Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Eu Te Amo Porra !!! 30

Gabriel Narrando

Depois do que aconteceu entre Ryan e eu na aeronáutica,eu achei que nunca mais fosse confiar em ninguém a ponto de me apaixonar,mas o Ricardo chegou e mudou isso.Eu praticamente perdi a virgindade com ele,pois eu só estive com um homem na cama apenas uma vez e isso foi a 4 anos atrás,eu amava o cheiro,o beijo e os toques dele.

Depois de ter sentido ele dentro de mim pela primeira vez,a vontade que nós tinhamos era de ficarmos abraçados e nos beijando o tempo inteiro,mas não pudemos devido a presença de nossos amigos,nós não tinhamos medo de contar para eles ou nada do tipo,pois sabiamos que eles reagiriam bem,até porque ali já haviam três casais gays.

Nós estavamos na nossa barraca a noite nos beijando,ambos já estavamos muito exitados e doidos pra fazer amor de novo,mas com todo mundo acordado em suas barracas não teria como e foi ai que decidimos ir para a cachoeira.

Ao chegarmos lá,nós começamos a nos beijar e o Ricardo forou um lençol no chão onde ele se sentou e eu sentei no coo dele,sentindo o pau duro dele cutucando a minha bunda,enquanto a gente se beijava.

Foi ai que vimos umas luzes de lanterna e o Hugo e o Raphael estavam ali nos olhando completamente surpresos.

Na hora eu levantei do colo do Ricardo.

Eu - Calma a gente pode explicar.

O Ricardo estava totalmente envergonhado.

Ricardo - Gente é que...

Raphael - Não precisam ficar com essas caras não,até porque vocês não devem satisfação nenhuma pra gente.

Eu - Nós iriamos contar,só estavamos esperando o momento certo.

Hugo - Vocês estão tendo algum tipo de lance?

Ricardo - Digamos que sim...

Raphael - Faz muito tempo?

Eu - Começou naquele dia na boate.

Ricardo - Vocês seguiram a gente até aqui?

Hugo - Claro que não,nós viemos fazer a mesma coisa que vocês estavam prestes a fazer ai.

Ricardo - Pois é...até perdi a vontade.

Eu - Já que estamos aqui vamos sentar pra bater um papo.

Hugo - É pode ser...

Nós sentamos na beira da cachoeira para conversarmos e conferme Ricardo e eu fomos nos soltando nós começamos a nos beijar na frente do Raphael e do Hugo e eles também se beijavam na nossa frente.

Ricardo - Vamos dar um mergulho.

Hugo - Boa ideia.

Então nós viramos as nossas quatro lanternas em direção a água e mergulhamos,o Ricardo tinha levado uma garrafa de Vodka então nós bebemos um pouco e logo estavamos nos beijando na água.

Logo o Ricardo começou a se animar e eu senti o pau duro dele cutucando a minha barriga.Nossos beijos estavam cada vez mais quentes até que o Ricardo fez eu me encostar em uma pedra enquanto beijava a minha nuca por trás e logo ele já estava abaixando a minha cueca.

Eu - Tá doido,o Raphael e o Hugo estão aqui.

Ricardo - Olha como eles estão também.

Ao olhar pro lado eu vi que Raphael e Hugo estavam encodtados em uma rocha a 3 metros de distância da gente. O Raphael estava encostado na rocha de costas para o Hugo,com metade da bunda pra fora da água,enquanto Hugo dedava o cu de Raphael.

Eu acabei me deixando levar e deixei que Ricardo me penetrasse e depois de ter se alojado inteiro dentro de mim,ele começou a bombar no meu cu,arrancando gemidos de mim.

Eu - Ahhh isso vai. Disse gemendo.

Ao olhar para o lado eu vi o Hugo comendo o Raphael,enquanto o loiro gemia alto com as estocadas do lutador.

O Rick até queria que eu saisse da água para nós transarmos na posição frango assado,mas devido a vergonha eu não quis e o Raphael também devia estar um pouco envergonhado,pois ele e Hugo permaneceram na mesma posição durante a foda inteira.

Eu já tinha chegado ao orgasmo e nada do Ricardo gozar,até que ele despejou o seu esperma dentro do meu cuzinho.

Nós ficamos nos beijando um pouco e fazendo carinho um no outro e por curiosidade olhamos para o lado e vimos que o Hugo ainda estava comendo o Raphael que não brincava em serviço e rebolava a bunda no pau do Hugo,enquanto esse metia nele e então o Hugo deu uma estocada profunda dentro do Raphael e gozou dentro dele.

Nós nos limpamos ali na cachoeira mesmo e ficamos mais um temipinho namorando e foi ai que a vergonha bateu.

Raphael - Meu Deus,eu nunca imaginei que eu fosse fazer isso na minha vida. Disse ele vermelho de vergonha.

Eu - Nem eu rsrs,mas tá feito né. Disse envergonhado.

Quando já era por volta das 3 da manhã nós voltamos para as nossas barracas.

Ana Narrando

Eu estava amando essa viajem para Fernando De Noronha e estava amando conhecer mehor essas pessoas que se tornaram os meus amigos de uma forma tão rápida,além de curtir esse paraíso com o meu mozão.

Eu sou nascida e criada na cidade do Rio De Janeiro e moro em Ipanema desde que eu era bebezinha,tenho muito orgulho de ser negra e dos meus cachos,os meus pais são um casal de advogados,mas ao contrário do meu irmão mais velho que seguiu a profissão deles,eu optei por cursar nutrição.

Eu e Raphael somos amigos desde que nós eramos pequenos e a nossa amizade começou graças a amizade dos nossos pais,eu confesso que não ia muito com a cara da Tia Branca (mãe do Raphael) e não gostava do Jonas também,pois ele tratava o Rapha muito mal,mas eu adorava o Tio Adamastor ( pai do Raphael) e o Sérgio que é um irmão mais velho super bacana para o Rapha.

Eu sou umbandista religião que aprendi com os meus pais e acabei me apaixonando,eu como uma boa filha de Iemanjá não tinha muita sorte com o amor,mas desde que eu encontrei o meu negão de tirar o chapéu,Anderson,eu não consigo me ver com outra pessoa

Raphael Narrando

Infelizmente a nossa viajem estava chegando ao fim,na quinta-feira de manhã,nós saimos do acampamento e voltamos para a casa de praia.

Durante a quinta-feira nós aproveitamos para visitar alguns lugares de Fernando De Noronha que nós ainda não conhecíamos e o Ricardo e o Gabriel assumiram o lance deles pro pessoal.

Na sexta-feira nós fomos visitar o único ponto turístico que ainda faltava que era a Praia Do Cachorro.

Eu já havia ido pra lá duas vezes nas outras vezes em que eu estive em Fernando De Noronha,mas o restante do pessoal ficou encantado com a beleza do local e realmente era lindo,um mar tão azul que parecia até uma pintura e as pedras da praia formavam piscinas artificiais nos cantos da praia,onde a água ficava presa entre as rochas,isso sem falar na floresta linda que tinha bem ali atrás.

Anderson - Caramba que lugar lindo.

André - Incrível mesmo.

Com aquele mar lindo bem na nossa frente ninguém ficou fazendo pose e todos cairam na água.

Foi ai que eu me lembrei que eu esqueci de passar o protetor solar e se eu não fizesse isso eu ficaria todo vermelho mais tarde.

Eu - Ai caramba esqueci de passar o protetor solar.

Eu fui até a areia e me sentei embaixo da minha sombrinha,peguei o protetor e comecei a passar.Enquanto eu estava distraído,passando o protetor solar,eu senti que alguém havia sentado do meu lado.

Ele - Olá bom dia.

Eu - Bom dia.

Ao olhar para o lado eu vi que se tratava de um cara bastante bonito,moreno,alto e todo musculoso,ele tiha um monte de tatuagens e estava usando um óculos escuro.

Ele - O meu nome é Juan e você é...

Eu - Raphael.

Juan - Lindo o nome igual ao dono.

Eu já estava ficando sem graça com o papo daquele cara e com a maneira que ele me olhava e enquanto ele falava eu tentava de maneira falha passar o protetor solar nas minhas costas.

Juan - Deixa que eu passo pra você.

Então ele tomou o vidro da minha mão e começou a passar o protetor solar nas minhas costas e foi ai que o Hugo apareceu com uma cara nada boa.

Hugo - Juan Silva.

Juan - Hugo Gomes.

Eu - Vocês se conhecem?

Juan - Claro...o Hugo e eu iremos nos enfrentar na final do campeonato.

Hugo - Pois é...que vença o melhor.

Juan - Você vai pra festa de amanhã?

Hugo - Vou sim...vamos voltar pra água Rapha.

Eu me levantei e fui caminhando em direção a água com o Hugo,enquanto aquele sujeito secava a minha bunda através da minha sunga branca.

Eu entrei no mar com o Hugo e ele continuou com a cara feia dele.

Hugo - Por que você tava dando confiança pra aquele cara? Perguntou ele com raiva.

Eu - Eu não estava dando confiança pra ninguém,ele que é muito enxerido.

Hugo - Você que tinha que dar um fora nele,ou você aca que eu gosto de ver um monte de macho secando o que é meu!

Eu - Por isso mesmo,eu sou seu. Disse beijando ele.

Eu - Eu não tenho olhos pra mais ninguém.

Conforme eu ia beijando ele,ele se acalmava aos poucos.

Depois que voltamos da praia nós não fomos mais para lugar nenhum e logo o sábado chegou e era o dia da tão falada festa.Como era um evento de gala nós teríamos que ir vestidos de uma maneira formal e apesar de detestar usar terno,eu teria que usar um rsrs

As meninas estavam todas deslumbrantes,a Ana estava usando um vestido longo e rodado azual escuro,a Eliza estava usando um vestindo branco de renda e com os cabelos loiros dela soltos e que iam até metade das costas.

Eu estava no meu quarto,terminando de me arrumar,quando a Alexandra entrou no meu quarto e eu quase não a reconheci.

Eu - Nossa arrasou.

Ela estava usando uma saia longa preta,até os pés que era bem justa e destacava bem a cintura e o bumbum dela,ela estava usando um salto alto preto e uma blusa preta curtinha e que deixava um pouco da barriga dela de fora e as suas tranças estavam jogadas para o lado.Ela estava elegante sem deixar de ser sexy,bem no estilo Alexandra.

Alexandra - E então como estou?

Eu - Tá linda adorei,quase que eu não te reconheço.

Alexandra - Eu já sabia que teria um evento de gala,então eu fui me preparando e pesquisando umas coisinhas

A Alexandra ficou ali no quato comigo enquanto eu terminava de me arrumar.Eu vesti uma calça social cinza que era meio apertada e destacava a minha bunda,junto com um terno cinza e uma blusa branca por baixo e eu optei por não usar gravata

Alexandra - Meu Deus que gatinho esse meu cunhado,se eu fosse lésbica eu juro que te pegava.

Eu - Kkk,você não existe mesmo,agora vamos antes que a gente se atrase.

Como nós estavamos em 12 foi preciso três carros para levar todo mundo e eu,Hugo,Alexandra e Jonas fomos no mesmo carro,apesar de Jonas e eu termos dado uma trégua,o Hugo ainda não gostava nem um pouco do meu irmão.

Ao chegarmos na festa eu realmente percebi que se tratava de um evento de gala,ali haviam várias pessoas importantes do meio do MMA e UFC,além de vários empresários e até alguns artistas.Os meus amigos e eu ficamos em uma mesa bem grande perto de uma janela que dava vista para o mar.

Marck - Vem comigo Hugo,eu quero te apresentar a alguns empresários.

O Hugo era o mais novo chamariz das “Academias Marck Anderson“

Até porque Marck mal abriu a sua academia e já tinha um de seus lutadores na final do campeonato mais importante do Rio De Janeiro e isso inclusive fez com que Hugo ganhasse dois patrocinadores,um era uma marca de energético e o outro uma marca de tênis.

Como ali era um evento formal de gala,não haveria batidão eletrônico e pessoas dançando igual nas festas comum,o foco principal ali eram os negócios,então o que tinha ali era uma música ambiente.

Enquanto o Hugo e o Marck andavam pelo salão falando com Deus e o mundo eu e os meus amigos estavamos conversando na mesa,quando derepente a Alexandra começou a bocejar.

Eu - O que houve?

Alexandra - Ai viado eu tô achando isso tudo aqui um tédio.

Guilherme - Concordo plenamente,se soubesse nem tinha vindo,parece com as festas que o meu pai fazia para os sócios dele.

Eu - É que o foco dessa festa são os negócios mesmo.

Alexandra - Se prepara Raphael,pois quando voltarmos para o Rio de Janeiro eu vou te mostrar o que é uma festa de verdade.

O Marck voltou e se sentou na mesa conosco e eu perguntei.

Eu - Ué cadê o Hugo?

Marck - Ele parou pra conversar com duas moças.

Ao olhar pra onde ele estava eu vi o Hugo conversando com duas periguetes que estavam praticamente se jogando encima dele.

Alexandra - Moças? Aquilo ali tá mais pra piranhas e das bravas.

Alexandra - Viado tu vai ficar engolindo mosca ai,vai logo cercar o teu macho.

Eu - Tem razão.

Então eu me levantei da mesa e fui até eles.

Eu - Olá amor.

Ao dizer isso eu dei um beijão na boca do Hugo e as duas ficaram muito sem graças.

Eu - Olá meninas. Disse dando um sorriso falso para as duaz que logo foram embora.

Hugo - Eu tô enganado ou isso foi uma cena de ciúmes?

Eu - Claro que foi,aquelas duas estavam quase te chupando aqui mesmo!

Nós voltamos para a nossa mesa,mas graças a Deus nós não ficamos muito tempo naquela festa e por volta das 23 horas,nós fomos embora.

Eliza Narrando

Depois que a festa de gala acabou nós voltamos para a casa de praia e no dia seguinte de manhã bem cedo nós fomos para o aeroporto e pegamos o avião de volta pra casa.

Eu ia com a cabeça encostada no ombro do meu Guilherme ao longo do vôo e lembrava de algumas coisas da minha vida.

Eu sou prima do Raphael,pois a mãe dele é irmã da minha,apesar da dona Branca ignorar um pouco a minha parte da família por questões de classe social,eu e os meus pais viviamos uma vida de classe média no bairro da Glória em um bom apartamento e os meus pais eram donos de duas lanchonetes,mas para a minha tia isso era pouco,perto da fortuna que ela e meu tio Adamastor tem,nós somos apenas uns pobres coitados

Apesar disso tudo eu sempre me dei muito bem com o Raphael,e através dele eu conheci o Guilherme.

Guilherme - No que essa sua cabecinha tá pensando?

Eu - Na vida e ma sorte que eu tive de conhecer você. Disse beijando ele.

André Narrando

Depois de aterizarmos em solo carioca nós nos despedimos e cada um foi para a sua casa e eu fui para o apartamento do Marck.

Eu - Mal voltei e já estou com saudades.

Marck - Eu também,aquele lugar é incrível.

Eu - O que você tanto falava com aquele pessoal na festa que eu quase não te vi?

Marck - Nós estavamos tratando de negócios e eu consegui outro patrocinador para o Hugo,dessa vez é uma marca de celular.

Eu - Nossa que bom,o Hugo tá ficando famoso mesmo.

Marck - Verdade,todos querem saber quem é o Hugo Gomes parece que eu finalmente encontrei um substituto do meu nível.

Eu - Você acha que ele vai vencer o torneio mesmo?

Marck - Tem grandes chances e ele tá treinando pesado pra isso,até durante a viajem ele não deixou de treinar.

Eu - Tomara que dê tudo certo.

Marck - Mas,mudando de assunto...que tal nós irmos para o nosso ringue agora? Disse ele com um olhar de malícia.

Eu - Vamos,quero ver se você consegue me ganhar dessa vez.

Então nós começamos a nos beijar,enquanto íamos em direção ao quarto e as nossas roupas iam ficando pelo caminho e ao chegarmos no quarto nós estavamos completamente pelados e ele me empurou encima da cama.

Ele subiu encima de mim e me deu um beijo de tirar o fôlego e foi descendo e beijando o meu pescoço.O pau dele estava super duro e roçando no meu que também estava ereto e o meu cuzinho não parava de piscar .

Ele foi descendo e começou a chupar os meus mamilos e em seguida foi descendo e beijando a minha barriga,até que ele fez algo que eu nunca imaginei que ele fosse fazer.O Marck começou a chupar o meu pau.

Eu - Ahh isso caramba.

Depois ele foi descendo e levantou as minhas pernas,me deixando na posição frango assado e começou a chupar o meu cuzinho.

Depois de ter deixado o meu cu bem úmido,ele encostou a cabeça do pau dele na minha entrada e foi empurando aqueles 22cm pra dentro de mim até entrar tudo.

Então ele começou a meter devagar e depois foi acelerando e arrancando gemidos de mim

Eu - Ahh isso me fode vai.

Marck - Quer que eu te foda é?

Eu - Quero sim.

Então ele acelerou a velocidade e metia com tanta força que o meu cuzinho chegava a arder.

Nós estavamos no auge do tesão e quando eu dei por mim,eu estava gozando sem nem ter me tocado.

Marck - Ahh vou gozar.

Ele deu uma estocada profunda e gozou dentro de mim.

Raphael Narrando

Depois que chegamos no Rio de Janeiro cada um seguiu para a sua casa,exeto Jonas que foi para Madureira com Alexandra.

Ao chegar em casa eu fui recebido pelos meus pais que me deram um abraço apertado,até porque eu nunca tinha ficado tanto tempo longe deles.

Eles disseram que era pra mim tomar um banho e relaxar um pouco,pois logo eles teriam uma surpresa para mim.Então eu tomei um banho bem caprochado para tirar aquele cheiro de avião e coloquei uma roupa de ficar em casa mesmo,que era um short curto vermelho desses de academia e uma regata preta e deixei os meus cabelos molhados mesmo e fui correndo até a sala para saber que surpresa era aquela.

Pai - Vem comigo.

Então eu fui com os meus pais até a garagem e foi ai que eu vi um Range Rover preto com um laço vermelho de presente gigante encima.

Eu - Nossa...eu amei.

Mãe - Pois é,você já fez 18 anos,então já está mais do que na hora de ter o seu próprio carro.

Eu já sabia dirigir,pois o meu irmão Sérgio havia me ensinado a alguns anos atrás,só faltava tirar a carteira de motorista.

Pai - E eu já te matriculei em uma aula de direção.

Eu - Será que eu posso dar uma volta nele?

Mãe - Só aqui dentro do condomínio mesmo.

Nós entramos no carro e eu dirigi um pouco pelas ruas do condomínio,eu estava super feliz com aquele presente.

Aquela semana seguiu de forma normal e na segunda-feira depois da faculdade eu assisti a minha primeira aula de direção.

Na quarta-feira de tarde a Alexandra me ligiu me convidando para kr em uma festa que teria em Madureira no sábado e eu aproveitaria para conhecer o bairro dela.

Na sexta-feira eu fui dormir na casa do Hugo e quando já era por volta das 21 horas,nós estavamos na cama dele nos beijando e ele começou a tirar o meu short.

Eu - Peraí,eu tive uma ideia. Disse me levantando.

A tempos que eu queria usar aquele presentinho que a Alexandra havia me dado no meu aniversário e eu peguei a minha mochila e levei até o banheiro.

Então eu vesti a fantasia que era as orelhas de gato pretas,um par de luvas de couro pretas,uma coleira no pescoço e uma cueca de couro preta super apertada e que de tão pequena deixava as polpas da minha bunda de fora.

Assim que eu sai do banheiro o Hugo ficou surpreso com o que ele viu.

Hugo - O que você vai aprontar hein?

Eu - Você vai ver.

Então eu peguei as algemas e prendi os braços dele na cama um em cada lado com ele deitado.

Eu - Agora sou eu quem mando gostosão.

O Hugo parecia estar surpreso,mas estava gostando daquele jogo.

Eu tirei o short dele,deixando-o completamente pelado.Eu fingi que tinha deixado algo cair no chão e me abaixei deixando a minha bunda bem na cara dele,que por estar algemado só pôde ficar olhando e ao olhar pra trás eu vi que o pau dele estava completamente duro e de pé.

Hugo - Você tá querendo me torturar né...

Eu - Só um pouco. Disse me virando de frente pra ele.

Eu coloquei uma música pra tocar no quarto e me virei de costas pra ele e comecei a tirar a minha cueca lentamente com a minha bunda bem próxima do rosto dele.

Depois disso eu subi em cima da cama,encaixei bem o pau dele na minha entrada,fingi que iria sentar no pau dele e levantei.

Hugo - Para com isso Raphael,deixa eu te comer logo.

Eu - Então pede...

Hugo - Senta no meu pau.

Eu - Pede por favor.

Hugo - Senta no meu pau por favor.

Eu - Assim que eu gosto,bom garoto. Disse dando um tapinha de leve na cara dele.

Hugo - Quando eu me soltar você vai ver só.

Então eu encaixei a cabeça do pau dele na portinha do meu cu e deu pra perceber que a glande dele estava bastante babada de pré-gozo.Então eu sentei no pau dele todo de uma vez só.

Hugo - Ahhh caralho!

Eu tive que ficar um tempinho parado até a dor passar,até porque não é fácil sentar em um pênis de 23cm de uma vez só.

Depois da ardência ter passado eu comecei a rebolar encima do pau dele e depois comecei a cavalgar e ele como estava algemado não podia fazer mais nada,além de sentir eu sentando no pau dele.

Eu já estava cansado de cavalgar de frente pra ele,então eu comecei a cavalgar de costas pra ele.

Hugo - Deixa eu te fuder vai.

Então eu me levantei e tirei as algemas dele e agora eu sabia que eu estava literalmente fodido.

Eu fiquei de quatro na cama e ele abriu a minha bunda e enfiou o pau dele inteiro em mim de uma vez só e começou a meter com força.

Eu - Ahh isso ahhh. Dizia eu rebolando no pau dele.

Enquanto ele me comia ele puxava os meus cabelos e dava vários tapas na minha bunda que já estava ficando vermelha.

Hugo - Tá gostando tá? Disse ele metendo com força.

Ao invés de responder ele eu dei um gemido super alto e comecei a gozar e alguns minutos depois ele gozou dentro de mim e nós caimos no sono ali agarradinhos.

No dia seguinte pela manhã eu acordei com o meu celular tocando,mas antes que eu pudesse atender a pessoa que estava na linha desligou.Eu senti uma pontada nas minhas entranhas e ao olhar para a minha bunda eu vi que o esperma do Hugo ainda estava saindo de dentro de mim e ao colocar a mão no meu cuzinho eu percebi que ele ainda estava bastante inchado e aberto,devido a noite anterior.

Foi ai que eu percebi que o Hugo não estava no quarto,então eu me levantei com dificuldade e fui até o banheiro e tinha um bilhete dele no espelho.

“ Bom dia loirinho,eu adoraria estar ai agaradinho com você,mas eu tenho que treinar para a luta da semana que vem.Ass: Seu mozão“

Então eu fiz a minha higiene matinal e tomei um banho e ao sair do chuveiro eu ouço o meu celular tocando de novo e ao olhar no visor,eu vi que era a Alexandra.

Eu - Oi Alexandra.

Alexandra - Cadê você viado,eu tô aqui na sua casa e a empregada me disse que você dormiu fora.

Eu - Eu tô aqui em Copacabana no apartamento do Hugo,faz o seguinte eu vou só comer alguma coisa aqui rapidinho e vou ai te buscar.

Alexandra - Não precisa não,deixa que eu tô indo ai pra Copacabana.

Então eu coloquei uma bermida jeans justo e rasgada na coxa e uma regata azul,pois naquele dia estava muito calor.

Eu sai do quarto e fui até a cozinha,onde os meus sogros e o meu pequeno cunhado Joaquim estavam tomando café da manhã.

Eu - Bom dia.

Eles - Bom dia.

Lúcia - O Hugo foi treinar,ele te avisou?

Eu - Quando ele saiu eu ainda estava dormindo,mas ele deixou um bilhete.

Roberto - Fase boa é a juventude mesmo,não sei como o Hugo ainda tem energia pra treinar depois da barulhada que vocês fizeram ontem.

O meu sogro Roberto era assim mesmo,ele saia falando tudo que lhe viesse a cabeça e eu já estava vermelho de vergonha.

Lúcia - Roberto!

Roberto - Ué o que eu falei de errado?

Eu - Bem gente,eu já estou de saída agora.

Joaquim - Ah Rapha fica mais um pouco.

Eu - Eu não posso amor,mas eu prometo que essa semana ainda eu venho te ver.

Eu me despedi deles e fui me encontrar com Alexandra.

Alexandra - Até que enfim hein gay.

Eu - Melhor chamarmos um táxi.

Alexandra - Pra quê táxi,o ônibus tá vindo ali.

Então ela deu sinal para o ônibus e nós entramos,aquela era a primeira vez da minha vida que eu andava de ônibus e não havia lugar nenhum pra sentar,então Alexandra e eu ficamos de pé,bem próximo da porta de entrada.

Quanto mais o ônibus andava mais gente entrava nele e eu já estava ficando sem ar.

Alexandra - Que cara de pavor é essa viado?

Eu - É a primeira vez que eu ando de ônibus,nunca achei que fosse tão sufocante assim.

Alexandra - Fala sério que a senhora nunca andou de ônibus!

Sempre que alguém tinha que descer do ônibus nós tinhamos que nos espremer para que a pessoa passasse e teve um cara sem camisa todo suado que ao passar atrás de mim e de Alexandra,fez questão de se esfregar na gente e ainda disse com deboche.

Ele - Foi mal ai moça.

Eu - Que cara folgado.

Alexandra - Tem uns que são bem piores vai por mim.

Eu dei graças à Deus,quando nós em Madureira.Aquele bairro era bem diferente do Jardim Botânico onde eu moro,mas tinha uma energia muito boa.

Conforme nós andavamos a Alexandra ia cumprimentando as pessoas,ela parecia conhecer muita gente ali.

Alexandra - Oi Seu Zé! Gritou ela falando com um senhor que estava em um bar.

Enquanto nós andavamos,nós fomos abordados,por um rapaz da nossa idade,moreno e com um jeito de malandro.

Ele - E aê Alexandra.

Alexandra - Fala Betinho.

Betinho - Quem é o princesso ai contigo? Perguntou ele olhando pra mim com um olhar de malícia.

Alexandra - É o meu cunhado,Raphael,mas não é pro teu bico não! Disse ela me puxando pelo braço.

Finalmente nós chegamos na caasa de Alexandra,que era uma casa pequena de dois quartos,mas bem arrumada.

Alexandra - Chegamos no meu cafofo.

Eu - Você mora aqui sozinha?

Alexandra - Não,eu moro aqui com uma amiga minha que é trans.

Foi ai que a porta se abriu e por ela entrou a amiga da Alexandra.Ela era bem bonita,alta,morena,dos olhos verdes,cabelo preto até a cintura e um corpaço.

Ela - Oi Xanda.Quem é o riquinho ai com você?

Alexandra - Esse é o meu cunhado Raphael...Raphael essa é a minha amiga Paty.

A Paty até que era bem simpática e nós ficamos conversando por um tempo e a Alexandra me levou para conhecer alguns lugares de Madureira,inclusive o famoso mercadão.Depois disso nós voltamos para a casa dela para nos arrumarmos para a festa,que depois eu descobri ser um baile funk.

A Alexandra vestiu um short jeans que deixava parte da bunda dela de fora,um salto alto preto e um top da mesma cor e deixou as suas tranças soltas.Já eu vesti uma calça jeans clara que destacava a minha bunda,um tênis de cano longo branco,um cropped da mesma cor de mangas longas e que deixava metade da minha barriga de fora e pra finalizar um boné também branco e com uma franja caindo do lado esquerdo do rosto.

Ao chegarmos no baile eu fiquei assustado com a quantidade de pessoas que estavam lá.Teve um momento em que a Alexandra foi pegar uma bebida pra gente e eu fiquei perdido no meio daquela multidão.

Enquanto eu estava distraído,eu senti alguém passando a mão na minha bunda e ao olhar pra trás um cara negro e bem alto disse:

Ele - Perdida no meu baile princesa?

Ao olhar para a cintura do cara eu vi que ele estava armado e ai que eu fiquei mais assustado ainda.

Ele - Não precisa ter medo não princesa. Disse ele passando sua mão áspera no meu rosto.

Foi ai que graças a Deus a Alexandra chegou.

Alexandra - E aê Ticão!

Ticão - Fala Alexandra...quem é esse loirinho que veio contigo?

Alexandra - É o meu cunhado Raphael

Ela percebeu o que aquele cara queria comigo e deu um jeito de me afastar dele.

Nós nos divertimos no baile funk até as 2 da manhã e voltamos para a casa dela andando para a casa dela.

No meio do caminho ela foi abordada por um cara que estava visivelmente bêbado.

Ele - Vem comigo Alexandra,eu te pago duzentinhos dessa vez.

Alexandra - Você sabe muito bem que eu não faço mais isso! Disse ela com raiva.

Eu - Deixa ela em paz!

Ele - Fica quieto mauricinho de merda!

Ele - Quando eu teconheci você era uma puta da sarjeta e nunca vai deixar de ser.

Ela saiu correndo dali humilhada e eu fui atrás dela.

Ao entrar na casa de Alexandra eu dei um abraço nela,enquanto ela chorava.

Eu - Calma,vai ficar tudo bem.

CONTINUA...

Ana&Dres: Vocês ainda saberão mais sobre a mudança do Jonas.

Nayarah: Fico feliz que tenha gostado.

Guardian: O amor estar no ar,mas problemas virão.

Vit.will: Ainda tem coisas a serem reveladas sobre o Jonas.

LKS: O Hugo é o sonho de consumo de todos rsrs.Que bom que está gostando.

Guilwinsk: Até eu queris a Anaconda do Ricardo kkkk.

Renato Mota: Que bom que gostou e ainda tem muitos acontecimentos por vir.

Sharon Martins: Já passei por isso também kkkkk.

Valtersó: Que bom que está gostando do conto.Você ainda entenderá melhor a relação entre Jonas e Alexandra.

Geomateus: A inveja é a pior praga.

Guigo: Todos estão fora do armário agora kkkk.

Greader: A viajem chegou ao fim rsrs.

Tinhooo: Você ainda entenderá melhor a relação deles..

Hort: Kkkkkkk morri com o seu comentário kkkkk.

Kaw: Você ainda entenderá melhor a relação deles.

Muito obrigado a todos e não se esqueçam de comentar e votar.

BEIJOS

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/07/2018 10:24:02
Mais um capítulo impecável e surpreendente,,,, Bruno você gosta de enlouquecer as pessoas,,,, kkkkkkkkkk
05/02/2018 08:52:29
Bruninho seu conto é muito bom! Sou leitor novo é to adorando!
03/02/2018 20:03:43
Ah. E a masmorra que Sir Elton John vai jogar a Brunoo é a mesma da Beyoncée, aquela que ela coloca a Sia para fazer trabalho escravo. Vai escrever as letras da Beyoncée junto com a Sia pro resto da eternidade. Ver a Queen B ficar mais rycann e ficar no trabalho escravo pra aprender a não tripudiar da gente. Tá selado, já!
03/02/2018 19:36:22
Amém. Renato. Estou num dialogo sério com a Agnetha e com a Ann-Frida do ABBA agora. Esse vinhadu do Bruno não sabe com quem mexeu. Eu bessha vingativãnnn. IMAGINA. Já falei com a diva mor da Elza Soares. Bruno, seu autor canalha.... Mexeu caz besshas erradas. FURIOSA JÁ. Já pedi intercessão de Gloria Gaynor, George Michael, as velas tão todas acessas aqui. Que conto é esse Braseeel. Acionei Boy George, David Bowie, Lady Gaga, Britney Spears (ou neide para nós chegadas nela) Ru Paul, Judy Garland... Tá amarrado. Dessa esse vinhadu não escapa. Mexeu caz beshas erradas. Quando eu gosto eu gosto... Mas quando eu não gosto eu ODEEEEEIO.
03/02/2018 19:07:19
Coitada da Alexandra, mas ela tem que dar a volta por cima......
03/02/2018 19:06:25
Então Renato... Isso não é uma BOMBA! Tô no chão, viado. Principalmente por que nunca suspeitei dessa possibilidade. As besshas aqui todas lynndas batendo siririca com as trepadas fenomenais dos capítulos anteriores e agora ISSO.? Vou ligar agora para a Elton John usar seus poderes de cavaleiro (a) da rainha e mandar prender o Bruno. Como você disse: Estamos lidando com um discípulo inescrupuloso da Agatha Christie que esta sambando na nossa cara. Braseeel . A sorte desse autor que estou longe dele. Senão ia na porta da casa dar um IXCANDALUUUU que a Alexandra ia re apreender o que é ser vinhaduuu. A vontade que eu tenho agora é de dar tanto, ma tanto na cara do Bruno.... Ai que ódio..... Deixa ele, esse canalha de marca maior. Isso não se faz. ABUSADAAAAAAAA!
03/02/2018 18:43:10
Ah gentchy... Calma lá.... Agora virou para o Raphael? Que porra é essa? Ninguém tem certeza de que ele não comunicou o Hugo. E o pior.. quando sai o próximo conto? Segunda, presumo. Ok que ele pode ser vinhadinhu riquinho blasé mas os amigos dele, que inclusive são muito legais, afirmam que ele tem a capacidade de agregar pessoas. E as experiências de Noronha aconteceram por conta disso, dessa afinidade dos demais personagens com ele.. Ok. Renato odeeeeeiaaaaaaaaa o Raphael. Mas vamos nos ater aos fatos. Até agora o Greader jogou uma bomba nos comentários e saio correndo para ver o circo pegar fogo. Mas daí para começar a (re) acusar o Raphael.. muita calma nessa hora. Ele é o objeto de atenção do Trevoso das nevascas. E tudo isso que intuimos pode ser uma bem articulada ação dele. Se bem que, o Bruno (canalha) pode mudar tudo e rir na nossa cara desse debate de fds em cima do conto. Vamos lá, gentchy... Todas juntas: vamos orar para Cher. Aumentar a nossa dose de Rivotril que no final tudo dará certo. Dará?????
03/02/2018 18:30:32
Calma, calma, calma... Se existe coisa que não tem muito nos contos do Bruno são esses tipos de detalhes. Já acusei muito o Raphael... E eu acredito que ele comunicou sim. Pode não estar no conto, escrito... Mas comunicou sim.
LKS
03/02/2018 18:25:10
Bem, se isso for vdd, que Alexandra, Heitor e Jonas, tão armando pro Raphael, ele tem que se ferrar mesmo.. Pq em nehumo momento eu vi algo dizendo que ele comunicou o Hugo que iria sair com Alexandra e nem tão pouco que iria ao baile funk... Só da dor de cabeça pro Hugo...
03/02/2018 17:26:02
Matar não vai porque o Trevoso Brasileiro canalha dos infernos arrancaria o útero que ela não tem e esfregaria na cara dela se ela fizesse isso. Mas, gentchy. Não tô nada bem aqui. Não tô nada bem. Viaaaaadoooooooo . Alguém chama Cher, Madonna, Silvetty Montilla, Glória Groove, Isabelita dos Patins. Qualquer uma que possa nos salvar. Que tiro foi esse viado? Que tiro foi esse, Renato???? Ahaaaazou completamente com a minha cara. Sambou de salto 15 no meu nariz. Bruno sua puta. Vou mandar a conta do cirurgião plástico no meu nome. Brasel, Braseeeeel, Braseeeeeeeuuuu, caraleo. Vou tomar minha dose e mais uma para me garantir de Ritrovil.
03/02/2018 17:14:47
Mas claro.... por isso que o fdp do irmão do Raphael não apareceu tanto, não disse nada, mesmo a gente ansioso para saber o que "fez acontecer tanta mudança de comportamento" do canalhinha. Agora a Alexandra, bitch queen, que ódio. Claro, né. Recurso do canalha do Bruno para fazer a gente simpatizar com a bruaca e nos fazer passar pelo próprio Raphael. E mais uma vez o Raphael sendo levado no papo pelas artimanhas do Trevoso maquiavélico. Ai que ódio.... Gente, vou começar a dar tiro lendo esse conto. Me enganou legal essa bitch vendida da caraleo. Nunca mais acuso o Raphael de ser "bobinho". Cai legal na artimanha do Trevoso, mancomunado com a Alexandra e com o irmão 7 peles. QUE ÓÓÓÓDiiiiiOOOOOOO. Ai que ódio! Ai que ódioooo. Quero dar na cara de alguém já. Tô loka. Que ódioooo.
03/02/2018 17:00:47
A história continua boa mas peca pela falta de revisão antes de publicar. Erros de ortografia e redundância totalmente desnecessária.
03/02/2018 15:30:49
What. A Alexandra foi aquela pessoa que o Heitor pegou num conto atrás? Really. É isso que o Creader disse? ImPAQUITAdo. Não... ela não é maléfica apenas por aquela situação... É? Chocado em Cher.
03/02/2018 12:52:15
Sabia q a Alexandra era aquela do Heitor, mas e agora será que de alguma forma ela tá ligada com ele? Gente vai ser um tiro se ela estiver, rainha maquiavélica.
03/02/2018 09:43:46
Que dor mim deu ao ler essa Alexandra sendo humilhada, muitas vezes precisamos fazer coisas que não nos orgulhamos mas que são necessárias, e infelizmente somos julgados por muitos que só vêem a casca e nunca o coração e nem procuram saber o que se passa nele.
03/02/2018 07:27:51
medos,sonhos e ilusões.
03/02/2018 06:45:03
Incrível o dito ao final ter feito Alexandra chorar. Acho que foi recurso estilístico. Incrível ainda alguém surpreso com isso. Esse país xexelento (bem Heitor eu agora) é o que mais mata pessoas T no mundo. Se mata, imagina colocação no trabalho. Alexandra tem sido desenvolvida para nos conquistar. Como como g simpatizo com as demandas das pessoas T vejo como fabulosa a inserção, apresentação e descrição dela aqui. Salvo engano Hugo treina feito um louco e com razão. Rapha ia ficar do lado vendo???🤔🤔🤔 não né. Amando Ricardo e Guilherme e André e Marck. Gente, até as meninas. Hahahaha. São gays com órgão genital feminino. "Sonho" de alguns. Bruno. É uma delícia ler o conto hoje. Uma delícia. E pasme, não tenho problema nenhum de dizer isso, voltei a simpatizar com o Raphael. Me pareceu paradigmaticamente que ele "evoluiu" inclusive com relação ao sexo com Hugo. Tá que o relato do resultado fisiologicamente deixou ele "debilitado". Mas ri quando li, hein. Pensei: vai vinhaduuu. Mexeu com brutamontes de MMA. Segura a marimba, monamur. Não que ele não gostou né. Saphadynnho. Hahahaha. Hoje foi mais uma experiência feliz de leitura. Já reclamei no começo: me parecia qye os inimigos estavam muito melhor desenvolvidos psíquica e intelectualmente que os dois. E isso chegou num ponto de eu ter "criticado" ambos. Acha? Logo eu? Deslumbrado com as histórias que sigo. Hahahaha. But. Bruno soube re-desenvolver, na verdade era tudo plano do canalha. Ai que ódio de você. Para termos e acompanharmos aquele desenvolvimento que eu queria que eles já tivessem nas primeiras investidas do Trevoso. Será muito interessante a volta dele. Nada é mais como antes. E minha intuição. Ah minha intuição. Não gosto.. Aguardando.
03/02/2018 04:51:05
Ai coitada da Alexandra, mas é a realidade de muitas pessoas trans Brasil a fora, infelizmente. Pois é. Pra que ficar preso dentro de um armário.
03/02/2018 01:06:56
MUITO ENGRAÇADO O HUGO: ELE FICA PUTO QUANDO ALGUÉM SE APROXIMA DE RAPHAEL MAS FICA DANDO MOLE PRAS GAROTAS. ISSO É HIPOCRISIA. PERCEBO QUE NÃO É SOMENTE EU QUE NÃO SE SIMPATIZA COM JONAS E ALEXANDRE (A). AINDA BEM.
03/02/2018 00:47:51
Tô gostando bastante do conto. Parabéns.




Online porn video at mobile phone


velhopintudocontosxvideos cangáceiras eroticasconto erótico com irmão cavalocontos eróticos meu cunhado pausudo mi arronbou todos os buracos incesto pai bota filha pequena no colo e ficar bolinando elabocete nu travetiadeu para nao ser caguetada para o marido xvideosContos eroticos poderoso negaomulheres brincando com penis so na portinhacontos eroticos de caminhoneiros fudendo homens em posto de combustiveisAssuntos:lesbica contos eroticos patroa com sua cinta de consolo tirou a virgindade da buceta e do cu da sua empregadacontos tomei coragem e dei pro meu filho pauzudoconto erótico sequestro em carcereXxvidii ela vai toma ni cuconto erotico dei pro meu genroConto porno virgem deflorada por traficante pauzudo da favelacomendo minha cunhada que veio morar com agente aspanterasconto erotico boa noite cinderelaporno caseiro no vestiario da loja de.roupas da loja uma estranha olha muito pra o.meu.pauvideos caseiros de estrupos de vuneravrlporno.com negao levanta a saia enfia até o saco enche de porraquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidascontos eroticos inicio na infancia xantageada e abusada Pelo negaocontos eróticos brincando cometi o incestoquantos centímetros tem o penes do pro boteinoComo se escreve “ manda video porno ” em inglesconto eu so tinha dez aninhos e meu tio ja chupava minha xoxota que era carnudinha eu ia a loucuraos filhos gemeos da minha mulher evangelica contos eroticoscontos de sexo depilando a sogracrente contonegao com pica enorme assusta em despedida de solteirovidio porno das dimenores fasendo sexo da buceta apertadinhagrelao entrando contoscontos eroticos com viuvas ricas e sedutorasxvideo comendo a escrava fujona no troncoxvideos desleal branquinha dando pro negaomadrinha coloca bumda buceta na cara da subrinha que ta de castigoconto erótico isentoporno brasileiro oilando o gay brasileiro da banda lizinha tomar banhoporno pagando dívida com a mulher e a mae5 contocache:Vk2StliVkE8J:gtavicity.ru/texto/20040419 ponto não. quebrau. cabaso da vigecache:cB0rtZ1uQCMJ:https://zdorovsreda.ru/texto/2015051133.dei o cu pro cachorro e acabei engatadopornô em famíliaxxvvideo de sexo esposa convida o amigos para fasa uma tripla penetracao ao mesmo tempo na buceta da putataradaicvidiopornoconto minha tia tesuda peladameu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesfilme pornô rasgando a vacina novinhaContos padrasto enteAda submissavidios de contos errotics pai arregaça a boceta da filhacontos e videos casada cavala fudendo com dois negaosexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandocontos eroticos primeira vez inesquecivelvai novinhas so grelao shortinho enterrado na bucetameu sogro e minha mulher sair pra rua e eu fudicom minha sogra gostosaxvide coroa gritando emportugues quando toma rola grossa e cabecuda na xanacontos eroticos fudeno a novinha de 17aninhoscontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi elábuctao tod c gazandmae deita com filho ela nao resiste transaele goza na bucetaconto casada novinha e comida pelo traficante pausudo a forcacontos eróticos cuzinho da mendigaeu confesso marido examina minhas calcinhasbaxinha cochuda casada vingando xvideoscontos eróticos cantada na rua não resisti e traívideos de homems heteros pausudos se masturbando em vetiario videos para baixaXxvideo so a cabeci.ha nela dormindoGTA Dona sinhazinha trabalhandoContos eroticos gay chule do meu cunhadobotei gozei tirei gozei soquei gozeipeso d porrta gatinhanefinhas gostosas fodendo muitofilha enventa de dormir na cama do pai ele nao aguenta gosa dentro da buceta delaporno xxvideos meninas sentodo o cu em cima do pau mostando a bucetapapai e maninho me fuderao com seus pauzaos contosxvideo guardondo o pau nacuecagts de fio dentau mostrando ha bucetinha na webiFui encoxada e iniciada por um roludotem muito casal que que quer gozados obedeçam e depois eles acabam se entendendomenino de atrasou e pediu carona pra homem sarado na moto pornoMinha irma adolecente taradinha em conto eroticoXvideos.comcontoscornolesbicas contando cono ébom chupar e ser chpadaadorei picao do papai na minha bucetinhacontos provoquei papai pauzudoMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticoenfregando o pau duro na bunda dentro do onibus cheioescravo da esposa scatfamilia suruba tufosmulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhocontos eróticos ai meu cuzinho tá rasgando seu pau é muito grossosete formas de medoprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017conto puta cacete rola xota trepada chupar cachorraCONTOSPORNO.insetos.neném