Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

INESPERADA SURUBA

Autor: HOMEM
Categoria: Heterossexual
Data: 24/02/2018 21:15:33
Última revisão: 11/03/2018 20:54:25
Nota 8.89
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

A intenção era não só se desligar do estresse, mas também esfriar a cabeça após a dissolução do casamento. O clima de novembro no Nordeste aliado à chance de encontrar praias quase desertas, sem a agitação da alta temporada, se mostrou a opção ideal. Carro alugado em Maceió, parti rumo às areias. Maragogi, Praia dos Carneiros, Ilha da Broa, João Pessoa.

Nordeste. Belezas naturais. Não, não são só as praias de areia branca e fina, águas mornas e sombras de coqueiro. São aquelas belezas que vêm e que passam jogando na sua cara que você está, sim, em terras, ou melhor, areias, brasileiras. Cheias de minúsculos tecidos emoldurando grandes charmes. Não há monge que resista. Mas a missão ali era dar um reinicio mental.

Ao sul de João Pessoa fica o município de Jacumã. Vilarejo agradável, uma das áreas mais bonitas do Brasil e ainda sem hordas de turistas sulistas. Praia do Coqueirinho. Depois de mais de mais uma nadada, fui puxar aquilo que acreditava ser mais uma conversa furada. Eram um casal na faixa dos 40 anos, Bia e Cláudio eram cearenses e muito simpáticos.

Apresentações feitas, risadas, comentários de praias, viagens, Ceará, tudo o que pessoas conversam quando não querem falar de nada que envolva mais que três neurônios e que possa ser hidratado por cerveja ou água de coco. “Vamos jantar à noite em João Pessoa, quero te apresentar uma amiga minha daqui”, disse Bia. Incrível, mas as mulheres sempre têm uma amiga a apresentar. A conversa estava muito agradável e, apesar do sono, aceitei o convite, sem expectativa alguma a não ser poder desfrutar da fartura de camarões.

Devidamente em traje de gala para a ocasião (bermuda, camiseta e chinelo), me dirigi ao encontro. O casal já estava lá. Minutos depois, juntou-se à mesa Letícia, a esperada amiga. Não sei se Bia ou Cláudio ou mesmo Letícia falaram algo mais depois da apresentação. Minha cabeça girou e todo o som do restaurante se calou. Meu olhar se fixou nos olhos verdes da moça de pele jambo e cabelos negros. Seu vestido vermelho incendiava ainda mais o momento.

Passado o frio na barriga inicial, o jantar se desenrolou como se fosse uma refeição entre dois casais que se reencontravam. Muita descontração, piadas com os sotaques da mesa e momentos densos de silêncio, como se os olhos quisessem dizer algo, mas faltavam verbetes. Após um delicioso doce de cajá na sobremesa, marcamos de ir novamente

à praia do Coqueirinho no dia seguinte. Seria sábado e Letícia se juntaria ao grupo também, ela era a única que não estava de férias ali.

O primeiro dia do final de semana amanheceu quente, mas nada comparado ao que estava por vir. A ideia em ver a moça de biquíni me despertou sentimentos antagônicos. Seria uma “provocação muito forte” para quem tinha viajado dizendo que só queria companhia de copos e livros. Eis que a moça não ficou de biquíni. Se sentou e tirou a parte de cima. Seus seios sem marcas de bronzeado denunciavam que ela já fazia isso normalmente. Além dos olhos esmeralda-hipnotizantes, tinha agora um par de bicos que apontavam para mim me tirando a fala. Com muito custo em parecer à vontade e muitas palavras gaguejadas, a manhã se desenrolou. Passada aquela leseira típica de uma noite de pouco sono somada ao sol na cachola, Letícia teve a ideia de nos convidar para uma sopa fria na sua casa. Mesmo cerimonioso, não tive como dizer não.

Já em João Pessoa, entramos em uma casa térrea simples, com almofadas espalhadas pelo chão e uma quarto anexo a um quintal que abrigava uma charmosa piscina protegida por bambus. Íntimos que eram de Letícia, Bia e Cláudio se jogaram na piscina e a dona foi trocar o biquíni molhado por uma roupa seca. Na piscina o casal se comportavam como adolescentes se beijando, brincando de pega-pega com muitas passadas de mão. Eu tentava parecer natural, mas aí novamente fui ofuscado quando a menina entrou na sala de minissaia e camiseta branca curtinha. Impressionante, aquele leve tecido no peito excitava mais que o topless.

Nesse momento, Cláudio e Bia já se amassavam na piscina sem pudores. Foi quando eu e Letícia nos olhamos novamente e falamos a mesma língua. Trocamos um beijo, lento, mas intenso. Em poucos segundos deitamos nas almofadas, enquanto o outro casal estava numa cadeira à beira da piscina. Bia, sentada, chupava o marido em pé. Alisava e lambia o membro alternando chupadas nas bolas do marido.

Eu e Letícia nos descobríamos. Beijos e chupadas, a penetração veio naturalmente, os corpos deslizando um sobre o

outro até o encaixe. Mais suspiros, tesão, sua gostosa. Nenhuma frase era dita na casa, só a música de fundo. Vendo a cena, Bia chegou perto de Letícia e elas trocaram beijos. Eu comia Letícia mais vigorosamente, as duas mulheres se chupavam os peitos. Cláudio aproveitou a visão da mulher de 4 e começou também a penetrá-la. Essa mistura toda de sentimentos, suor e visões me fez gozar demoradamente, quase surtando. Depois, me derramei nas almofadas.

Letícia ainda com um gás de rojão se levantou e começou a beijar o marido de Bia. Boca, pescoço, nuca, costas, até tirar o pau dele de dentro da mulher e começar a chupá-lo. Bia não perdeu tempo e olhou para mim –mostrou que queria fazer o mesmo. Ajoelhada, Letícia apenas se virou para ficar também de quatro e receber Cláudio dentro dela. Reanimado pela hábil boca de Cláudia e ainda incrédulo de estar participando de tudo aquilo, levantei para ir por trás da cearense. Era a primeira vez que ouvia um sotaque cearense balbuciado durante

uma transa.

Foi um triz de tesão e todos os quatro gozaram juntos. Arfando. Frenéticos. Cansados… nos esparramamos nas almofadas e, desta vez, ninguém teve fôlego para continuar. Letícia se levantou e ofereceu cerveja gelada a todos. Já era noite lá fora e, mesmo com a brisa, suávamos. Olhei pela porta e a água da piscina paradinha refletia a lua cheia. Não tinha vontade de falar nada. Estava em êxtase.

TH

Comentários

09/03/2018 15:18:10
Olá! Se quiser trocar experiências, é só clicar no link abaixo. http://sharoland-nn.ru/perfil/236835 Gratidão! Continue escrevendo! Assinado: mensagem de amor
07/03/2018 19:54:10
10
25/02/2018 03:21:51
o comentário de felizes é perfeito.
MVN
25/02/2018 01:00:54
Delicioso. Um acaso, uma surpresa e uma fantástica aventura entre vocês 4.
25/02/2018 00:46:31
O acaso sempre nos brindando com excelentes histórias.
24/02/2018 22:24:22
É maravilhoso quando o acaso assume o controle de um encontro de pessoas com gostos semelhantes e tendências convergentes.Nada se compara ao prazer que surge e flui entre os envolvidos nessa aventura..

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erótico gêmeas lésbicasdei meu cu e tava bom pornopono vinha.neguinhapornô brasileiro fui convidado para ir para casa da amiga minha na fazenda ela tava de babydollsogra fazendo sexo selvagem com o gel da pica cabeçudaminha tia Gleice Albuquerque pornôvídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhocontos de cornos com tio velho pauzudo e comedor super canalha rpapai tirou sangre do cu da filinha peituda ponugrelao entrando contosconto cracudo noiado gay contomae dis que filho rasgo a vuseta delaso videos de xoxotas murchascuiada fudedo com xortiu de dormihomnes esibindo seu pauzao no sanba cansao pornodoidonegao pausudo enfoorca a novinha enquanto fode elagostosa se masturbando com pinto de borracha solta p**** falsaSo mete movimha na pica duranovinha gretano de tanto goza com u paiporne com malheiSexo real moca falando olha isso seu pau muinto grosso aiai irma normalista - contos eróticoscontos eroticos padrastro levantou minha saiafesta de cdzinhas no cine porno 2017Conto gay policial fodido pelo marginalpassivo inocente e baixinho levando rola enormemulher fazendo vídeo pornô na gritalhadamarido fica bebado em churrasco e esposa fode com outrocontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarconto minha esposa no onibusXVídeos as novinhas de calça folgado na fila do mercadoSite porno de facio asseçoincesto recente mae consentindo o pai com filha contosgozada acidental buceta assustada bravavideo porno de homens de sunga e cueca tirando a virgindade da mulher depois gozam em sua vagina filme porno classico brasileirogaranhão paquerou a minha mulher e levou para o motel vídeo pornô cornoso vizinho safado do 205videos porn daquelas mulheres enquanto fodem ela mete a mão na boca depois a mão que estava na boca vai a vagina no pornuhconto erotico crossdress na academiacontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi eládeu remeduo p/ mae dormi efode com elamulheres bostas scattitio comendo osobrio nosofa vidio gaycunhadinha linda gostosa me dando o cuzinho e gritando de dor e tezaoXXVIDIO.COMEU.ASUACUNHADAgosando vom o cachorrovídeo pornô tia da peruca da carinha de anjo dando o rabocontos eroticos diaristacontos de corno minha namorada virou puta de um traficantemenina novinha reclamando do pau grande caiu no zzaapconto prazer de receber uma punhetinhamorena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstaconto de farra de casadameu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticoXsvideos mulher torturando escravo nuvideos de meninas llevando fortes choques de fios de luz na buceta pelada ate hritarex cunhado cacetudofis vovo me arronbareu quero mulher tem pinto comendo viado que amanhece a tempinho comendo vi antes vídeo pornô vídeominhas condiçoes de corno contos eroticoacho que minha namorada gozou pq agente tava fazebdo sexo e a perna dela tava tremendome mande vídeo pornô da mulher transando com cachorro bem dotado engatado comendo a bundinha dela e ela suspeitos foramContos eróticos da minha noraengolindo porta no ônibus na viagema tia zoofilia pegada no caomenininhas fazendobrincadeiras de mostrar a xoxotinhas pras outrascontos eroticos chantagiei minha tia e comi elameu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosReta do Pedreiro Pelado Heterox ezibisao de conas frescascoroas grisalhos que come a bunda de homens em campos dos goitacazesentregafor fundeno a cliente na casa dela sem o marido saber contos eróticoswww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.brmorena boa tocando punheta pro cadavermenino de atrasou e pediu carona pra homem sarado na moto pornoContos eroticos de casada puta dos vizinho roludo corno duplasexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaocontos eróticos de esposinha putinha fazendo dp com vibrador interracialencontramos nossos vizinhos na praia do nudismo conto erotSocorro me apaixonei pelo meu filho sexo incesto videosnem te conto anal em motelCavalo pauzudo coloca tudo na jumentinhaContos encontrei minha filha no puteiro