tamo junto!!" Apertou todo mundo em um abraço e foi dançar com a namorada. Até aí, ok - pelo menos eu achava isso.

Fomos pegar uma bebida e dar uma sentada numa área externa para descansar da dança, onde mais cedo tinha sido a área de fotografia. Tinha uns sofás e poltronas... foi então que percebi que havia perdido de aproveitar uma cena imperdível...

Patrícia que já sabe que eu adoro essas safadezas entre amigos, contanto que seja discreta para que outras pessoas não percebam, me disse toda animada:

- E aí, você viu?? Gostou? Adorei e fiz pra você ver! Hahaha.

Eu não entendi absolutamente nada! E disse pra ela que não olhei pra eles enquanto estavam dançando já imaginando que ele podia fazer algo, depois de ter bebido tanto, e não quis que ele deixasse de fazer alguma coisa por eu estar de olho. Por isso fiquei dançando com eles nas minhas costas. Pedi pra ela me contar!

O que ela disse me deixou de pau duro na hora:

Patrícia:

- Amor, não acredito que você não viu! Deixa eu contar! Logo quando a gente começou a dançar Felipe me disse que eu estava extremamente linda hoje (o que ele sempre diz), e na cara de pau, completou dizendo que o decote profundo também estava perfeito. A gente tava dançando e ele já bêbado, fazendo questão de colar o rosto no meu, deu dois ou três selinhos seguidos no meu pescoço bem disfarçado, e disse novamente que eu estava muito linda.

Detalhe... ouvindo ela dizer isso eu já fiquei de pau duro, soltei um: "Você tá falando sério??" com cara de animado e pedi pra ela continuar a falar...

ELA: Juro! Ai eu sorri e agradeci o elogio, disse que ele tava elegante de smoking e fingi que não liguei pros selinhos no pescoço. Ele tava conversando um monte de besteiras, agradecendo pela vinda da gente e por acompanhar ele sempre, etc. E isso, a gente dançando. Eu disse que era a gente que tava feliz em estar lá participando, e tal. E continuamos a dançar. Não deu um minuto disso, da gente dançando forró/sertanejo com os corpos bem colados “lá em baixo”, ele na cara de pau olhou pra mim, a gente dançando ainda, disse de novo que eu tava linda e falou: "Deixa eu pedir um presente de formatura, Patrícia? Só um! Nem Pedro nem Ana vão perceber, juro! Eles não estão nem olhando pra cá!".

Patrícia continuou contando: - Já sabia que era safadeza mas eu já estava um pouco excitada por causa da dança, da bebida, dos elogios e dos selinhos no pescoço, além de saber que você adora, né amor? Então resolvi entrar no jogo, falei sorrindo: "UM! Apenas UM presente, você pode!" Ele sorriu e disse: "Queria te dar um beijo mas já que não rola, deixa eu te dar um chupão no pescoço? Não deixo marcas, Pedro não vai perceber!".

Voltando o conto pra minha narrativa, confesso que nessa hora eu já estava de olhos arregalados por tudo isso ter acontecido bem atrás de mim e eu não ter percebido absolutamente NADA! Fiquei excitado demais e pedi pra ela continuar urgente a contar...

EU: Você deixou? Conta!

ELA: Quando ele terminou de pedir pra me dar um chupão, olhei ao redor e não tinha ninguém olhando amor. Então simplesmente sorri pra ele e afastei o cabelo puxando para o outro lado, mostrando o meu pescoço, sem dizer nada. Ai ele que já estava com o braço na minha cintura me puxou mais pra perto...deu mais um selinho no pescoço, dessa vez molhado, senti a língua dele passando e então senti quando ele me deu um chupão bem lento...delicioso, com uma mordidinha no final. E têm mais uma coisa, rsrs...Aí eu olhei pra ele e perguntei: Satisfeito com o presente?? Ele só sorriu e continuamos a dançar, até acabar a música e ele me devolver pra você! Amei a sensação e a situação proibida. Na frente de todos, fazendo aquilo, te traindo amor, como você sempre pede! Fiz errado?

EU: Claro que não! Que delicia de safada! Você é louca...e que safado fazer isso na minha frente e na frente da namorada dele, talvez por isso ela se esfregou tanto quando a gente dançava.

Bem, como disse, ela estava com um vestido, com aquele decote em V, profundo e sem sutiã, marcando o formato do peito e dos biquinhos, entendo que ele tenha ficado excitado com a situação e não deixou a oportunidade passar, até porque tem a desculpa de estar bêbado, concordam?

Eu estava completamente excitado e quando voltamos de UBER, sentamos atrás pedi pra ela voltar de perna aberta para, se expor pra mim e pro motorista, caso ele olhasse pelo retrovisor. Voltei masturbando ela disfarçadamente...não sei se o motorista percebeu, mas a situação era empolgante.

Depois de tudo isso, quando chegamos em casa fiz questão de tirar o vestido dela e chupar a sua buceta, que estava bem molhada...uma delicia. Desde quando toquei na buceta dela no Uber já tinha percebido que estava molhada, certamente ficou assim com meu amigo...

Desde esse dia, já gozei várias vezes lembrando do que ela me contou, inclusive durante nossas transas, ela faz questão de recontar, pra me chamar de corno. Morro quando ela diz: "meu corno safado, gosta que eu seja puta né? Eu sei que tu fica de pau duro quando faço"... nesse caso ela fica me provocando dizendo que quer sentir aquele chupão novamente e que se ele pedir ela vai deixar. Quando ela fala isso gozo na hora, chamando ela de putinha safada. Ela acaba gozando também, pois adora ser xingada.

Espero que tenham gostado desse relato que aconteceu recentemente conosco. Se escrevesse tudo, daria um livro.

Peço que comentem para que eu saiba se vocês gostam do que escrevo e continuar trazendo pra cá as situações que passo junto à minha namorada safadinha.

Comentários

14/01/2018 22:05:36
Ah, e adoraríamos ter contato com vcs: [email protected]
14/01/2018 04:39:30
Bem gostoso esse momento deles.
14/01/2018 01:38:44
Gostei sim corno!
14/01/2018 00:42:34
Tesããããão!!! Gostaríamos de saber se teve repeteco com o casal de amigos do outro conto
13/01/2018 13:04:32
auuu delicia rsrs um futuro corninho !!! legal gostei do relato rsrs me mande umas fotinhas da sua putinha pra mim sou loco de vontade de conhecer um casal safadinhos assim [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


loira esposa enquanto marido dorme ela fica engatada no dog gigante e goza de dor contos eroticosarregasado a buceta com muita velocidadevideo porno estupraram minha namorada e ela gostourapaz com pau enorme na prai de nudismo no brasil e gostosa nao resiste e da p elelucie fodedeomunita gozadaenfregando o pau duro na bunda dentro do onibus cheiobundas enormes aberdaaconto marido comeu meu cupequeninhacontosmulher gorda e velha com as pregas do cu frouxa peidando porracontos eroticos tia bucetuda no onibus e menino casetudocontos erotico coroa comeu ru e minha mulherXvideos barulhos q a chochota fas na hora do sexomulher beijando a mulher na boca pelada no titubearhomnes esibindo seu pauzao no sanba cansao pornodoidoContos eroticos com donas de casa que foi arrombada pelo cunhado pirocudoesposa crente e muito timida foi ajudar o marido no aluguel contos eroticoshttp://esposas perdendo a virgindade com seus maridos: contos eróticosmeu primo tirou minha cueca e cheirou minha rolaxvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindorelatos eroticosgosto de ser traidoconto chupei meu avô cadeirantecunhadinha linda gostosa me dando o cuzinho e gritando de dor e tezaovarias imagens de bucetas e cu aregaadoscache:http://zdorovsreda.ru/perfil/117617sou safadinha adoro analcom p maninho casa dos contosmulheres agachadas com buctao reganhadonovinha bududinha querendo um pintaowww.casa dos contos erotico adultério emcasa.comconto mulher sede a chantagem de garoto tranzarentregei uma pizza e mepagou com boqueterelatos eróticos: minha esposa ficou grávida durante assaltonovinga da favela fazendo menagem depois da aulafilha minha femea contocontos eróticos dei pra estranhos pelo buraco na paredenovinha que derao boceta e firmarãocontos peguei a negrinha que gritava chingava e mandava emprurrar ate o taloconto erótico flagrei minha mãe chifrando meu pai e ela me humilhou muitominha esposa dis q ta gosano filme pornoxx videos menina pedro agilidade notado abertaquero ver video da a mulher memesia a buceta o cucasada fiel tentando não trair,mais não resistiu quando viu a pica dura enormecontos bdsm enfiei uma agulha nos meus seiosMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernoconto erotico punheta raptoMae e puta fudeu filio estoriaduas lebiaca se beijando devangarfilhaabre as pernas qie vou te fider gostosoGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhoresxvidiopornô doido meu padastroComtos casadas fodidas na cadeiacorno dopado meio sonolento vendo mulher fudendo com quatro machos e sorrindogueixa mijonacontos eroticos filho adotivo pe de mesaporno inventei um assalto para o comer minha mulhercomtos de maes que bate punheta no filho com seu pesinho calcado em sandalia de saltoclitoris vantajosostaradao fode esposa na frente da amiga que quer tanbem.comcontos erotico meu pai tem o pau iguau d um cavalo e mi fudeucontos de incesto filho arma um sequestro pra mae rabudaa gordinha morena kuduro dando para o negãoouvi um barulho estranho de noite fui olhar era meus pais trasando video pornotufos familia favela #8Contos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutahistorias eroticas com saúnas masculinascasa dos contos zoofilia com viralatascontofudi minha cunhadaXvideo mobile Filha tem buceta pilucontos gay ajudando meu pai fechar a venda 2