Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Mel e o champanhe

Autor: GramRules
Categoria: Grupal
Data: 07/02/2018 12:27:22
Nota 10.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá pessoal, espero que estejam gostando das histórias de Melissa e Kilmer, mais um capitulo, que ficou um pouco longo, mas espero que gostem de ler. Vejas as histórias anteriores! Obrigado.

Kilmer e Melissa saíram do pequeno quarto e já era noite. Telma dançava com o jovem tripulante e os três velhos estavam em uma mesinha de plástico, daqueles que recolhem-se para caber em um lugar menor. Lá eles bebiam uísque e conversavam sobre alguma coisa. O mais novo casal se aproximou e sentaram com eles, os senhores lhes serviram as bebidas e Melissa perguntou com o que eles misturavam todos riram, incluindo Kilmer, comentaram que não se faz mistura de álcool dessa qualidade, mas Christoffer disse a ela que tinha água de coco num freezer próximo ao deck, onde estavam as demais bebidas, algo para ele "estragar" o uísque.

Melissa riu da ironia e se levantou, estava com uma bata transparente, e vestia um biquíni por baixo, gostosa fez todos na mesa olharem para ela. Vendo a amiga se afastar Telma correu até ela e agarrou seu braço com uma risada alta. A negra queria saber detalhes do que aconteceu, disse ter ouvido vários gritos de Melissa vindo de baixo do barco, curiosíssima passou a mão na bunda e na pepeca da amiga, mas a ruiva disse que tinha tomado banho, estava limpa e perguntou se Telma ainda não tinha se banhado, a amiga disse que nadou no mar junto com Christoffer e Julinho, era o nome do rapaz que trabalhava no barco. Telma contou que desmaiou de tanto trepar com os três! Ai eles a colocaram para dormir em uma rede e quando ela acordou resolveram se banhar no mar.

O vento zunia pelo barco. Com a escuridão a única coisa que brilhava no mar era o veículo marítimo em que estavam. O som do samba de mesa que tocava fez Melissa lembrar de casa do pedido de casamento. Sorriu e sentiu um cutucão de Telma, essa sorria maliciosa como se adivinhasse os pensamentos da linda branquinha, com seu jeito ansioso indagou a menina o porquê da distração e Melissa contou, Telma deu um gritinho surdo, tapando a própria glote para não sair um grito de verdade. Perguntou qual foi a resposta e garota disse que aceitou, daí ela não pode se conter e soltou um grito agudo de animação! Os homens que bebiam se assustaram e de longe Melissa pediu desculpas pra eles.

Kilmer já havia contado aos homens que pedira a mão de sua protegida, eles brindaram a isso duas vezes, porque o capitão disse que era algo bom demais. Christoffer deu um abraço em Kilmer e disse que estava feliz pelo patrão e amigo, Melissa era uma mulher e tanto mesmo com cara de menina, tirou riso dos senhores, enquanto Julinho parecia meu perdido e fazia cara feia enquanto tomava a bebida, não era acostumado a esse jeito de beber.

Telma enchia Melissa de perguntas, "Você vai deixar seu pai?", Vocês vão morar no Brasil ou fora?", "É seu último ano na escola! Vai terminar antes de viaja?", "Se você for me leva junto? Quem sabe me apaixono pelo gringo?". Melissa freou Telma integrando-a dois cocos, pegou mais um e mais uma garrafa de cachaça que lá estava. Voltaram para a mesinha e colocaram os cocos no chão é a cachaça na mesinha, os homens agradeceram e as moças sentaram-se, Telma entre o Capitão e Julinho e Melissa no colo de Kilmer, deu lhe um beijo e todos na mesa riram e aplaudiram. A menina ficou vermelha, tão vermelha que foi possível ver na pouca luz que a noite tinha. A conversa foi ótima durante toda noite, jantaram ali na mesinha, o rapaz forte abriu os cocos quando necessário e Telma fervia com o tamanho do braço quando ele partia cada um deles.

Timóteo questionou sobre a liberdade de Melissa, agora que eles iam casar, só iria fuder com Kilmer, mas o gringo riu e disse que nunca foi ciumento, Melissa disse que não esperava outro tipo de tratamento do seu noivo, e estava disposta a fazer o que ele quisesse. Telma atiçou, e disse que infelizmente não tinham champanhe para fazer um brinde, e questionou se não tinha alguma bebida, a ruiva já sabia onde ela queria chegar, o motorista pós o pau pra fora, e informou a Melissa que ela podia beber dali agora mesmo se quisesse. Kilmer foi além, e disse que para a sua branquinha imaginar que o pinto dos homens ali eram garrafas de champanhe, ela merecia um banho daquele liquido. O capitão, Timóteo e Julinho tem ficaram com o cacete na cara da garota, que ria ao ver as cabeças balançando no seu rosto segurou os pintos de Christoffer, que ela sabia ser maravilhoso, e de Julinho, engoliu o pau do capitão, único que ela não tinha provado ainda.

Melissa estava meio acocorada e Kilmer se afastou, deixando Telma vir por trás da amiga e meter a mão do biquini masturbando a pepeca da amiga ruiva. A morena ouvia a força da chupação de Melissa, ela estava fazendo todos os homens gemerem ali, e estava muito lubrificada, tanto que não teve esforçou para os dedos entrarem, a branquinha sentia os dedos da amiga e as gotas de sua xana escorrerem pelas coxas e pelo cu. O capitão anunciou o gozo e trocou com Timóteo que estava ali só se masturbando, Melissa tentava dar atenção a todos, mas tinha só uma boca. Os homens a olhavam como se fosse um ser sensacional, aquela moça com pele tão clara era uma rapariga profissional, estava toda babada tanto por cima quanto por baixo, suada seu corpo brilhava a luz do Belladona. Se virou para a amiga negra e baixinho que queria levar rola, raras vezes Telma ouviu isso da amiga, esse era o nível de tesão dela.

Telma foi se afastar, mas Melissa a avisou que tinha um “strap on” junto dos brinquedos que Kilmer tinha trazido, a morena se animou e foi buscar. O capitão se aproveitou e ficou no lugar de Telma, desamarrou a parte de baixo do biquíni da garota e meteu a pica por ali, Melissa agradeceu no seu intimo, ainda chupava os três. Sentado o Capitão só sentia o rebolado daquela chupadora maravilhosa, era gostosíssima de buceta também. A ruiva tentava ver onde estava Kilmer, mas ele se masturbava observando a cena. Os homens resolveram leva-la para a cadeira de bronzear, era melhor para todos se aproveitarem do corpo de Melissa, a colocaram de quatro, a própria abriu as nádegas sem falar nada, Julinho quis, mas o dono do barco fez questão e afastou o garoto, Timóteo meteu no rabo dela, e ela soluçou com Christoffer na boca, os sais vaginais tinham lubrificado ambas as entradas, o Capitão já havia se posicionado por baixo dela, metia na garota com toda sua força, e as entradas alternavam entre o capitão na xoxota e Timóteo pelo cú.

Gemendo forte, Melissa gozou, isso fez com que os homens que fudiam atingissem seu ápice, e ela pediu para levar na cara, e quando os dois foram encher a boca de Melissa, Julinho aproveitou o espaço vazio e socou por trás na ruiva, que a essa altura só queria gozar mais, levou porra na cara, bebeu o que pode enquanto o jovem a enrabava. Christoffer a pediu para ficar e pé, e Julinho fez cara feia, mas se desfez ao perceber que estava colocando Melissa de pé para tomar pica suspensa nos braços do motorista bonitão. Ele segurava a jovem arqueando suas pernas metendo na sua buceta, ela sorria sem perceber, extasiada com aquilo, o marujo veio novamente por trás. Era a terceira dupla penetração naquele dia, e continuava lubrificada, como era bom ser jovem e cheia de hormônios. A mesma sensação rompeu o corpo de Melissa, que agora não tinha nada na boca para impedir de gritar, soltou um grito grave dessa fez, que ecoou pelo mar inteiro, forçava o corpo contra os músculos do melhor amigo de seu marido enquanto gozava naquela posição acrobática e meio desconfortável, deu uma mordida em Christoffer porque ainda gozava e, sem querer, o impediu de gozar, mas o rapaz mais novo não ia segurar e Melissa disse que ele podia gozar na bunda dela.

Telma vestida com o pinto de plástico ria a amiga, mas se surpreendeu quando Melissa disse que queria fuder a amiga que tinha um rabo maravilhoso. Telma achou aquilo maravilhoso, a branquinha, mesmo cansada vestiu o brinquedo e meteu na bunda da negrona, empinada na cadeira, essa gritou quando o consolo entrou e rebolou como quenga para ir se acostumando, masturbava a xota preta e gulosa para se lubrificar. O motorista ainda não tinha gozado e se aproveitou se Melissa fuder Telma e meteu na buceta da ruiva, ele comia Melissa, que gemia comia o cú de Telma e que gemia e fudia a própria buceta. A negra sentiu as mãos de sua amiga apertarem suas nádegas, ouvia Melissa, louca, falar vários safadezas para ela e para Christoffer, “Minha morena rabuda gostosa”, “Me soca tudo, me fode com esse caralho...”, “o que eu queria era gozar nesse buraco de quenga...”, Telma estava super animada com o jeito de puta de Melissa, tanto que gozou muito rápido e puxou o bonde, Christoffer puxou o rosto de Melissa e fez ela engolir sua porra, enquanto a própria branquinha se tocava para gozar mais uma vez.

Melada, e meio dolorida, Melissa foi amparada pela amiga e pelo motorista. Todos estavam com cara de quem acabará de receber uma grande quantia em dinheiro. Levaram, todos, a garota para tomar um banho. Kilmer já tinha gozado há tempos, só observava a veneração que todos tinham por Melissa, ela era adorada por aquele que levavam agora.

Comentários

08/02/2018 16:42:25
Suruba perfeita!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


cdzinhas contos reaisconto erótico flagrei minha mãe chifrando meu pai e ela me humilhou muitobucetao preto babando muito líquidotitia safada gozando esquirt contos incestoscontos eróticos de marido chega em casa e escuta sua mulher gemendo e brexa o cara comendo o cú delaeu quero mais homem pelado no da cabeça da rola bem folgado lonavideo pornodoido casal transa dentro de uma poça de lamacomtos eroticos incesto dei minha busetinha ainda sem pelinhos para um velhos muito pausudo e meu irmao descobrio e quis fuder meu cusinhomachostesudocontos de sexo depilada na praiameu sogro isasiavel comtoxvidio atolo a sobrinhavidio de foda de cunhado dormindo na casa da cunhadavidioporno casa sensacaopornô em Carmo da Cachoeira na ruaxvideos loira cabelereira tesuda de mini saia cortando meu cabelo pau duroesposa levantando o vestido para o pedreiro comer lá em casa reforma vídeo pornô doidoloira linda enfia sextoy grande e gfoso at gosarcontos de crossdresser forçadomarido .que gosta de ser corno xpirntva bucetacontos de sexo depilando a sogracontos eróticos o dedinho da urologistagta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaconto erotico com nora puta e gostosatorando a gordinha escandalalosaaluno fodendo professor de educacao fisica gay animadonovińhas xvideo gozando sem fazer parulhoEu e minha mãe no ônibus de excursão-contos-incesto-filho e mãe-incesto no onibusvixxi encoxadasgosando vom o cachorrocontos e videos casada cavala fudendo com dois negaoContos eroticos com o dono da verdureiroContos erotico cdzinha cinemaContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casamostrar despedida de solteira dentro do clube da p****** todo mundo pelado mais tarde vídeo pornô completoxvideos paacas.com.peFotos d cdzinhas enrrabadasConto erotico estou louca pela picona do meu cunhadocontos eroticoscuzinho sem pregasmenininhas nem tem pentelhinho na buçetinha ja sendo penetradasXVídeos caseiro eu te empurro com fosse eu não aguenteicontos eróticos fui da o cu e cagueivibrando paz e do negão no sexo anal f*** sobrecache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 conto gay meu amor psicopatanovnha ganhando varada no niversario de 18 anos jorrando porracontos erotico curvada frente namoradomulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cuEsfreegando a pica na maninha inocenti contos eroticcossacanadas vidios fodasmulher falando juramento de gemido vídeos pornôvedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novosbucitnhaconto gay adoro ser esculachado por um machoconto erótico de novinha q transou em acampamento evangélicocontos pai atolou tudo no cuzinho d filha.com fotosvideo porno menina no colégio internato madre superiora vendocontos fiquei com tesao flagano meu filho dano o cuTio Fudeu minha buceta e eu gosteipornô grátis só contos eróticos sogra cozinhapediu para fazer anal ,e cacou no paunao aguentouporno com egua muito igienizadamama no caralho quando conduzo video pornoxsvidio puta de rucalça legui caladinha na casada xvideocomendo traveco na casa abandonadaxvidiomenina sentando em cima da pica mais grandi do mundobati punheta num desconhecido no onibus contoscontos-esfregando na bundinha da netinhaempregadinha contoContos eroticos eu e minha amiga viramos putinhas desde pequeninhaespiando sebastiana tomar banho contos eróticoslasca mińha buceta